Projeto quer facilitar identificação de banheiros

Iniciativa prevê uso da linguagem visual, por meio de símbolos, para indicar banheiros públicos e auxiliar pessoas não alfabetizadas

Por Marcos Bonn, com edição de Nicolle Expósito

Placas indicam localização de banheiros
Proposta é integrar e facilitar vida de pessoas analfabetas em ambientes coletivos / Foto: Freepik

Se depender do deputado Capitão Assumção (Patri), os banheiros públicos no estado só poderão ser identificados por linguagem não verbal. É o que consta no Projeto de Lei (PL) 834/2021. O motivo para a obrigatoriedade, explica o parlamentar, é o alto índice de analfabetos no Brasil e no Espírito Santo.

Os estabelecimentos infratores ficarão suscetíveis a advertência e multa de 200 a 300 mil Valores de Referência do Tesouro Estadual (VRTEs) de 2021 – correspondente à quantia entre R$ 729,18 e R$ 1.093.770. Em caso de reincidência a cobrança poderá ser dobrada.

Assumção classifica sua iniciativa como indispensável, pois assim, “os analfabetos, classe que hoje, infelizmente, ainda é muito numerosa, poderiam se orientar e viver de maneira mais viável dentro do meio coletivo”, frisa ele na justificativa da matéria.

A instalação de informações visuais, ou seja, induzidas pela linguagem não verbal, é uma maneira de facilitar a vida desse público-alvo e garantir isonomia a ele, defende o autor.

Tramitação

As comissões de Justiça, Cidadania e Finanças emitirão parecer sobre a matéria. 

Desabamento: Ales homenageia bombeiros
Ato foi em reconhecimento à equipe que, por 20 horas, trabalhou no resgate de vítimas de acidente ocorrido em Vila Velha, em abril
Cariacica debate violência infantojuvenil
Foi proposto que municípios incluam em seus orçamentos recursos para construir rede integrada de atendimento
Janete cobra combate a homicídios de mulheres
Deputada mostrou preocupação quanto às mortes violentas de mulheres no município de Vila Velha e conclamou diversos segmentos a se unirem contra a violência de gêner...
Trabalho do Núcleo Otacílio Coser em pauta
Carlos Ajur, que coordena setor da Ales responsável por orientar organizações do terceiro setor, participou de reunião da Comissão de Saúde nesta manhã
Desabamento: Ales homenageia bombeiros
Ato foi em reconhecimento à equipe que, por 20 horas, trabalhou no resgate de vítimas de acidente ocorrido em Vila Velha, em abril
Cariacica debate violência infantojuvenil
Foi proposto que municípios incluam em seus orçamentos recursos para construir rede integrada de atendimento
Janete cobra combate a homicídios de mulheres
Deputada mostrou preocupação quanto às mortes violentas de mulheres no município de Vila Velha e conclamou diversos segmentos a se unirem contra a violência de gêner...