Assistentes sociais apontam demandas da área

Profissionais pediram mais recursos para a área social e um olhar diferenciado do poder público em sessão solene que homenageou assistentes sociais

Por Gleyson Tete, com edição de Nicolle Expósito

Pessoas posam para foto recebendo homenagem
Profissionais da assistência social e que atuam em organizações sociais foram homenageados pela Ales / Foto: Ellen Campanharo

Assistentes sociais e integrantes de entidades sociais foram homenageados em sessão solene realizada na tarde desta quinta-feira (19) na Assembleia Legislativa (Ales). Eles receberam a Comenda Rosemberg Pereira, destinada aos profissionais que militam no campo da assistência social. Os presentes ressaltaram a necessidade de mais investimentos públicos para o combate às desigualdades sociais. 

Proponente da solenidade, o deputado Marcos Garcia (PP), que preside a Comissão de Assistência Social da Casa, lembrou que no último dia 15 foi comemorado o Dia do Assistente Social e que esses profissionais asseguram os direitos sociais de pessoas em situação de vulnerabilidade. “Em uma sociedade cada vez mais individualista eles reconhecem a dor do outro, enxergam os invisíveis e lutam pelos direitos dos que estão à margem da sociedade”, disse. 

Ele observou que diante da pandemia do novo coronavírus os desafios na área social aumentaram de maneira relevante e que os gestores públicos precisaram fortalecer a rede de proteção social para dar conta da demanda. Garcia ainda comentou que grande parte das emendas parlamentares dele foram destinadas para entidades que operam para apoiar os excluídos.

Fotos da sessão solene

A secretária de Trabalho, Assistência e Desenvolvimento Social do Estado, Cyntia Grillo, parabenizou os assistentes sociais pela data. “São profissionais que trazem na sua essência um amor diferenciado, que dedicam sua vida à proteção social. Buscam o desenvolvimento social e o fortalecimento do Sistema Único de Assistência Social”, explicou.

Dentre as ações do governo estadual no campo citou a reforma e ampliação de dezenas de Centros de Referência de Assistência Social (Cras) e Centros de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), a elevação do investimento no cofinanciamento junto aos municípios e as atividades de capacitação dos profissionais da área social.

Mais recursos

Marinalva Broedel, secretária de Assistência Social de São Mateus, falou que os profissionais da assistência social fazem a diferença na vida dos cidadãos mais carentes. “Esse é um momento de crise, desemprego e desequilíbrio econômico e a gente sabe o quanto a política (de assistência social) é importante para quem mais precisa”, salientou. 

Ela agradeceu a ajuda de Marcos Garcia na melhora da articulação entre os poderes públicos com foco no campo social. Também enfatizou a importância da aprovação de proposta que tramita no Congresso Nacional (PEC 383/2017) e que garante pelo menos 1% do Orçamento líquido da União para a assistência social “Queremos fazer chegar os recursos com qualidade a quem precisa de um atendimento fortalecido”, realçou.

Maria Helena Elpidio, professora do curso de Assistência Social da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), contou que Rosemberg, que dá o nome à comenda, foi aluno dela. Ela pontuou a necessidade de se investir mais nas políticas sociais para combater a pobreza e explicou que os assistentes sociais reivindicavam espaços efetivos de consolidação de políticas públicas para garantir os direitos sociais. “Eu fui gestora e sei do desespero de ter um conjunto de demandas e não ter recursos”, frisou. 

O presidente da Federação das Apaes do Espírito Santo (Feapaes), Vanderson Gaburro, elogiou o programa estadual Nota Premiada Capixaba, que teve origem em indicação do deputado Doutor Hércules (Patri), que estava na mesa da solenidade. Segundo Gaburro, a iniciativa está ajudando a direcionar recursos para as entidades sociais. 

Gaburro apontou que estimativas indicam cerca de 40 mil pessoas com deficiência intelectual e múltipla no Estado, mas que nas Apaes e demais entidades existem apenas 15 mil. “Onde estão as outras? Estão no local de invisibilidade”, avaliou. Para o presidente da Feapaes, é hora de caminhar no sentido de uma sociedade mais igualitária e inclusiva, mas para isso faz-se necessário uma política social forte com olhar para os mais vulneráveis.

