Ales expõe trabalhos da artista Zeth Aguiar

Exposição "Terra plana: cartografias de uma pandemia" traz 26 obras que relacionam período de confinamento com embarcações e mapas

Por Aldo Aldesco, com edição de Nicolle Expósito

Homem e mulher observam e comentam exposição com quadros
Público pode conferir a exposição até o dia 29 de junho, no Pilotis da Ales / Foto: Lucas S. Costa

Foi aberta nesta segunda-feira (20) a exposição Terra plana: cartografias de uma pandemia, da artista plástica capixaba Zeth Aguiar. A mostra está localizada na Galeria Elpídio Malaquias, no Pilotis da Assembleia Legislativa (Ales), e vai até o dia 29 de junho. A exposição tem a organização da Comissão de Cultura e Comunicação Social da Ales, presidida pela deputada Iriny Lopes (PT).

São 26 obras que interpretam e relacionam o período de confinamento da pandemia do coronavírus com mapas, mares, embarcações, símbolos de navegação e diferentes civilizações. Cada peça da exposição corresponde a uma região do planeta, com seus barcos, não necessariamente representando os tempos atuais. Por exemplo, no Caribe, navegam embarcações piratas da época colonial.

Metáfora da pandemia

De acordo com a autora, a exposição é uma metáfora do período pandêmico e as restrições que o confinamento provocou em toda a sociedade. “No meu isolamento por causa da pandemia, comecei a pintar mapas e fazer ligações desses mapas com a comunicação feita por outros meios que não os meios diretos, mas por telefone, WhatsApp, lives. A partir daí o trabalho foi tomando corpo, ganhando um conceito dentro de mim, uma visão do mundo fechado. O barco tem um significado de esquife [pequenas embarcações]. É um espaço fechado, com água por todos os lados. Dali você não pode sair”, explicou.

Zeth Aguiar afirmou que a ideia de fazer um mapa-múndi foi sendo construída no decorrer do trabalho, à medida que incorporava novos ingredientes, como símbolos de navegação, acrescentando regiões, até culminar com um mapa com todos os continentes e barcos. “Cada barco tem a ver com cada cultura. O mapa é uma superfície bidimensional. Tem todo um movimento terraplanista. Mas minha terra plana tem a ver com o mapa. A nossa Terra ficou planificada, sem profundidade, perdemos uma terceira dimensão, que é a dimensão do abraço, da presença”, analisou.

A técnica da pintura inclui acrílico sobre tela, montagens gráficas de carimbos e colagens com papel.   
 

Comissões: Cultura
Matéria veda homenagem a escravocratas
Prédios públicos também não poderão ter o nome de defensores da ditadura militar, nazistas, condenados por racismo, entre outros
Condutor de viatura pode ficar isento de pagar CNH
Proposta beneficia servidores das polícias Civil, Militar, Penal, Bombeiro Militar e do Iases responsáveis pela condução de veículos dos órgãos
Reunião debate segurança em transporte escolar
Segundo advogado, motoristas de aplicativo estariam realizando transporte de estudantes de forma irregular
Deputado alerta para uso responsável de auxílio
Majeski criticou oferta de crédito consignado para o Auxílio Brasil e lembrou os altos juros cobrados nos empréstimos
Matéria veda homenagem a escravocratas
Prédios públicos também não poderão ter o nome de defensores da ditadura militar, nazistas, condenados por racismo, entre outros
Condutor de viatura pode ficar isento de pagar CNH
Proposta beneficia servidores das polícias Civil, Militar, Penal, Bombeiro Militar e do Iases responsáveis pela condução de veículos dos órgãos
Reunião debate segurança em transporte escolar
Segundo advogado, motoristas de aplicativo estariam realizando transporte de estudantes de forma irregular