Cancelada audiência sobre preservação de abelhas

Comissão de Meio Ambiente quer discutir projeto que proíbe uso de agrotóxicos próximo a áreas de apicultura e meliponicultura

Por Titina Cardoso, com edição de Angèle Murad | Atualizado há 20 dias

Duas abelhas em flores
Debate seria nesta quinta, à noite / Foto: Lucas S. Costa

Foi cancelada a audiência pública sobre a proteção das abelhas, prevista para acontecer nesta quinta-feira (7), à noite. O evento virtual da Comissão de Meio Ambiente iria discutir o Projeto de Lei (PL) 686/2019, que proíbe a utilização de agrotóxicos, fungicidas e inseticidas em locais próximos a áreas de apicultura e meliponicultura. 

Para debater o assunto, a comissão havia convidado os engenheiros agrônomos Edegar Formentini e Ricardo Braga. Formentini é servidor aposentado do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) e membro da Comissão de Saúde e Meio Ambiente do Fórum Espírito-Santense de Combate aos Impactos dos Agrotóxicos e Transgênicos (Fesciat) do Ministério Público Estadual (MPES). 

Ricardo Braga é mestre em Agroecologia, coordenador de Meio Ambiente da entidade ambiental Sociedade Sinhá Laurinha e sócio-fundador da Associação de Meliponicultores do Espírito Santo. 

Criação de abelhas protege meio ambiente e gera renda

O projeto 

O PL 686/2019, de autoria da deputada Iriny Lopes (PT), proíbe o uso de agrotóxicos, fungicidas e inseticidas em um raio de mil metros no entorno de áreas de apicultura e meliponicultura (criação de abelhas sem ferrão), instituindo multa para os descumpridores da norma. 

Em 2019, o projeto tramitou em regime de urgência e foi aprovado nas comissões de Justiça e Meio Ambiente com emenda substitutiva que retira a previsão de multa para os infratores e estabelece prazo de 45 dias depois da publicação oficial para a lei entrar em vigor.

A matéria aguardava o posicionamento da Comissão de Agricultura, mas a autora pediu a retirada do projeto da pauta de votação no dia 12 de novembro de 2019. 

Comissões: Meio Ambiente
Ales promove homenagem a servidores
Apresentação cultural, sessão solene e sorteio de brindes fazem parte da programação em reconhecimento ao trabalho realizado pelos servidores públicos
Plenário faz extra para votar remuneração de professor
Também na pauta estão outros dois projetos do Executivo, sobre limite de municípios e atuação da Procuradoria-Geral do Estado junto à Junta Comercial
Magistério deve ter nova tabela remuneratória
Proposta do Executivo também traz mudanças na lei que trata da progressão de profissionais da educação
Fundo Cidades: Ales sinaliza apoio a municípios
Para o vice-presidente da Amunes, prefeito Luciano Pingo, repasse fundo a fundo torna mais rápida transferência de recursos necessários para demandas municipais
Ales promove homenagem a servidores
Apresentação cultural, sessão solene e sorteio de brindes fazem parte da programação em reconhecimento ao trabalho realizado pelos servidores públicos
Plenário faz extra para votar remuneração de professor
Também na pauta estão outros dois projetos do Executivo, sobre limite de municípios e atuação da Procuradoria-Geral do Estado junto à Junta Comercial
Magistério deve ter nova tabela remuneratória
Proposta do Executivo também traz mudanças na lei que trata da progressão de profissionais da educação