Membros da Maranata são homenageados

Sessão solene para entrega da Comenda Gedelti Victalino Teixeira Gueiros contou com a presença do patrono da honraria

Por Marcos Bonn, com informações de Silvia Magna

Pessoas sentadas no plenário; outras sentadas atrás de mesa principal e atrás dessas pessoas em pé
Evento foi proposto pelos deputados Hudson Leal (Republicanos) e Capitão Assumção (PL) / Foto: Ana Salles

Em sessão solene realizada na noite de quarta-feira (23), fieis da Igreja Cristã Maranata (ICM) foram homenageados com a entrega da Comenda de Mérito Legislativo Gedelti Victalino Teixeira Gueiros, atual líder da denominação religiosa com sede em Vila Velha. O objetivo da honraria é reconhecer o papel dos membros da congregação na propagação da palavra de Deus. 

O evento foi proposto pelos deputados Hudson Leal (Republicanos) e Capitão Assumção (PL), autores da Resolução 8.281/2022, que criou a condecoração. Ambos destacaram o papel do líder espiritual da Maranata. O republicano avaliou que a honraria representa o respeito do Legislativo à denominação evangélica e considerou Gedelti um homem “além do seu tempo”.

Presidente da ICM, o pastor Gedelti agradeceu à Assembleia Legislativa (Ales) pela homenagem: “Tenho a impressão de que Deus está me dando oportunidade para me dirigir a tantas pessoas (...) com uma palavra de gratidão. A vida não se faz isoladamente. Ninguém é ninguém isoladamente. Ninguém vive para si, nem morre para si”, afirmou.

O pastor admitiu que as palavras de elogio fazem bem, mas não representam simplesmente a palavra a uma pessoa, e sim a uma entidade que luta por ideais de que o mundo tem se esquecido, como a vida eterna. Ao lado disso, destacou que há ainda questões sociais desenvolvidas pela congregação, preocupação compartilhada pela atuação do poder público. 

Ao longo de seu discurso, Gedelti Gueiros, 91 anos, contou passagens envolvendo pessoas que já partiram e tiveram atuação na igreja, como o ex-presidente da fábrica de Chocolates Garoto, Helmut Mayerfreund. No evento, foi realizada homenagem póstuma a Mayerfreund e a outros cinco ex-membros da congregação.

Gedelti também leu o excerto de um livro escrito por ele após a morte de sua mulher, Jurama Barros Gueiros, em 2019. “Depois do último olhar, olhos fixos ainda abertos, momento de sua partida, tudo ficou cinzento e descobri que a vida não tinha cores que sempre brilhavam nela. Não estavam mais em mim, se foram nos olhos dela”, dizia uma trecho.  

O titular da cadeira de número 4 da Academia Brasileira de Letras (ABL), Carlos Nejar, falou em nome dos homenageados. Disse que a solenidade representava ato de justiça, enaltecendo a atuação do pastor Gedelti. “Estou cheio de condecorações na minha vida”, considerou.  “Mas essa é a que mais me honra”, concluiu, fazendo referência à obra de Deus.  

Compuseram a mesa de convidados o desembargador do Tribunal de Justiça do Distrito Federal José Jacinto Costa Carvalho; a juíza Hermínia Azoury; o subsecretário da Casa Civil Sandro Locutor; o coronel do Exército Saulo Ramos de Carvalho Cavalcante; o membro da Academia Brasileira de Letras (ABL) Luiz Carlos Verzoni Nejar; o procurador do Estado de Minas Gerais Marco Antonio Picone Soares; o jornalista Hélio Dórea e a filha de Gedelti, Jurama Barros Gueiros Bitran. 

Biografia

Pastor da igreja Maranata, Gedelti Gueiros nasceu em Bom Jesus do Itabapoana (RJ), em 19 de novembro de 1931, completou recentemente, portanto, 91 anos de idade. Ele se mudou ainda criança com a família para Vila Velha, onde iniciou seu trabalho na divulgação do evangelho na década de 1960.