Quem também marcou presença na sessão foi a ex-deputada Eliana Dadalto, que fez o projeto que criou a Comenda Rosemberg. Ela falou que trabalhou com ele e que o mesmo foi peça fundamental na estruturação da secretaria de Assistência Social de Linhares. “Foi um profissional brilhante e de muita simplicidade”, enalteceu.

Outro ponto da fala dela abordou a necessidade de profissionais da assistência social nas escolas. “Falta um diálogo maior com a educação, precisa se aproximar mais. Meu primeiro projeto na Assembleia foi propor equipe multidisciplinar nas escolas. Temos que ter assistentes sociais e psicólogos nas escolas”, reforçou. 

Além dos citados, compuseram a mesa da solenidade o prefeito de Conceição da Barra, Mateusinho, e a secretária de Assistência Social do município, Alciza Rodrigues; o prefeito de São Gabriel da Palha, Tiago Rocha, e a secretária municipal de Assistência Social, Desenvolvimento Social e Família, Marcella Rossoni; e a vereadora por Vargem Alta Anna Gaburo (MDB). O evento foi acompanhado por assistentes sociais e pessoas que atuam em entidades sociais.

Comenda

A Comenda Rosemberg Soares Pereira foi instituída pela Resolução 4.260/2016 para homenagear profissionais que exercem atividades de assistência social. A honraria é entregue sempre no mês de maio. Rosemberg foi assistente social com atuação na região de Linhares e morreu num acidente de trânsito em 2007.

Confira os nomes dos homenageados:

1 – Ramony Soares Pereira (irmã de Rosemberg Soares Pereira)
2 - Alciza Rodrigues de Oliveira
3 - Avelino Malacarne
4 - Brunela Brunelli
5 - Capitão Alberto Almeida Santos
6 - Cyntia Figueira Grillo
7 - Dilcea Marvila de Oliveira
8 - Eliana Dadalto
9 - Irmã Oneize Maria Paranhos de Oliveira
10 - Jucélia de Souza Monteiro
11 - Lucinete Buzatto
12 - Marcella Ferreira Rossoni Rocha
13 - Maria das Graças Coutinho
14 - Maria Helena Elpidio
15 - Maria Thereza Costa Guimarães e Souza
16 - Marinalva Broedel Machado
17 - Marisangela Carminatti Mação
18 - Miguel Arcanjo Valiati
19 - Rafael Simonelli Lima
20 - Rosa Sibien Bandeira
21 - Sebastião de Souza Silva
22 - Silmara Aparecida Andrade Azevedo Silveira
23 - Vanderson Roberto Pedruzzi Gaburro

Deputados: Marcos Garcia
Saúde nasal: tratamentos e riscos em pauta
Comissão recebe especialista para discutir causas de congestionamento nasal e as consequências do uso inadequado de remédios
Apuração dos votos é feita em tempo real
Resultado das eleições pode ser acompanhado por aplicativos e plataforma do TSE na internet
Projeto visa recuperar direitos de servidores
Proposta assegura que o tempo de trabalho durante a crise sanitária da Covid seja contabilizado para a concessão de direitos como quinquênios e licenças-prêmio 
Homens estão entre as principais vítimas de suicídio
Morte autoprovocada é quase quatro vezes maior entre homens e a terceira principal causa de óbito na faixa de 15 a 29 anos, apontam dados oficiais
Saúde nasal: tratamentos e riscos em pauta
Comissão recebe especialista para discutir causas de congestionamento nasal e as consequências do uso inadequado de remédios
Apuração dos votos é feita em tempo real
Resultado das eleições pode ser acompanhado por aplicativos e plataforma do TSE na internet
Projeto visa recuperar direitos de servidores
Proposta assegura que o tempo de trabalho durante a crise sanitária da Covid seja contabilizado para a concessão de direitos como quinquênios e licenças-prêmio