Assembleia homenageia trabalho da Maçonaria

Maçons realizam serviços de filantropia e ações sociais destinadas aos mais necessitados

Por Gleyson Tete, com edição de Angèle Murad | Atualizado há 24 dias

Sete pessoas, sendo 4 homens de terno, 2 jovens com capa preta e uma jovem de veste branca
Iniciativa da homenagem foi de Doutor Hércules / Foto: Ana Salles

Na noite dessa segunda-feira (7), a Assembleia Legislativa (Ales) homenageou a Maçonaria e, em especial, o Grande Oriente do Brasil (GOB), instituição que completou dois séculos de existência em 2022. Na solenidade, os presentes destacaram o papel social dos maçons e a participação deles em eventos importantes para a história do Brasil. 

A sessão solene teve como proponente o deputado estadual Doutor Hércules (Patri), que afirmou que a Maçonaria atua para melhorar a vida das pessoas. “Aperfeiçoa o homem e a mulher e coloca os jovens no caminho do patriotismo. Lapida o ser humano da pedra bruta para virar uma pessoa melhor. (...) É preciso mostrar a transformação que a Maçonaria faz com as pessoas. Elas mudam para o bem”, salientou.

Álbum de fotos da solene

O soberano grão-mestre geral do GOB, Múcio Bonifácio Guimarães, recebeu o Título de Cidadão Espírito-Santense. Ele falou que os membros estão fazendo este ano uma reflexão a respeito do papel da Maçonaria e do GOB. “Quando se fala em dois séculos de existência é algo extraordinário, são pouquíssimas instituições que completam 200 anos. Não deveria ser assim, mas somos a única instituição do terceiro setor a completar dois séculos”, pontuou. 

Guimarães enfatizou que, durante esse período, o mundo passou por transformações enormes, como duas guerras mundiais, crises econômicas e sociológicas, vivenciou desafios na área da saúde, como epidemias, e que a maçonaria superou todos os obstáculos com eficiência. De acordo com o grão-mestre, os maçons estiveram presentes na Independência do Brasil, na Proclamação da República e no processo de redemocratização do país.

Ele explicou que o GOB foi o embrião de outras ordens no Brasil, tendo enfrentado duas grandes questões na sua trajetória: em 1927, com o surgimento das grandes lojas; e em 1973, com as unidades maçônicas. “Não enxergamos como cisão, mas como ponto de vista de unificação das atividades. O propósito é só um: servir à Pátria, o respeito à família e a prática da ética, moral e bons costumes”, exaltou. 

Segundo Jussane Guimarães, presidente nacional da Fraternidade Feminina Cruzeiro do Sul, a instituição foi fundada em 1967 e é composta por mulheres que colaboram com a filantropia e as obras de caridade. “O objetivo da Maçonaria é tornar a sociedade cada vez melhor”, ressaltou. A presidente estadual Abigail Teixeira reforçou o papel delas como braço social da organização. “São muitas ações filantrópicas voltadas para aqueles que não foram atendidos pelo poder público”, completou. 

Mesa

Além dos citados, compuseram a mesa do evento Hélio Soares da Luz Sodré, José Francisco Milagres Rabello, Euclésio Ribeiro da Silva, Luiz Alberto Teixeira e José Olívio Grillo (todos do Grande Oriente do Brasil); o venerável mestre da Loja Maçônica União e Progresso, José Augusto César de Souza; o futuro vereador por Vitória e integrante da Loja Beneficência Sete, Leonardo Monjardim (Patri); e o juiz do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-ES) Lauro Coimbra.

Deputados: Doutor Hércules
Orçamento 2023 recebe 971 emendas
Comissão de Finanças terá até dia 7 de dezembro para acatar ou rejeitar as sugestões feitas à peça
Próximo governo: policiais reforçam demandas
Em reunião na Ales, eles disseram esperar que o governador reeleito atenda pleitos apresentados durante campanha eleitoral
Chuvas: Ales sinaliza apoio aos municípios
Legislativo coloca-se pronto para atender e ratificar situações oficiais de calamidade pública, permitindo agilidade no repasse de recursos estaduais 
Bahiense quer prevenção a novos atentados em escolas
Presidente da Comissão de Proteção à Criança e ao Adolescente propõe medidas de segurança, como botão de pânico, câmeras de monitoramento e vigilância armada
Orçamento 2023 recebe 971 emendas
Comissão de Finanças terá até dia 7 de dezembro para acatar ou rejeitar as sugestões feitas à peça
Próximo governo: policiais reforçam demandas
Em reunião na Ales, eles disseram esperar que o governador reeleito atenda pleitos apresentados durante campanha eleitoral
Chuvas: Ales sinaliza apoio aos municípios
Legislativo coloca-se pronto para atender e ratificar situações oficiais de calamidade pública, permitindo agilidade no repasse de recursos estaduais