Projeto homenageia Sala de Dança Lenira Borges

Luciano Machado propõe que espaço seja considerado patrimônio cultural imaterial

Por João Caetano Vargas, com edição de Nicolle Expósito

Lenira Borges
Lenira Borges, conhecida como precursora do balé no ES, inaugurou sala de dança em 1961 / Foto: Divulgação/Site Dança no ES

Com o propósito de tornar a Sala de Dança de Dona Lenira Borges, localizada em Vitória, um patrimônio cultural imaterial do Espírito Santo, o deputado Luciano Machado (PV) apresentou ao Legislativo estadual o Projeto de Lei (PL) 760/2021.

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN-ES) concede o título a objetos e bens de valor (bens naturais, materiais e imateriais), com significado e importância na cultura de um grupo de pessoas.

Dona Lenira chegou a Vitória em 1961 para dar aula de ballet. Como a professora ainda não tinha um local apropriado para lecionar, o então governador, Raul Giuberti, cedeu o espaço localizado no Parque Infantil Maria Queiroz de Lindenberg.

“Após a aquisição dessa sala, toda a história da dança no Espírito Santo começou, tendo o início das danças afro, jazz, ballet, contemporâneos, e todas as outras modalidades de dança da época em questão”, explica o proponente.

Lenira Borges
 

Nascida em Porto Alegre (RS) em 1923, Lenira Borges iniciou os seus estudos de Ballet ainda na capital gaúcha com a coreógrafa Tony Seitz Petzhold. A bailarina também foi aluna de outros grandes nomes da dança, entre eles o coreógrafo da Ópera Comique de Paris, o tcheco Vaslav Veltchek; a coreógrafa e professora do Original Ballet Russo, Tatiana Leskova; o bailarino americano Walter Nickes; e uma das pioneiras da dança moderna no Brasil, Vera Kumpera.

A gaúcha participou da reinauguração do Theatro Carlos Gomes, em Vitória, junto de sua companhia de dança no ano de 1970. A coreógrafa foi a precursora da dança clássica no Espírito Santo. O estúdio de dança de Dona Lenira hoje é dirigido pela filha e pela neta da artista, que seguem o seu legado. Entre as grandes bailarinas formadas pela professora ao longo dos anos destacam-se Inês Bogéa, Mitzi Marzzuti, Mônica Tenore, e Karla Ferreira.

Tramitação

O PL foi lido em Plenário no dia 16 de novembro e agora segue tramitando nas comissões de Justiça, Cidadania, Cultura e Finanças.
 

Deputados: Luciano Machado
Covid: projeto cria data para lembrar vítimas
Objetivo é recordar as mortes e prestar solidariedade às pessoas que convivem com as sequelas da doença
PL cria política para estudante com epilepsia
Medida de Renzo Vasconcelos visa permitir que pessoas com essa condição recebam o acompanhamento educacional adequado
PL garante alimento a estudantes nas férias
Itens da merenda escolar deverão ser entregues na forma de cesta básica, prevê projeto
Deputados: chuvas pedem ações contínuas
Parlamentares frisaram a necessidade de ações permanentes e de cuidados com o meio ambiente para prevenir os impactos decorrentes das chuvas
Covid: projeto cria data para lembrar vítimas
Objetivo é recordar as mortes e prestar solidariedade às pessoas que convivem com as sequelas da doença
PL cria política para estudante com epilepsia
Medida de Renzo Vasconcelos visa permitir que pessoas com essa condição recebam o acompanhamento educacional adequado
PL garante alimento a estudantes nas férias
Itens da merenda escolar deverão ser entregues na forma de cesta básica, prevê projeto