Formado em Odontologia pela Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), Gedelti atuou como monitor e, posteriormente, como professor assistente na instituição, além de ser o fundador da disciplina Clínica Protética. Colaborou como cirurgião-dentista da Associação dos Funcionários Públicos do ES (AFPES) de 1959 a 1965 e da Escola de Aprendizes-Marinheiros do ES (Eames).

História da Maranata

A Maranata, igreja cristã evangélica, foi fundada em 3 janeiro de 1968, em Vila Velha, embora o primeiro culto tenha sido realizado em 1967. Seu nome foi retirado da Bíblia em alusão à mensagem de que Jesus voltará. A denominação Igreja Cristã Maranata (ICM), usada hoje, foi oficialmente adotada em 1980.

A sede da igreja, que tem orientação religiosa pentecostal, fica no mesmo município onde surgiu. No entanto, a congregação conta com 5 mil templos, incluindo os do Brasil as do exterior. 

Além de pregar a palavra de Deus, a Maranata tem uma atuação voltada para o lado social, promovendo obras beneficentes. A ICM não pratica o recolhimento de oferta e suas atividades são mantidas por meio de trabalho voluntário. Não há remuneração para pastores, músicos, membros dos corais, professores e até para as pessoas que fazem a limpeza – eles vivem de seus empregos.  

Homenageados

  • Alexandre Ruben Milito Gueiros
  • Amadeu Loureiro Lopes
  • Carlos Laerte Lucas (in memoriam)
  • Fernando Passos Valbão (in memoriam)
  • Hélio de Oliveira Dórea
  • Helmut Meyerfreund (in memoriam)
  • Hermínia da Silveira Azoury
  • Jabes Victalino Teixeira Gueiros
  • Joabe Salaroli Ribeiro
  • João Evangelista Cidade Neto
  • José Jacinto Costa Carvalho
  • Josias Rocha da Silva Junior
  • Júlia Coelho Velloso Fraga
  • Julio Cezar Costa
  • Jurama Barros Gueiros Bitran
  • Luiz Carlos Verzoni Nejar
  • Luiz Eugenio do Rosário Santos
  • Marco Antonio Picone Soares
  • Maria Idalba Soneguette Barros
  • Mauricio Hott Chaves
  • Pablo Batista De Carvalho
  • Raphael Samu (in memoriam)
  • Regina Siqueira Ramalho
  • Rômulo Augusto Penina (in memoriam)
  • Sara Gueiros Dodd
  • Saulo Ramos De Carvalho Cavalcante
  • Solange Antunes Resende
  • Telma Dias Ayres
  • Vitório Gianórdoli (in memoriam)
  • Waldir da Penha
     
Orçamento 2023 recebe 971 emendas
Comissão de Finanças terá até dia 7 de dezembro para acatar ou rejeitar as sugestões feitas à peça
Próximo governo: policiais reforçam demandas
Em reunião na Ales, eles disseram esperar que o governador reeleito atenda pleitos apresentados durante campanha eleitoral
Chuvas: Ales sinaliza apoio aos municípios
Legislativo coloca-se pronto para atender e ratificar situações oficiais de calamidade pública, permitindo agilidade no repasse de recursos estaduais 
Bahiense quer prevenção a novos atentados em escolas
Presidente da Comissão de Proteção à Criança e ao Adolescente propõe medidas de segurança, como botão de pânico, câmeras de monitoramento e vigilância armada
Orçamento 2023 recebe 971 emendas
Comissão de Finanças terá até dia 7 de dezembro para acatar ou rejeitar as sugestões feitas à peça
Próximo governo: policiais reforçam demandas
Em reunião na Ales, eles disseram esperar que o governador reeleito atenda pleitos apresentados durante campanha eleitoral
Chuvas: Ales sinaliza apoio aos municípios
Legislativo coloca-se pronto para atender e ratificar situações oficiais de calamidade pública, permitindo agilidade no repasse de recursos estaduais