Doze projetos começam a tramitar no Legislativo

Apesar de veto do governador que encabeçava pauta de votações não ter sido analisado, 12 matérias receberam autorização para começar a tramitar

Por Marcos Bonn, com edição de Angèle Murad | Atualizado há 10 dias

Deputados sentados e em pé no Plenário Dirceu Cardoso
Plenário volta a se reunir na próxima segunda-feira / Foto: Lucas S. Costa

A pauta de votações da sessão ordinária desta quarta-feira (22) continuou obstruída porque a Comissão de Justiça não emitiu parecer sobre o veto do governo ao Projeto de Lei (PL) 164/2022, prevalecendo-se do prazo assegurado pelo Regimento Interno para relatar a proposiçao. A matéria do Coronel Alexandre Quintino (PDT), que encabeçava a Ordem do Dia, foi vetada integralmente e retira das farmácias a obrigação legal de informar ao consumidor, em caso de promoção, o valor da oferta e o preço anterior praticado para a comercialização do produto ou serviço. 

Na Fase de Expediente, os deputados aprovaram a tramitação em regime de urgência de duas propostas de Theodorico Ferraço (PP). O PL 282/2022 inclui sob a responsabilidade do Estado a estrada entre Gironda e a Fábrica de Cimento, em Cachoeiro de Itapemirim, ligando as Rodovias ES-164 e ES-482.

O PL 283/2022 é parecido e pretende inserir, no plano rodoviário estadual, a Estrada do Valão (paralela à antiga linha ferroviária). Essa via conecta Morro Grande, a Escola Técnica, as Faculdades de Direito e de Ciências Contábeis ao distrito industrial de São Joaquim, no mesmo município do sul capixaba. 

Álbum de fotos da sessão ordinária

Novos projetos

Além desses, outros 10 começaram a tramitar na Casa, totalizando 12 novos projetos. Ferraço é autor de mais quatro que visam repassar para a administração estadual trechos rodoviários em Cachoeiro, Alegre e Vargem Alta (PLs 288, 289 e 290, todos de 2022). O PL 291/2022, de Marcos Garcia (PP), tem proposta similar para trecho em Linhares. Conforme o despacho da Mesa Diretora, essas propostas devem passar pelo crivo dos colegiados de Justiça, Infraestrutura e Finanças.

Danilo Bahiense (PL) assina duas propostas. O PL 285/2022 torna proporcionais à validade da CNH as tarifas cobradas pelo Detran/ES. “Enquanto um cidadão que tem a sua carteira válida por 10 anos paga cerca de R$ 400 para revalidar, o cidadão que tem idade acima de 70 anos paga R$ 1.367,88, o que é uma injustiça”, avaliou o delegado durante a sessão.  

Pela proposta, a validade da CNH vai variar de acordo com a idade do condutor: 10 anos para motoristas com até 50 anos; 5 para aqueles com mais de 50 e menos de 70; e três para os que têm mais de 70 anos de idade. A proposição tramitará nas comissões de Justiça, Mobilidade Urbana e Finanças.

Já o PL 284/2022 reconhece o efetivo risco da atividade de advocacia no Espírito Santo a título de acesso ao porte de arma concedido pela Polícia Federal. Os deputados dos colegiados de Justiça, de Segurança e de Finanças emitirão parecer sobre o texto.  

O Projeto de Lei 281/2022, cuja autoria é de Dary Pagung (PSB), permite que pagamentos de fianças sejam feitos via PIX. A matéria passará pelas comissões de Justiça, Cidadania e Finanças. 

Já Bruno Lamas (PSB), por meio do PL 280/2022, propõe o nome de Antonio Alves de Moura (Baianinho) para a praça do viaduto entre as avenidas Boa Vista e João Palácio, no município de Serra. A proposição receberá parecer terminativo no colegiado de Justiça.

Por fim, o Projeto de Lei 286/2022, protocolado por Renzo Vasconcelos (PSC), declara o artesanato com conchas em Piúma patrimônio cultural imaterial do Estado. A proposta será avaliada pelas comissões de Justiça, Cultura, Finanças. 

Temas: veto
PLs incluem estradas do sul em plano estadual
Quatro vias em Cachoeiro, uma em Alegre e outra em Vargem Alta podem passar a fazer parte da malha rodoviária estadual
Doutor Hércules alerta para risco da diabetes
Parlamentar repercutiu, na sessão, dado da Sociedade Brasileira de Angiologia sobre amputação em decorrência da doença 
PLC fixa número de policiais por habitante
Proposta começou a tramitar na sessão ordinária desta quarta, quando também foi lido projeto que reduz o ICMS da gasolina
Farmácias seguem tendo que informar sobre ofertas
Ales manteve veto do governo a projeto que desobriga segmento farmacêutico de informar ao consumidor comparativo com o preço anterior ao promocional
PLs incluem estradas do sul em plano estadual
Quatro vias em Cachoeiro, uma em Alegre e outra em Vargem Alta podem passar a fazer parte da malha rodoviária estadual
Doutor Hércules alerta para risco da diabetes
Parlamentar repercutiu, na sessão, dado da Sociedade Brasileira de Angiologia sobre amputação em decorrência da doença 
PLC fixa número de policiais por habitante
Proposta começou a tramitar na sessão ordinária desta quarta, quando também foi lido projeto que reduz o ICMS da gasolina