Deputados pedem ajuda para Santa Casa

Segundo Doutor Hércules, precariedade no atendimento da unidade de Cachoeiro de Itapemirim leva à transferência de pacientes para hospitais de outros municípios

Por Wanderley Araújo, com edição de Angèle Murad

Ferraço em pé ao microfone no plenário
Ferraço adverte que dívida de hospital, estimada em mais de R$ 150 milhões, pode aumentar mais / Foto: Ana Salles

A morte do adolescente Kevinn Belo Tomé da Silva, de 16 anos, por falta de atendimento hospitalar após ser transferido de Cachoeiro de Itapemirim para Vila Velha, levou parlamentares a reiterar pedidos já feitos ao governo estadual para ajudar a sanar a crise financeira da Santa Casa localizada na cidade do sul capixaba. 

O deputado Doutor Hércules (Patri), que é natural de Cachoeiro, afirmou que, se a Santa Casa que funciona no município estivesse em melhores condições de funcionamento, a vida de Kevinn poderia ter sido salva. 

Isso porque, segundo o parlamentar, não haveria a necessidade de transferência do adolescente para o Hospital Infantil e Maternidade Alzir Bernardino Alves (Himaba), em Vila Velha. 

Segundo informações sobre o caso veiculadas na mídia, o adolescente sofreu duas paradas cardíacas, dentro de ambulância que fez a remoção e acabou falecendo sem sequer dar entrada no Himaba, aguardando socorro na porta da unidade. 

Álbum de fotos da sessão ordinária

Dívida

Hércules destacou que a dívida da Santa Casa já supera R$ 150 milhões devido à insuficiência dos repasses  do Sistema Único de Saúde (SUS), que são muito baixos e não cobrem os gastos com a folha de pessoal e com aquisição de equipamentos e insumos médicos. 

Presidente da Comissão de Saúde, o parlamentar fez um apelo ao governador Renato Casagrande para que o Executivo estadual faça a “requisição administrativa” do hospital.  

“Se essa requisição não acontecer, o Hospital da Santa Casa vai fechar as suas portas em Cachoeiro”, advertiu. 

Fim de repasse 

O também cachoeirense deputado Theodorico Ferraço (PP) reforçou o apelo feito por Doutor Hércules e disse que o “buraco” nas contas do hospital vai aumentar ainda mais, pois, devido à retração da pandemia, o governo federal suspendeu os repasses para financiar leitos na unidade. 

Conforme Ferraço, com os repasses do Ministério da Saúde durante o caos provocado pela Covid-19, cada leito da Santa Casa estava sendo contratado por R$ 1,4 mil, mas agora, com a suspensão do aporte, esse valor se reduziu para cerca de R$ 900. 

Ele citou que, no montante global de dívidas da Santa Casa estimadas em R$ 150 milhões, apenas em relação aos médicos o valor chega a R$ 10 milhões. Já os atrasos no pagamento de próteses para acidentados superam R$ 7 milhões. 

Ferraço relatou a situação de pessoas, principalmente idosos, quando fraturam membros do corpo e ficam mais de 30 dias aguardando por cirurgia na Santa Casa de Cachoeiro devido à falta de médicos especialistas e de recursos para aquisição de próteses. 

Voto acima de 16 

Sergio Majeski (PSDB) conclamou os jovens entre 16 e 18 anos para que não deixem de votar nas eleições de outubro, quando haverá disputa para os cargos de presidente, governador, senador e deputado federal e estadual. 

Ele lembrou que, nesta quarta (4), se encerra o prazo para que as pessoas nessa faixa etária façam a requisição do título de eleitor, serviço oferecido pela Justiça Eleitoral na internet. “Podem fazer o título até aqueles que têm hoje 15 anos, mas vão completar 16 antes do dia 2 de outubro”, explicou. 

Majeski avaliou que os jovens precisam entender que, por mais que haja falta de confiança em muitos políticos, a situação econômica e social só vai mudar quando houver interesse maior de todos os brasileiros em participar mais da política e “não fugir dela”.

Saúde nasal: tratamentos e riscos em pauta
Comissão recebe especialista para discutir causas de congestionamento nasal e as consequências do uso inadequado de remédios
Apuração dos votos é feita em tempo real
Resultado das eleições pode ser acompanhado por aplicativos e plataforma do TSE na internet
Projeto visa recuperar direitos de servidores
Proposta assegura que o tempo de trabalho durante a crise sanitária da Covid seja contabilizado para a concessão de direitos como quinquênios e licenças-prêmio 
Homens estão entre as principais vítimas de suicídio
Morte autoprovocada é quase quatro vezes maior entre homens e a terceira principal causa de óbito na faixa de 15 a 29 anos, apontam dados oficiais
Saúde nasal: tratamentos e riscos em pauta
Comissão recebe especialista para discutir causas de congestionamento nasal e as consequências do uso inadequado de remédios
Apuração dos votos é feita em tempo real
Resultado das eleições pode ser acompanhado por aplicativos e plataforma do TSE na internet
Projeto visa recuperar direitos de servidores
Proposta assegura que o tempo de trabalho durante a crise sanitária da Covid seja contabilizado para a concessão de direitos como quinquênios e licenças-prêmio