Espindula propõe homenagem a pomeranos

Ideia é incluir, no calendário oficial, o Dia Estadual da Língua Pomerana, a ser celebrado em 8 de novembro

Por Silvia Magna, com edição de Angèle Murad

Grupo com muitas pessoas vestidas com trajes típicos reunidas em local aberto
Segundo Espindula, data remete ao lançamento, em 2006, das primeiras publicações em pomerano no país / Foto: Prefeitura de Itarana

Patrimônio cultural do Espírito Santo desde 2011, a língua pomerana pode ganhar um dia para chamar de seu. É que o deputado Adilson Espindula (PTB) quer instituir 8 de novembro como o Dia Estadual da Língua Pomerana. 

Para isso, o parlamentar protocolou o Projeto de Lei 9/2022, que altera a Lei 11.212/2020, que consolida a legislação estadual sobre datas comemorativas ou relevantes para o interesse do capixaba.

Publicações pomeranas

Defensor da cultura e tradição pomerana, o parlamentar explica que, no dia 8 de novembro de 2006, foram lançadas as duas primeiras publicações em língua pomerana no Brasil. 

Trata-se do Dicionário Enciclopédico Pomerano-Português, cujo trabalho de pesquisa demorou dez anos; e o Upm land - Uppomerisch språk, que, em português, significa “na roça”. Esse segundo foi escrito por 12 autores do Espírito Santo e de Rondônia, onde há uma colônia pomerana. A obra relata o dia a dia do agricultor, ilustrando a agricultura, a pecuária, a flora e fauna, além da cultura e do artesanato. 

Os livros são utilizados em escolas nos municípios de Domingos Martins, Santa Maria de Jetibá, Vila Pavão, Pancas e Laranja da Terra e objetivam a continuação da língua e o suporte aos docentes.

Espindula aponta que o Espírito Santo possui cerca de 150 mil pomeranos e já conta com o Programa de Educação Escolar Pomerana (Proepo), que leva para as escolas o ensino da língua. 

“O Estado - onde os  primeiros descendentes de imigrantes oriundos principalmente da Pomerânia Oriental (região que atualmente integra a Polônia) chegaram em 1859 – é um dos poucos locais do mundo em que a Língua Pomerana é falada espontaneamente”, afirma o deputado na justificativa do projeto.

A proposta deve ser apreciada na Comissão de Justiça, de forma terminativa. Se aprovada, entra em vigor na data em que for publicada no Diário Oficial. 

Orçamento 2023 recebe 971 emendas
Comissão de Finanças terá até dia 7 de dezembro para acatar ou rejeitar as sugestões feitas à peça
Próximo governo: policiais reforçam demandas
Em reunião na Ales, eles disseram esperar que o governador reeleito atenda pleitos apresentados durante campanha eleitoral
Chuvas: Ales sinaliza apoio aos municípios
Legislativo coloca-se pronto para atender e ratificar situações oficiais de calamidade pública, permitindo agilidade no repasse de recursos estaduais 
Bahiense quer prevenção a novos atentados em escolas
Presidente da Comissão de Proteção à Criança e ao Adolescente propõe medidas de segurança, como botão de pânico, câmeras de monitoramento e vigilância armada
Orçamento 2023 recebe 971 emendas
Comissão de Finanças terá até dia 7 de dezembro para acatar ou rejeitar as sugestões feitas à peça
Próximo governo: policiais reforçam demandas
Em reunião na Ales, eles disseram esperar que o governador reeleito atenda pleitos apresentados durante campanha eleitoral
Chuvas: Ales sinaliza apoio aos municípios
Legislativo coloca-se pronto para atender e ratificar situações oficiais de calamidade pública, permitindo agilidade no repasse de recursos estaduais