Comenda na educação é entregue na Assembleia

Trinta educadores e empresários do ramo receberam a Comenda Chanceler Waldeth Nunes Theodoro em sessão solene nesta terça de manhã

Por Larissa Lacerda, com edição de Angèle Murad

Pessoas em pé atrás de mesa do Plenário
É de Mameri a iniciativa de homenagear profissionais da educação / Foto: Tonico

Profissionais da área da educação foram homenageados em sessão solene na manhã desta terça-feira (28). Ao todo, 30 educadores e empresários foram agraciados com a Comenda do Mérito Legislativo Chanceler Waldeth Nunes Theodoro, instituída na Casa para homenagear trabalhadores de instituições educacionais que promovem o empreendedorismo e a inovação no Espírito Santo.

Requerida pela Mesa Diretora, a solene foi presidida pelo deputado Dr. Emílio Mameri (PSDB) autor da Comenda. “Agradeço a vocês por se doarem e contribuírem para a educação do nosso Estado. Profissionais reconhecidos pela missão de transformar a sociedade através da educação. A educação potencializa o indivíduo, desenvolve a autonomia, o senso crítico, prepara para o exercício da cidadania e abre portas para o mercado de trabalho”, destacou o deputado. 

Fotos da sessão solene

A professora Maria da Graça Pinheiro, que atua há mais de 40 anos com educação, falou em nome dos professores homenageados.  “A educação é o pilar principal da sociedade e cidadania. Por meio dela tudo acontece. A educação nos liberta, nos torna soberanos. A educação nos transforma. É muito gratificante transformar a vida das pessoas e prepara-las para o futuro”, declarou.

Já a secretária de Educação da Serra, Fabiana Negreli Passos Moreira, discursou em nome dos secretários municipais presentes. Ela destacou os desafios de atuar na educação pública. “Me solidarizo aos gestores que ainda se encontram esperançosos e imbuídos de contribuir com as cidades as quais prestamos serviços. Quão melhor for nossa capacidade de prestar atuar com qualidade, maior o impacto que podemos gerar nos cidadãos. E essa homenagem chega com um toque muito especial, porque traz o nome de uma mulher que se dispôs de forma pioneira a transformar seu tempo, em um tempo em que as mulheres não tinha voz ou vez. De liderar pessoas sem perder a humanidade”, concluiu.

Waldeth Nunes Theodoro

Nascida em Colatina em 1929, Waldeth Nunes Theodoro dedicou sua vida à educação e desenvolvimento. Formada em Serviço Social, Filosofia, Ciências e Letras, com especialização em Administração Escolar, foi professora durante 30 anos em diversas instituições do estado. Em 1972, ela e o marido, Antário Alexandre Theodoro, a Faesa, hoje centro universitário. A instituição foi a primeira a ofertar o curso superior em Administração na Grande Vitória, com aulas à noite. Waldeth morreu em 2021. Ela completaria 92 anos nesta sexta-feira (1º).

Homenageados

  1. Alexandre Nunes Theodoro
  2. Antário Alexandre Theodoro (in memoriam)
  3. Guilherme Alexandre Nunes Theodoro 
  4. Ana Karina de Abreu Costa Wiermann 
  5. Fabiana Negreli Passos Moreira
  6. Sayury Silva de Otoni 
  7. Joelma Cellin
  8. Silvana Maria Laquini Moro
  9. Aprígio da Silva Freire (in memoriam) (representado por Maria Júlia Freire) 
  10. Guilherme Viggiano Fonseca
  11. Ilza Gobbi Passos
  12. Silvana Fernandes Cezar 
  13. Sérgio Zamberlan 
  14. Cícero Alves de Oliveira
  15. Vanir Carvalho Perozini 
  16. Kátia Wietchesky 
  17. Marlene Silva Teixeira de Souza
  18. Luis Carlos Loss Lopes 
  19. Carmelita Lapa 
  20. Pedro Paulo Alves Corrêa 
  21. Élio Serrano 
  22. Carla Letícia Alvarenga Leite 
  23. Thiago Bernardo de Souza: 
  24. Mônica Miranda Baiense Scaramussa 
  25. Eliane Mara Sobral Lima
  26. Gilson Mendes Ferreira 
  27. Maria da Graça Pinheiro
  28. Luiz Fernando Schettino 
  29. Ineida Mara Santos 
  30. Ronald de Souza Rohr 
Proposta homenageia escritor capixaba
Iniciativa declara Amâncio Pinto Pereira patrono da Educação no Espírito Santo e busca dar visibilidade à produção literária do capixaba
Bancos de leite amparam mulheres na amamentação
Além de prover bebês internados com o leite doado, essas instituições também orientam mães no aleitamento  
Matéria veda homenagem a escravocratas
Prédios públicos também não poderão ter o nome de defensores da ditadura militar, nazistas, condenados por racismo, entre outros
Condutor de viatura pode ficar isento de pagar CNH
Proposta beneficia servidores das polícias Civil, Militar, Penal, Bombeiro Militar e do Iases responsáveis pela condução de veículos dos órgãos
Proposta homenageia escritor capixaba
Iniciativa declara Amâncio Pinto Pereira patrono da Educação no Espírito Santo e busca dar visibilidade à produção literária do capixaba
Bancos de leite amparam mulheres na amamentação
Além de prover bebês internados com o leite doado, essas instituições também orientam mães no aleitamento  
Matéria veda homenagem a escravocratas
Prédios públicos também não poderão ter o nome de defensores da ditadura militar, nazistas, condenados por racismo, entre outros