Proposta prevê acesso a alvarás via QR Code

Iniciativa quer permitir que estabelecimentos substituam cartazes e placas por código para acesso a alvarás, licenças e outras informações exigidas por lei

Por Wanderley Araújo, com edição de Nicolle Expósito

Pessoa lê QR Code com celular
Medida poderá reduzir quantidade de placas e cartazes afixados nos estabelecimentos / Foto: Gettt Images

Os estabelecimentos comerciais, industriais e outros segmentos são obrigados, em todo o país, a cumprir uma série de regras relativas a questões como higiene, segurança e ordem pública. 

Para informar ao público sobre as legislações e portarias relacionadas a essas normas, os empresários precisam afixar placas e cartazes referentes a licenças, alvarás e normas - como o Código de Defesa do Consumidor - direcionados aos clientes e à fiscalização. 

Mas no Espírito Santo a obrigatoriedade de disponibilizar esses avisos em meio físico pode ser extinta, pois o deputado Pr. Marcos Mansur (PSDB) apresentou o Projeto de Lei (PL) 319/2022, que possibilita reunir tais informações em QR Code. Essa versão bidimensional do código de barras pode ser lida por meio da câmera de smartphones. 

Caso vire lei, o consumidor, ao acessar um restaurante, por exemplo, será avisado por meio de mensagem, em local de fácil visualização, de que por meio do QR Code é possível saber todas as regras legais que disciplinam o funcionamento do local.

Conforme o projeto, o QR Code deverá conter a seguinte frase: “Placas exigidas através de Leis Estaduais.” E haverá uma seta apontada para o código. 

A medida proposta é facultativa, ou seja, o comércio ou outro tipo de estabelecimento privado que não quiser usar o dispositivo pode continuar informando ao público da maneira convencional. 

De acordo com despacho da Presidência da Mesa, o PL elaborado por Marcos Mansur será analisado preliminarmente pelas comissões de Justiça, Defesa do Consumidor e Finanças. 

Jaraguá do Sul 

A assessoria jurídica do parlamentar autor da proposta explicou que a medida é inspirada em iniciativas semelhantes apresentadas em alguns municípios brasileiros e que a ideia é diminuir a quantidade de material informativo disposto em paredes dos estabelecimentos. 

Em Jaraguá do Sul (SC) os vereadores aprovaram projeto de lei que altera o código de posturas do município, permitindo aos estabelecimentos disponibilizar avisos e documentos por meio de QR Code. 

Os integrantes da Câmara de Jaraguá entenderam também que a proposta representa economia ao bolso do empresário e diminui o impacto ambiental, ao descartar a necessidade de impressão de tantos papéis. 

Temas: qr code
Deputados: Pr. Marcos Mansur
Proposta homenageia escritor capixaba
Iniciativa declara Amâncio Pinto Pereira patrono da Educação no Espírito Santo e busca dar visibilidade à produção literária do capixaba
Bancos de leite amparam mulheres na amamentação
Além de prover bebês internados com o leite doado, essas instituições também orientam mães no aleitamento  
Matéria veda homenagem a escravocratas
Prédios públicos também não poderão ter o nome de defensores da ditadura militar, nazistas, condenados por racismo, entre outros
Condutor de viatura pode ficar isento de pagar CNH
Proposta beneficia servidores das polícias Civil, Militar, Penal, Bombeiro Militar e do Iases responsáveis pela condução de veículos dos órgãos
Proposta homenageia escritor capixaba
Iniciativa declara Amâncio Pinto Pereira patrono da Educação no Espírito Santo e busca dar visibilidade à produção literária do capixaba
Bancos de leite amparam mulheres na amamentação
Além de prover bebês internados com o leite doado, essas instituições também orientam mães no aleitamento  
Matéria veda homenagem a escravocratas
Prédios públicos também não poderão ter o nome de defensores da ditadura militar, nazistas, condenados por racismo, entre outros