Servidores: propostas de abono tramitam na Ales

Valor é de R$ 1,5 mil para servidores do Executivo, Legislativo, Tribunal de Contas, Ministério Público e Defensoria. Profissionais da educação receberão R$ 7,2 mil

Por Marcos Bonn, com informações de Gabriela Knoblauch e Wanderley Araújo | Atualizado há 1 mês

Deputados sentados e de pé e de costas no Plenário Dirceu Cardoso
Deputados voltam a se reunir às 15 horas / Foto: Lucas S. Costa

Começaram a tramitar, na sessão ordinária na manhã desta terça-feira (29), os projetos de lei (PLs) que concedem abono de R$ 1,5 mil a servidores do Executivo, Legislativo, Tribunal de Contas, Ministério Público e Defensoria Pública. Também foi lida a matéria que autoriza pagamento de bonificação de R$ 7,2 mil a profissionais da educação estadual. Os deputados voltam a se reunir às 15 horas, na plenária habital. 

Álbum de fotos da sessão ordinária

O abono pecuniário de R$ 1,5 mil é destinado a funcionários de carreira, contratados ou comissionados da ativa, além dos aposentados e pensionistas. O valor será creditado em dezembro. A quantia a ser paga não integra os vencimentos para efeito de concessão de vantagem pessoal e de fixação de proventos.

Os projetos que autorizam o pagamento do benefício são os seguintes: PL 490/2022 (Executivo), PL 498/2022 (Assembleia Legislativa), PL 496/2022 (Tribunal de Contas do Estado), PL 493/2022 (Ministério Público do Estado) e PL 497/2022 (Defensoria Pública do Estado). 

Arte do impacto financeiro do abono para órgãos e poderes

Impacto financeiro

Os textos apresentam o impacto financeiro das medidas. No Executivo, a estimativa é de R$ 106.879.500; no Legislativo, R$ 2.395.500; no Tribunal de Contas, R$ 1.074.000; no Ministério Público, R$ 1.227.000 e na Defensoria, R$ 300.000. As despesas serão cobertas por dotações orçamentárias de cada poder e órgão.

As propostas serão analisadas pelas comissões de Justiça, Cidadania e Finanças. 

Educação

Já os colegiados de Justiça, Cidadania, Educação e Finanças serão os responsáveis por analisar o PL 490/2022, que prevê a concessão de bônus no valor de R$ 7,2 mil a servidores da Secretaria de Estado da Educação (Sedu). Segundo o texto, trata-se de uma “medida excepcional” para cumprimento do limite mínimo de 25% de investimentos na educação, previsto no artigo 212 da Constituição Federal. 

Ordem do Dia

Na Ordem do Dia não houve votação. Os nove primeiros itens da pauta ficaram em prazo em comissões para emissão de parecer. E, diante de pedido de recomposição de quórum, 10 deputados registraram presença, o que inviabilizou a apreciação das demais propostas, mas permitiu a continuação da sessão.As 10 matérias que tramitavam em urgência constam na pauta da sessão da tarde, com início às 15 horas. 

  1. Projeto de Lei 469/2022, do deputado Gandini, sobre a gratuidade aos usuários do sistema nos dias em que são realizadas as eleições federais, estaduais e municipais. Prazo regimental em comissão;
  2. Projeto de Lei 274/2022, do deputado Sergio Majeski, alterando lei estadual para permitir que os recursos financeiros repassados aos Conselhos de Escola sejam utilizados para o pagamento de taxas, emolumentos e demais despesas cartorárias referentes ao seu registro estatutário e suas alterações. Prazo regimental;
  3. Projeto de Lei 135/2018, do deputado Sergio Majeski, alterando lei estadual que instituiu o Sistema Estadual de Unidades de Conservação, para criar a categoria de unidade de conservação denominada Estrada-Parque Estadual. Prazo regimental;
  4. Projeto de Lei 17/2019, do deputado Sergio Majeski, sobre o direito de receber, gratuitamente, outro produto idêntico ou similar, à sua escolha, em igual quantidade, o consumidor que constatar a existência de produto exposto à venda com prazo de validade vencido. Prazo regimental;
  5. Projeto de Lei 46/2022, deputado Bruno Lamas, alterando a Lei 6.999/2021, que dispõe sobre a propriedade de veículos automotores (IPVA), consolidando e atualizando as normas do tributo. Prazo regimental;
  6. Projeto de Lei 452/2021, do deputado Gandini, para obrigar as empresas responsáveis pela prestação do serviço público de saneamento básico a promoverem a ligação ao sistema de saneamento dos imóveis que não efetuaram a ligação de sua residência ou comércio à referida estrutura oferecida. Prazo regimental;
  7. Projeto de Lei 458/2022, do deputado Gandini, proibindo a distribuição de propagandas, panfletos e materiais publicitários mediante fixação em veículos estacionados em vias e logradouros públicos. Prazo regimental;
  8. Projeto de Lei 765/2019, do deputado Luciano Machado, para instituir a Política Estadual Fomento ao Empreendedorismo de Negros, com a finalidade de criar condições para aumentar a inclusão, a produtividade e o desenvolvimento sustentável de empreendimentos liderados por negros no mercado. Prazo regimental;
  9. Projeto de Lei 155/2019, do deputado Gandini, determinando que os estabelecimentos bancários divulguem aos consumidores o direito de contratação das contas dos tipos corrente, poupança e digital, com rol de serviços essenciais, sem a cobrança de tarifas. Prazo regimental;
  10. Projeto de Lei 244/2021, do deputado Adilson Espíndula, autorizando a municipalização do Parque Estadual da Mata das Flores. Sem quórum para votação.
Parceria busca aprimorar trabalho de servidores
Ales e Esesp assinaram termo de cooperação que promove intercâmbio e possibilita a servidores públicos participar de diferentes atividades promovidas pelas instituiç...
Bahiense: segurança pública como prioridade
Parlamentar reeleito diz que vai lutar pela melhoria da remuneração e das condições de trabalho dos servidores da área 
Zé Preto: maior atenção para a saúde pública
Parlamentar quer políticas públicas direcionadas para a população mais carente, principalmente, no atendimento em saúde
Iniciativa quer reduzir afogamentos no estado
Proposta apresentada no Legislativo busca orientar e prevenir que banhistas sejam vítimas de afogamentos
Parceria busca aprimorar trabalho de servidores
Ales e Esesp assinaram termo de cooperação que promove intercâmbio e possibilita a servidores públicos participar de diferentes atividades promovidas pelas instituiç...
Bahiense: segurança pública como prioridade
Parlamentar reeleito diz que vai lutar pela melhoria da remuneração e das condições de trabalho dos servidores da área 
Zé Preto: maior atenção para a saúde pública
Parlamentar quer políticas públicas direcionadas para a população mais carente, principalmente, no atendimento em saúde