Hotel pet é interditado em Jardim Camburi

Ação foi realizada pela CPI dos Maus-Tratos contra os Animais em parceria com Prefeitura de Vitória

Por WebAles | Atualizado há 3 meses

Membros da CPI e da prefeitura em ação
Hotel clandestino abrigava 13 cães, que foram encaminhados a uma clínica veterinária / Foto: Divulgação/Assessoria de comunicação

Um hotel para animais de estimação, que funcionava como clínica veterinária sem alvará, em Jardim Camburi, foi interditado por atuação da CPI dos Maus-Tratos contra os Animais. A ação realizada nesta quinta-feira (13) teve apoio da Secretaria Municipal de Bem-Estar Animal de Vitória.

A responsável pelo estabelecimento chegou a ser presa, mas foi solta na tarde desta sexta-feira (14), após pagamento de fiança. Ela poderá perder o registro caso o Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV) acate o pedido da CPI para a abertura de um processo investigativo. O objetivo é saber se houve prática delituosa e negligência profissional.

A CPI adiantou que solicitará à Delegacia de Meio Ambiente a abertura de um inquérito. Uma vez que os fatos sejam encaminhados ao Ministério Público Estadual (MPE-ES), poderá ser feita denúncia e aberto processo criminal por maus-tratos e comércio ilegal de animais.

A ação foi realizada após denúncias recebidas pela CPI da Assembleia Legislativa (Ales) serem encaminhadas ao MPE-ES e à Prefeitura de Vitória. Os maus-tratos, a insalubridade e falta de adequação sanitária do local foram constatados pela gerente de Bem-Estar Animal, Katiuscia Oliveira, e do veterinário Marcelo Carvalho.

“Esse dito hotel na verdade não tem a menor estrutura para receber esses animais, apesar de a proprietária ser médica veterinária com registro no conselho regional da categoria. O que vemos ali não é uma postura condizente com o que se espera de um profissional da saúde animal”, declarou a deputada Janete de Sá (PSB), presidente da CPI.

O hotel clandestino abrigava 13 cães, que foram encaminhados a uma clínica veterinária para receber os cuidados necessários – um deles em aparente situação de debilidade. Também foram retirados do local dois gatos e um jabuti.

Segundo a denúncia, as fêmeas (algumas em baias apertadas e sem condições de mobilidade) eram usadas com fins de procriação sem receber os cuidados veterinários necessários. Os filhotes de raça eram comercializados.

Parceria busca aprimorar trabalho de servidores
Ales e Esesp assinaram termo de cooperação que promove intercâmbio e possibilita a servidores públicos participar de diferentes atividades promovidas pelas instituiç...
Bahiense: segurança pública como prioridade
Parlamentar reeleito diz que vai lutar pela melhoria da remuneração e das condições de trabalho dos servidores da área 
Zé Preto: maior atenção para a saúde pública
Parlamentar quer políticas públicas direcionadas para a população mais carente, principalmente, no atendimento em saúde
Iniciativa quer reduzir afogamentos no estado
Proposta apresentada no Legislativo busca orientar e prevenir que banhistas sejam vítimas de afogamentos
Parceria busca aprimorar trabalho de servidores
Ales e Esesp assinaram termo de cooperação que promove intercâmbio e possibilita a servidores públicos participar de diferentes atividades promovidas pelas instituiç...
Bahiense: segurança pública como prioridade
Parlamentar reeleito diz que vai lutar pela melhoria da remuneração e das condições de trabalho dos servidores da área 
Zé Preto: maior atenção para a saúde pública
Parlamentar quer políticas públicas direcionadas para a população mais carente, principalmente, no atendimento em saúde