Anchieta e Santa Maria têm audiência pública da LOA

Devido aos protocolos sanitários, reuniões para discutir proposta do orçamento de 2022 terão limites de vagas para os participantes

Por Marcos Bonn, com edição de Angèle Murad | Atualizado há 1 mês

Pessoas sentadas e de costas em cadeiras de plástico
Últimas audiências da LOA aconteceram em 2019 / Foto: Larissa Lacerda

As audiências públicas da Comissão de Finanças para debater a proposta de Lei Orçamentária Anual (LOA) para 2022 vão começar esta semana com duas reuniões: uma em Anchieta, na quarta-feira (27), e outra em Santa Maria de Jetibá, na quinta (28). Líderes políticos e moradores das regiões poderão apresentar aos deputados sugestões de emenda à peça orçamentária. 

Em Anchieta o encontro será no Centro de Referência de Assistência Social (Cras), que fica na Rodovia Anchieta x Jabaquara, Nova Esperança, e terá o número de participantes limitado a 100, devido aos protocolos sanitários da pandemia. Lá, moradores das microrregiões Metropolitana, Litoral Sul e Central Sul poderão apresentar suas demandas. 

No dia seguinte será a vez de representantes das microrregiões Sudoeste Serrana, Central Serrana e Caparaó debaterem a LOA na Câmara Municipal de Santa Maria de Jetibá, com capacidade total de 50 pessoas - também por conta das regras sanitárias. Na semana seguinte as reuniões serão nos municípios de São Mateus e Barra de São Francisco.

A realização de audiências públicas em todas as microrregiões do Espírito Santo para debater as peças orçamentárias consta no artigo 238 do Regimento Interno da Casa. O artigo destaca ainda que, após as reuniões externas, uma audiência pública geral deve ser promovida no Plenário da Assembleia Legislativa (Ales), onde serão discutidas as sugestões. 

Em virtude da pandemia não foi possível colocar em prática o disposto no regimento em 2020. Nos últimos anos, os deputados chegaram a um consenso, devido à situação fiscal da Ales, para que as discussões em torno da LOA fossem feitas em audiência única. A última reunião pública externa para essa finalidade se deu em 2019, em Cariacica e Serra. 

Por outro lado, as primeiras audiências públicas promovidas pelo Legislativo capixaba começaram em 2005 e tiveram como sede Cachoeiro de Itapemirim, São Mateus, Linhares, Colatina, Domingos Martins, Marataízes e Vitória. 

Demais agendas

Com o tema “Deixem Nossas Crianças Viver”, a Comissão de Proteção à Criança e ao Adolescente fará uma audiência pública na quinta-feira (27), às 14 horas, no Plenário Dirceu Cardoso. Com base em um relatório de 160 páginas, o colegiado vai abordar assuntos como o trabalho infantil, violência física, psicológica e sexual contra meninos e meninas no estado, sexualidade precoce e aborto. 

Na terça (26), outra audiência debate o combate ao feminicídio no Espírito Santo, às 10 horas, no Plenário Dirceu Cardoso. No dia seguinte a Comissão de Meio Ambiente abre espaço para que a diretoria da Agência Estadual de Recursos Hídricos (Agerh) apresente o relatório anual do órgão. A reunião será às 12h10.

Segunda (25)
11h - Reunião híbrida da Comissão de Segurança - Plenário Dirceu Cardoso
12h15 - Reunião presencial da Comissão de Educação - Rui Barbosa

Terça (26)
9h - Reunião presencial da Comissão de Saúde - Plenário Rui Barbosa
10h - Audiência pública híbrida da Frente Parlamentar da Mulher - Plenário Dirceu Cardoso
13h30 - Reunião virtual da Comissão de Justiça

Quarta (27)
12h10 - Reunião virtual da Comissão de Meio Ambiente 
14h - Audiência pública híbrida da Comissão de Proteção à Criança - Plenário Dirceu Cardoso
17h - Audiência pública da LOA 2022 – Cras de Anchieta 

Quinta (28)
9h - Audiência pública da LOA 2022 – Câmara Municipal de Santa Maria de Jetibá
 

Comissões: Finanças
Aprovado fim de taxa de cartório para conselho escolar
Se virar lei, iniciativa aprovada pela Assembleia deve apoiar órgãos que representam comunidade escolar
PL que doa imóvel a VV tramita em urgência
No local já existem duas escolas, uma quadra e um Centro de Referência de Assistência Social
Finanças aprova calamidade para seis municípios
Requerimentos aprovados atendem as prefeituras de Marataízes, Vila Velha, São Mateus, Mucurici, Santa Leopoldina e Cariacica
Novo Carmélia promete reforçar área cultural
Revitalização do teatro é um dos destaques do projeto de reforma, apresentado à Comissão de Cultura da Assembleia
Aprovado fim de taxa de cartório para conselho escolar
Se virar lei, iniciativa aprovada pela Assembleia deve apoiar órgãos que representam comunidade escolar
PL que doa imóvel a VV tramita em urgência
No local já existem duas escolas, uma quadra e um Centro de Referência de Assistência Social
Finanças aprova calamidade para seis municípios
Requerimentos aprovados atendem as prefeituras de Marataízes, Vila Velha, São Mateus, Mucurici, Santa Leopoldina e Cariacica