Ales faz solene em homenagem ao Instituto Jones

Autarquia é responsável pelo cálculo do Produto Interno Bruto (PIB) do Estado e produz pesquisas para orientar políticas públicas

Por Patrícia Bravin, com edição de Angèle Murad | Atualizado há 5 meses

Mulher segura certificada rodeada de outras pessoas
Proponente do evento, Luciano Machado destacou o papel do instituto no desenvolvimento do ES / Foto: Ana Salles

A Assembleia Legislativa realizou sessão solene na noite de quarta-feira (30) para homenagear o Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN) pelo trabalho científico que realiza em favor do desenvolvimento socioeconômico do Espírito Santo. Autoridades políticas e servidores do instituto participaram da solenidade, proposta pelo deputado Luciano Machado (PSB). 

Álbum de fotos da solene

A autarquia foi criada em 1975, é vinculada à Secretaria Estado de Economia e Planejamento (SEP) e tem como finalidade produzir conhecimento e subsidiar políticas públicas com pesquisas nas áreas econômica, social, territorial e científica. 

O secretário de Estado de Economia e Planejamento, Álvaro Duboc, destacou que poucos estados têm a estrutura em apoio para o desenvolvimento de políticas públicas equivalente ao trabalho do IJSN. 

Duboc citou que o Espírito Santo é referência na gestão fiscal e está há 10 anos como único estado com nota A. Lembrou ainda que os capixabas têm a menor mortalidade infantil e maior longevidade na saúde, o melhor resultado no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) e é o quinto mais competitivo no Brasil. “E isso não se dá por acaso. E sim, porque temos uma equipe técnica trabalhando em evidências”, defendeu.

Ciência e política 

O diretor-presidente do IJNS, Daniel Cerqueira, lembrou de algumas contribuições do instituto como a criação do  Transcol e do Planos de Desenvolvimento Urbano Integrado,  que ainda hoje servem de modelo para vários estados. Cerqueira destacou que,  nos últimos anos, um processo de amadurecimento institucional tem balizado a ação política. Para ele, houve uma revolução nos métodos de gestão pública. “Estados, países e cidades, em que antes os governantes ofereciam serviços sem saber pra quê e pra quem, agora têm líderes que estão se antecipando preventivamente às demandas”, disse.

O deputado Luciano Machado também lançou mão dos índices de desenvolvimento do estado para justificar a homenagem à autarquia. “É uma instituição capixaba forte e com credibilidade que projeta o Espírito Santo em redes de pesquisas nacionais e internacionais. Quando comemoramos o fato de o nosso estado ser referência em gestão, temos de reconhecer que antes houve um embasamento técnico feito pelo Instituto Jones dos Santos Neves. O nosso estado faz política com base na ciência e, por isso, acerta nas demandas, com metas impactantes”, ressaltou.

Ex-deputado federal e ex-presidente do IJSN, Luiz Paulo Vellozo Lucas (Cidadania) destacou que a homenagem ao instituto ganha relevância diante do momento em que o Brasil vive com constantes ataques à ciência, principalmente por meio de fake news. “A atual relativização do que é a verdade e o que não é confunde muito as pessoas. Vivemos num momento em que as bases da verdade científica, que pareciam ser uma conquista da humanidade, estão sob ameaça. E uma instituição dedicada a construir conhecimento em base científica é de grande importância”, enalteceu. 

Comenda Domingos Martins

Durante a cerimônia foi concedida a Comenda Domingos Martins, maior honraria do Parlamento capixaba, ao diretor de Integração do IJSN, Pablo Lira, servidor com doutorado em geografia e autor de vários livros. Ele foi um dos destaques nas pesquisas que orientaram o governo na gestão da crise da Covid-19. 

“É um momento diferenciado que o estado vive e a gente pode afirmar que, com esses índices históricos, como estado referência na gestão de risco da Covid e unidade mais transparente da federação, somos o estado luz para o Brasil. E isso é  um resultado  que nos orgulha como servidores, que estudamos e planejamos o desenvolvimento capixaba”, afirmou Lira. 

Homenageados 

  • Daniel Cerqueira 
  • Pablo Lira
  • Latussa Monteiro
  • Gustavo Ribeiro
  • Adauto Beato Venerano
  • Ana Claudia Santos Fraga
  • Antonio Ricardo Freislebem 
  • Arhur Ceruti Quintanilha
  • Charles Soares dos Santos
  • Cleomar do Carmo Ferreira
  • Cynthia Lopes Pessoa de Miranda
  • Edna Morais Tresinari
  • Eduardo Vieira Rabello
  • Estefania Ribeiro da Silva
  • Ironildes Maria Cabral
  • Jackieline Nunes
  • Jairo da Silva Rosa
  • João Luiz Paste
  • João Vitor Andre
  • Kátia Caldas dos Santos
  • Katia Cesconeto de Paula
  • Kiara de Deus Demura
  • Larissa Figueiredo Ribeiro Barros
  • Leticia Maria Gonçalves Furtado
  • Ligia da Motta Silveira Borges
  • Lívia Maria Albertasse Tulli
  • Lucia Helena Mantovani Machado
  • Luiz Paulo Vellozo Lucas
  • Marlon Neves Bertolani
  • Michele Gasparini de Miranda
  • Nayra Gonçalves de Freitas
  • Orlando Caliman
  • Pablo Medeiros Jabor
  • Paulo Sérgio Gomes de Oliveira
  • Sandra Mara Pereira
Deputados: Luciano Machado
Saúde nasal: tratamentos e riscos em pauta
Comissão recebe especialista para discutir causas de congestionamento nasal e as consequências do uso inadequado de remédios
Apuração dos votos é feita em tempo real
Resultado das eleições pode ser acompanhado por aplicativos e plataforma do TSE na internet
Projeto visa recuperar direitos de servidores
Proposta assegura que o tempo de trabalho durante a crise sanitária da Covid seja contabilizado para a concessão de direitos como quinquênios e licenças-prêmio 
Homens estão entre as principais vítimas de suicídio
Morte autoprovocada é quase quatro vezes maior entre homens e a terceira principal causa de óbito na faixa de 15 a 29 anos, apontam dados oficiais
Saúde nasal: tratamentos e riscos em pauta
Comissão recebe especialista para discutir causas de congestionamento nasal e as consequências do uso inadequado de remédios
Apuração dos votos é feita em tempo real
Resultado das eleições pode ser acompanhado por aplicativos e plataforma do TSE na internet
Projeto visa recuperar direitos de servidores
Proposta assegura que o tempo de trabalho durante a crise sanitária da Covid seja contabilizado para a concessão de direitos como quinquênios e licenças-prêmio