Estado poderá ter rota das cervejas e dos cafés

Segundo o deputado Marcelo Santos, intuito é fortalecer a economia dos municípios da região do Caparaó

Por Gleyson Tete, com edição de Angèle Murad

Mulher e homem selecionam grãos de café colocados em pátio para secagem onde há duas peneiras
Segundo Marcelo, região se destaca na produção de café arábica e café especiais / Foto: Incaper

A produção de cervejas artesanais e de cafés especiais vem crescendo no Espírito Santo. Pensando em explorar esse potencial econômico, o deputado Marcelo Santos (Podemos) apresentou na Assembleia Legislativa (Ales) o Projeto de Lei (PL) 94/2022, que cria a Rota das Cervejas Artesanais e dos Cafés de Qualidade do Caparaó Capixaba. 

De acordo com a proposição, os municípios integrantes da rota são Dores do Rio Preto, Muniz Freire, Ibatiba, Ibitirama, Irupi e Iúna. A ideia é fortalecer o desenvolvimento turístico da região, por meio de um percurso de 90 km, passando por rodovias como a ES-379 e a BR-262. “A rota abriga um território amplo, de belezas naturais, com um riquíssimo potencial turístico e histórico-cultural, ainda pouco explorado”, frisa Marcelo. 

O parlamentar conta que o objetivo é integrar as propriedades rurais, as agroindústrias da agricultura familiar, as cervejarias artesanais, as cafeterias, os empreendimentos do ecoturismo, as belezas naturais e arquitetônicas e todos os valores culturais e imateriais dos municípios, como gastronomia, artesanato, museus, festas e manifestações artísticas. 

“Vai impulsionar a economia, gerar novas oportunidades de renda com a comercialização de produtos e serviços e aumentar o fluxo de turistas na região. Os municípios são destaque na produção de café arábica e estão ampliando cada vez mais a produção de cafés especiais. Também possuem em torno de 10 cervejarias com registro no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa)”, afirma.

O PL 94/2022 terá parecer das comissões de Justiça, Turismo e Finanças. Se a proposta for aprovada e virar lei, a nova legislação vai entrar em vigor na data de sua publicação em diário oficial.

Deputados: Marcelo Santos
Matéria veda homenagem a escravocratas
Prédios públicos também não poderão ter o nome de defensores da ditadura militar, nazistas, condenados por racismo, entre outros
Condutor de viatura pode ficar isento de pagar CNH
Proposta beneficia servidores das polícias Civil, Militar, Penal, Bombeiro Militar e do Iases responsáveis pela condução de veículos dos órgãos
Reunião debate segurança em transporte escolar
Segundo advogado, motoristas de aplicativo estariam realizando transporte de estudantes de forma irregular
Deputado alerta para uso responsável de auxílio
Majeski criticou oferta de crédito consignado para o Auxílio Brasil e lembrou os altos juros cobrados nos empréstimos
Matéria veda homenagem a escravocratas
Prédios públicos também não poderão ter o nome de defensores da ditadura militar, nazistas, condenados por racismo, entre outros
Condutor de viatura pode ficar isento de pagar CNH
Proposta beneficia servidores das polícias Civil, Militar, Penal, Bombeiro Militar e do Iases responsáveis pela condução de veículos dos órgãos
Reunião debate segurança em transporte escolar
Segundo advogado, motoristas de aplicativo estariam realizando transporte de estudantes de forma irregular