Profissionais do Direito são homenageados

O fortalecimento das instituições como forma de garantir direitos e cidadania foi abordada durante a solenidade

Por Silvia Magna, com edição de Angèle Murad | Atualizado há 3 meses

Homenageado com comenda no pescoço está rodeado por pessoas
Advogados e magistrados receberam a Comenda Agesandro da Costa Pereira em solene na Ales / Foto: Lucas S. Costa

O fortalecimento das instituições como forma de garantir direitos e cidadania deu o tom à sessão solene em homenagem a advogados e magistrados, realizada no Plenário Dirceu Cardoso, na noite de quarta-feira (8). A solenidade, proposta pelo deputado Hudson Leal (Republicanos) contou com a participação de Bruno Lamas (PSB) e agraciou 30 profissionais com a Comenda de Mérito Legislativo Agesandro da Costa Pereira.

Álbum de fotos da solene

A importância dos operadores do direito para a sociedade e a manutenção da democracia pautou o discurso de Hudson. Ele reafirmou a necessidade de fortalecer a Defensoria Pública do Estado - na última sessão solene proposta por ele, cobrou-se a ampliação do orçamento dessa instituição e a realização de concurso público. 

“A gente vive uma dificuldade. Precisamos muito fortalecer as defensorias do Estado porque a população carente não tem acesso à Justiça. Não tem salário atraente, precisa melhorar”, alegou o parlamentar.

Hudson ressaltando a importância dos defensores públicos para a manutenção dos direitos da população. O deputado, que já foi corregedor do Conselho Regional de Medicina (CRM-ES), disse que conhece as dificuldades enfrentadas por esses profissionais. 

“Me questionaram por que eu faço solenes para a Defensoria Pública e advogados, magistrados, juízes. A advocacia é um dos pilares da democracia e representa os braços da sociedade. Gosto de política! Ainda jovem, me colocaram para concorrer como corregedor do CRM. E a gente sabe da função difícil que é decidir. Participei da reforma do Código Processual e, naquela época, não tinha conciliação no conselho; abria-se um processo e ia até o final. A gente sabe o que é o trabalho de um advogado. É uma ciência muito bonita”, declarou. 

O deputado Bruno Lamas reforçou o trabalho realizado pelas instituições capixabas. “O Espírito Santo é pequeno em geografia, mas grande nas instituições, que são fortes e respeitadas. Com ajuda de Agesandro, virou-se uma página terrível da nossa história, quando o crime organizado tentou mostrar suas digitais. Todos de mãos dadas, liderados por Agesandro enfrentamos esse fantasma”, disse Lamas.

Emocionada, a filha de Agesandro, Santuzza da Costa Pereira, abordou a importância do trabalho dos advogados pela liberdade e cidadania. Segundo ela, é preciso que mais mulheres ocupem esses espaços. 

“Meu pai trabalhou na Comissão da Verdade no Espírito Santo, que levantou as violências que o povo capixaba sofreu na época da ditadura. O sonho de exercer nossas atividades com liberdade é o que mais almejamos, é preciso que tenhamos mais mulheres na política e na advocacia. Essa comenda é uma bandeira de democracia, de liberdade e cidadania. Não era só o sonho dele, mas o de todos nós. Temos o direito, como instrumento de atividade profissional e de defesa da cidadania, da luta democrática e para sustentar a liberdade do povo brasileiro”, afirmou.

Agesandro da Costa Pereira

Agesandro da Costa Pereira era mineiro de Araçuaí. Nasceu em 1929 e formou-se em Direito em 1953 pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Foi procurador-geral de Vitória de 1979 a 1981. Em seguida, ocupou o cargo de procurador do Estado do Espírito Santo de 1982 a 1991 e, em seguida, foi procurador-chefe da Procuradoria Judicial do Espírito Santo de 1982 a 1984. Presidiu a OAB-ES por nove gestões, a partir de 1991. Muito atuante em causas humanitárias, foi relator do Regimento Interno da Comissão de Direitos Humanos da OAB-ES, na década de 80. Agesandro morreu em 2018. 

Confira a lista de homenageados

  • André Giuberti Louzada 
  • Clesia dos Santos Barros
  • Desembargador Pedro Valls Feu Rosa 
  • Diego Libardi
  • Eliezer Siqueira de Sousa
  • Elisa Helena Lesqueves Galante
  • Elisabeth Da Costa Pereira 
  • Evandro Alberto Da Cunha
  • Fábio Neffa Alcure
  • Francisco Martínez Berdeal
  • Idelson Santos Rodrigues
  • Jonas Nogueira Dias Junior
  • Jorge Góes Coutinho
  •  Jorge Nascimento Viana
  • Josânia Pretto
  • Juvenal Estevam Lopes
  • Leandro Lima
  • Luciana Almada de Magalhães Farias Chamoun
  • Marcelo Galvêas Terra 
  • Paula Moraes Ribeiro de Freitas
  • Pedro Ivo De Sousa 
  • Rafael Calhau Bastos
  • Rafael Mello Portella Campos
  • Raphael Americano Câmara
  • Reinier Pestana Coutinho
  • Roberto Antônio Darós Malaquias 
  • Roberto José Ferreira de Almada
  • Rodrigo Barcellos Gonçalves
  • Viviane Barros Partelli Pioto
  • Wanokzor Alves Amm de Assis
Deputados: Hudson Leal
Saúde nasal: tratamentos e riscos em pauta
Comissão recebe especialista para discutir causas de congestionamento nasal e as consequências do uso inadequado de remédios
Apuração dos votos é feita em tempo real
Resultado das eleições pode ser acompanhado por aplicativos e plataforma do TSE na internet
Projeto visa recuperar direitos de servidores
Proposta assegura que o tempo de trabalho durante a crise sanitária da Covid seja contabilizado para a concessão de direitos como quinquênios e licenças-prêmio 
Homens estão entre as principais vítimas de suicídio
Morte autoprovocada é quase quatro vezes maior entre homens e a terceira principal causa de óbito na faixa de 15 a 29 anos, apontam dados oficiais
Saúde nasal: tratamentos e riscos em pauta
Comissão recebe especialista para discutir causas de congestionamento nasal e as consequências do uso inadequado de remédios
Apuração dos votos é feita em tempo real
Resultado das eleições pode ser acompanhado por aplicativos e plataforma do TSE na internet
Projeto visa recuperar direitos de servidores
Proposta assegura que o tempo de trabalho durante a crise sanitária da Covid seja contabilizado para a concessão de direitos como quinquênios e licenças-prêmio