Audiência discute obra no canal do Rio Marinho

Governo estadual explicou atraso na licitação das obras de macrodrenagem em reunião pública realizada pela Comissão de Infraestrutura em Cariacica

Por Silvia Magna, com edição de Angèle Murad

Homem de costas em pé ao microfone, ao lado atrás de mesa pessoas sentadas e à frente o público
Moradores e autoridades participaram de audiência pública / Foto: Assessoria de Marcelo Santos

A contratação das obras de macrodrenagem do Canal do Rio Marinho foi pauta de audiência pública da Comissão de Infraestrutura que aconteceu na noite de segunda-feira (27). O colegiado reuniu comunidade e autoridades locais na Escola Municipal de Ensino Fundamental São Jorge, em Cariacica, para debater a situação dos moradores que convivem há anos com os problemas causados pela estrutura inadequada do canal.

De acordo com a subsecretária de Estado de Desenvolvimento Urbano do Espírito Santo (Sedurb), Zilma Peterli Lyra, os recursos para a construção das estruturas estão garantidos. Ela explicou que as licitações foram preparadas em 2020, mas a chegada da crise sanitária fez com que as empresas aumentassem os valores e, com isso, o edital precisou ser refeito.

“A licitação já está na rua. Hoje (27) saiu o edital e a nossa expectativa é que no final de agosto possamos dar a ordem de serviço. O custo total da obra é de R$ 250 milhões. Mas a pandemia de Covid-19 elevou esse valor e os preços ficaram exorbitantes por causa da pandemia”, alegou.

Zilma afirmou que a estrutura a ser construída aumentará a capacidade de escoamento da água na extensão do canal, mesmo em épocas de chuvas intensas. A gestora informou que, além disso, um dique será construído paralelamente a uma das estações de bombeamento.  

“Esperamos que agora venha uma empresa boa para realizar a obra. O mais importante de uma drenagem é a água ter por onde escoar. Por isso serão construídas duas estações de bombeamento, com oito bombas cada uma. Elas estarão localizadas ao lado do dique e na saída da baía de Vitória. Os equipamentos estarão constantemente ligados durante períodos chuvosos e contam com um sistema que garante seu funcionamento mesmo em caso de falta de energia. É um sistema automatizado, com sensor de nível com desligamento automático em caso de cheia do canal”, explicou a subsecretária.

O presidente do colegiado, deputado Marcelo Santos (Podemos) falou sobre a intervenção. Ele informou que um novo encontro será realizado em algumas semanas para apresentar o projeto e debater novos pontos. 

“A capacidade das estações que serão construídas é bem maior do que temos hoje em Vitória. É a maior da América do Sul, justamente para enfrentarmos esse problema das chuvas. Com a mudança do edital esperamos conseguir empresas capazes de realizar as obras. Essa é uma obra de Estado, com dinheiro já previsto em orçamento e recurso garantido. O que falta é finalizar a parte burocrática e iniciar as obras”, disse. 

“É uma obra muito esperada pelos moradores dessa região que sofrem com enchentes e outros problemas como sujeira no canal”, disse o proponente do encontro, vereador Juares Gonçalves Valadão (PMN).

Comissões: Infraestrutura
Projeto visa recuperar direitos de servidores
Proposta assegura que o tempo de trabalho durante a crise sanitária da Covid seja contabilizado para a concessão de direitos como quinquênios e licenças-prêmio 
Homens estão entre as principais vítimas de suicídio
Morte autoprovocada é quase quatro vezes maior entre homens e a terceira principal causa de óbito na faixa de 15 a 29 anos, apontam dados oficiais
"Cola" é recurso para ajudar eleitor a votar
Anotar os números dos candidatos diminui consideravelmente chance de erros na hora da votação e contribui para agilizar processo
PEC da Polícia Científica começa a tramitar
Iniciativa desvincula os peritos da PCES, reforçando autonomia e independência da categoria. Cinco emendas já foram apresentadas à proposta
Projeto visa recuperar direitos de servidores
Proposta assegura que o tempo de trabalho durante a crise sanitária da Covid seja contabilizado para a concessão de direitos como quinquênios e licenças-prêmio 
Homens estão entre as principais vítimas de suicídio
Morte autoprovocada é quase quatro vezes maior entre homens e a terceira principal causa de óbito na faixa de 15 a 29 anos, apontam dados oficiais
"Cola" é recurso para ajudar eleitor a votar
Anotar os números dos candidatos diminui consideravelmente chance de erros na hora da votação e contribui para agilizar processo