Criança e adolescente: 71 homicídios em 2021

Dados estaduais referentes aos meses de janeiro a agosto foram apresentados pelo deputado Delegado Danilo Bahiense

Por Aldo Aldesco, com edição de Titina Cardoso

Deputado Bahiense de terno e gravata preta e microfone à frente
Presidente do colegiado apresentou dados sobre violência contra crianças e adolescentes / Foto: Ellen Campanharo

De janeiro a agosto de 2021, as estatísticas revelam que ocorreram 71 homicídios contra crianças e adolescentes no Espírito Santo, com média de um registro a cada três dias. Os números foram apresentados pelo presidente da Comissão de Proteção à Criança e Adolescente e de Política sobre Drogas da Assembleia Legislativa (Ales), deputado Delegado Danilo Bahiense (sem partido), em reunião realizada nesta quarta-feira (22). 

Foram 24 casos contra jovens de 17 anos de idade; 20 contra os de 16 anos; e 12 contra adolescentes de 15 anos. Na faixa de 13 a 14 anos, foram quatro homicídios para cada idade. Entre as crianças de 1 a 10 anos, aconteceram sete homicídios. A violência foi registrada em maior número nos municípios de Cariacica, Serra, Vila Velha, Linhares e Vitória. As informações são da Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social (Sesp). 

Bahiense ponderou que, apesar do respaldo das leis de proteção à criança e ao adolescente, a violência acontece no interior e fora da família, da escola e das instituições, e destacou o trabalho que o colegiado vem fazendo para debater a problemática.

Diante do alto número de casos de violência, tanto em função da pandemia como dos problemas estruturais recorrentes na sociedade, o colegiado convidou especialistas da área de segurança para expor alguns aspectos que envolvem esse segmento social. 

Fotos da reunião

Polícia Federal

Representando o superintendente regional da Polícia Federal no Espírito Santo, o delegado Expedito Jorge Tavares enfocou a questão do envolvimento das crianças com as drogas. Ele atribuiu esse envolvimento precoce à fragilidade das famílias. Segundo ele, a criança aprende a conviver com as drogas se espelhando nos pais. 

Para o delegado, as políticas públicas têm que ser dirigidas principalmente às famílias, educando, incentivando e estimulando as crianças para o esporte e a saúde. “Nossa preocupação é o fortalecimento das famílias e das escolas. A escola não deveria se preocupar em passar somente o ensino formal, mas também os valores morais” opinou. 

Bahiense perguntou como a força-tarefa da Polícia Federal poderia ajudar o Estado no combate à violência contra crianças, adolescentes e idosos. Tavares respondeu que por meio do combate e desorganização dos grupos criminosos, que, assim, perdem força para aliciar a juventude.

Educação 

Representando o Conselho Estadual Sobre Drogas (Coesad), o coronel da Polícia Militar José Carlos Fiorido também destacou, entre outros pontos, a importância de uma educação integral. Ele ressaltou a necessidade de educadores capacitados, que ensinem os valores de solidariedade, fraternidade, respeito ao próximo e cidadania. 

Pedofilia

O titular da Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Cibernéticos, delegado Breno Andrade, falou sobre a prostituição infantil por meio da internet. Ele ressaltou que durante a pandemia ocorreu um aumento do uso de plataformas digitais e, consequentemente, houve aumento de compartilhamento de imagens íntimas e pornográficas de crianças. 

Andrade disse que a delegacia está usando uma nova ferramenta que vai melhorar a busca de tais crimes. Ele também recomendou que os pais conversem mais com os filhos, porque a criança só externa o crime quando ele já está bem avançado. Além disso, sugeriu a utilização de formas de controle no computador para monitorar o acesso da criança à rede. “O trabalho preventivo é mais importante que o repressivo”, concluiu.

Proposição analisada

Durante o encontro, a comissão aprovou o Projeto de Lei (PL) 447/2019, de autoria do deputado Gandini (Cidadania), que altera a Lei 9.615/2011, que dispõe sobre a afixação de cartazes informativos nos postos de combustíveis e nos restaurantes localizados às margens das rodovias estaduais, alertando condutores de veículos automotores sobre os riscos de dirigirem sob efeito de álcool, drogas e medicamentos. 
 

Ales promove homenagem a servidores
Apresentação cultural, sessão solene e sorteio de brindes fazem parte da programação em reconhecimento ao trabalho realizado pelos servidores públicos
Plenário faz extra para votar remuneração de professor
Também na pauta estão outros dois projetos do Executivo, sobre limite de municípios e atuação da Procuradoria-Geral do Estado junto à Junta Comercial
Magistério deve ter nova tabela remuneratória
Proposta do Executivo também traz mudanças na lei que trata da progressão de profissionais da educação
Fundo Cidades: Ales sinaliza apoio a municípios
Para o vice-presidente da Amunes, prefeito Luciano Pingo, repasse fundo a fundo torna mais rápida transferência de recursos necessários para demandas municipais
Ales promove homenagem a servidores
Apresentação cultural, sessão solene e sorteio de brindes fazem parte da programação em reconhecimento ao trabalho realizado pelos servidores públicos
Plenário faz extra para votar remuneração de professor
Também na pauta estão outros dois projetos do Executivo, sobre limite de municípios e atuação da Procuradoria-Geral do Estado junto à Junta Comercial
Magistério deve ter nova tabela remuneratória
Proposta do Executivo também traz mudanças na lei que trata da progressão de profissionais da educação