Maternidade precoce é alvo de discursos na Ales

Tema foi abordado por Doutor Hércules, Favatto e Bahiense na sessão ordinária desta quarta-feira 

Por João Caetano Vargas, com edição de Angèle Murad | Atualizado há 1 mês

Gestante com barriga à mostra deitada enquanto mulher vê imagens em monitor
Papel do poder público na prevenção e acompanhamento das famílias foi destacado na sessão / Foto: André Borges/Agência Brasília

A maternidade prematura pautou o discurso de parlamentares na sessão ordinária virtual desta quarta-feira (10). O deputado Doutor Hércules (Patri) cobrou ações do Poder Executivo, em todas as esferas, para a realização de trabalho preventivo, visando diminuir os índices de crianças entre 10 e 14 anos que acabam se tornando mães precocemente e, por conta disso, acabam tendo de abrir mão de sua infância.

“As meninas de 10 a 14 anos deveriam estar brincando de boneca, mas estão brincando com um neném no colo. Nós temos que dar um basta nisso. As autoridades nesse assunto estão muito omissas. Porque nós aqui temos o microfone, a tribuna pra falar, mas a ação direta é do Poder Executivo, municipal, estadual e federal, eles que têm que tomar conta disso”, exigiu.

Álbum de fotos da sessão

O deputado Delegado Danilo Bahiense (PL) endossou o discurso do colega e apresentou dados: “Nossas crianças estão dando à luz numa idade muito tenra, 299 partos de meninas de 10 a 14 anos no ano passado (no Espírito Santo) e registrar também que nós tivemos, no ano passado, o registro de 1.077 estupros de vulneráveis, o que é lamentável”, avaliou o parlamentar.

Agentes de saúde

Já o deputado Dr. Rafael Favatto (Patri) ressaltou o papel dos agentes comunitários de saúde no trabalho de prevenção e de acompanhamento das famílias. O parlamentar cobrou a valorização da categoria por parte do Poder Executivo.

“O município, o Estado, Secretaria de Assistência Social, Secretaria de Saúde, precisam estar envolvidos com essas famílias. E uma maneira de estarem envolvidos é a valorização dos agentes comunitários de saúde. Eles têm um papel fundamental nesse relacionamento com as famílias. Nós precisamos fortalecer esses vínculos entre o poder público e a sociedade”, defendeu.

Violência obstétrica

Doutor Hércules também falou sobre violência obstétrica e citou um caso de uma mãe que ganhou na Justiça o direito de ser indenizada, pelo fato de o hospital ter impedido o pai da criança de acompanhar o parto de seu filho.

“O morador de Cachoeiro de Itapemirim e sua mulher vão receber indenização de R$ 15 mil após a decisão da Justiça. Isso é uma luta nossa de muito tempo. Nós já fizemos aqui, na Assembleia Legislativa, audiência pública sobre violência obstétrica e depois fizemos a audiência também lá no Hospital das Clínicas”, afirmou o médico.

Ordem do dia

Nove propostas constavam para análise em regime de urgência na sessão desta quarta. Mas o primeiro veto – aposto a projeto sobre monitoramento por vídeo no transporte escolar (PL 760/2019) – não foi relatado pela Comissão de Justiça, permanecendo, assim, trancada a pauta de votações. As matérias voltam à ordem do dia na próxima sessão ordinária, na segunda-feira (15).

Vetos e urgências que aguardam votação  

Saúde nasal: tratamentos e riscos em pauta
Comissão recebe especialista para discutir causas de congestionamento nasal e as consequências do uso inadequado de remédios
Apuração dos votos é feita em tempo real
Resultado das eleições pode ser acompanhado por aplicativos e plataforma do TSE na internet
Projeto visa recuperar direitos de servidores
Proposta assegura que o tempo de trabalho durante a crise sanitária da Covid seja contabilizado para a concessão de direitos como quinquênios e licenças-prêmio 
Homens estão entre as principais vítimas de suicídio
Morte autoprovocada é quase quatro vezes maior entre homens e a terceira principal causa de óbito na faixa de 15 a 29 anos, apontam dados oficiais
Saúde nasal: tratamentos e riscos em pauta
Comissão recebe especialista para discutir causas de congestionamento nasal e as consequências do uso inadequado de remédios
Apuração dos votos é feita em tempo real
Resultado das eleições pode ser acompanhado por aplicativos e plataforma do TSE na internet
Projeto visa recuperar direitos de servidores
Proposta assegura que o tempo de trabalho durante a crise sanitária da Covid seja contabilizado para a concessão de direitos como quinquênios e licenças-prêmio