PLC inclui geógrafos em carreira do Executivo

Gandini e Majeski assinam proposta conjunta para que a carreira de analista do Executivo abrigue também esses profissionais

Por João Caetano Vargas, com edição de Angèle Murad

Homem agachado em solo rochoso com aparelho nas mãos
Segundo autores, os geógrafos podem exercer as atribuições da carreira estabelecidas em lei / Foto: Iema

Tramita no Legislativo estadual uma proposta que inclui os bacharéis em geografia entre os profissionais admissíveis para a carreira de analista do Executivo. O Projeto de Lei Complementar (PLC) 35/2022, de autoria dos deputados Gandini (Cidadania) e Sergio Majeski (PSDB), altera a Lei Complementar (LC) 1.005/2022.

A referida LC alterou a LC 633/2012, que reestrutura a carreira de analista do Executivo. A modificação, sancionada em abril, aumentou de 24 para 37 as opções de formação superior para ingresso na função. Os parlamentares basearam a proposta em uma demanda encaminhada pela Associação dos Geógrafos Brasileiros (AGB) e da Associação dos Geógrafos Profissionais do ES (Aprogeo-ES).

“O profissional com esta formação pode exercer satisfatoriamente as atribuições estabelecidas na lei, tais como pesquisar dados e proceder estudos comparativos, elaborar relatório, estudos e pesquisas e pareceres, bem como analisar, diagnosticar e acompanhar e avaliar programas, projetos e ações”, justificam os autores na matéria.

Atualmente a carreira de analista do Executivo admite profissionais com as seguintes formações: administração; ciências contábeis, sociais, econômicas e da computação; direito; antropologia; artes cênicas, plásticas e visuais; arquivologia; biblioteconomia; comunicação social; educação física; história; letras; literatura; museologia; música; nutrição; pedagogia; psicologia; serviço social; turismo; arquitetura e urbanismo; engenharias civil, elétrica, ambiental, mecânica, florestal, agronômica, química e cartográfica/agrimensura e da computação; estatística; análise de sistemas; e sistemas de Informação. 

Tramitação

A matéria foi lida na sessão ordinária do dia 4 de julho e vai receber parecer da Comissão de Justiça. No dia 13 de julho o deputado Gandini protocolou requerimento de urgência para que a proposta tenha tramitação mais rápida. 
 

Projeto visa recuperar direitos de servidores
Proposta assegura que o tempo de trabalho durante a crise sanitária da Covid seja contabilizado para a concessão de direitos como quinquênios e licenças-prêmio 
Homens estão entre as principais vítimas de suicídio
Morte autoprovocada é quase quatro vezes maior entre homens e a terceira principal causa de óbito na faixa de 15 a 29 anos, apontam dados oficiais
"Cola" é recurso para ajudar eleitor a votar
Anotar os números dos candidatos diminui consideravelmente chance de erros na hora da votação e contribui para agilizar processo
PEC da Polícia Científica começa a tramitar
Iniciativa desvincula os peritos da PCES, reforçando autonomia e independência da categoria. Cinco emendas já foram apresentadas à proposta
Projeto visa recuperar direitos de servidores
Proposta assegura que o tempo de trabalho durante a crise sanitária da Covid seja contabilizado para a concessão de direitos como quinquênios e licenças-prêmio 
Homens estão entre as principais vítimas de suicídio
Morte autoprovocada é quase quatro vezes maior entre homens e a terceira principal causa de óbito na faixa de 15 a 29 anos, apontam dados oficiais
"Cola" é recurso para ajudar eleitor a votar
Anotar os números dos candidatos diminui consideravelmente chance de erros na hora da votação e contribui para agilizar processo