Assembleia lança novo Portal da Transparência

Além da nova versão do portal, Parlamento também passa a contar com a Carta de Serviços, que reúne informações sobre todos os serviços prestados ao cidadão

Por Titina Cardoso, com edição de Nicolle Expósito | Atualizado há 3 meses

Pessoa acessa Carta de Serviços no portal da Assembleia Legislativa
Carta de Serviços possibilita acesso ágil e prático aos serviços ofertados pela Ales / Foto: Ana Salles

Está no ar o novo Portal da Transparência da Assembleia Legislativa (Ales). Além da reformulação de seu layout, o que confere uma maior navegabilidade, o portal conta agora com o módulo de dados abertos, o que permite que todas as informações sejam extraídas do site com mais facilidade.

O novo portal também atende a todos os requisitos da legislação brasileira sobre transparência, de acordo com o servidor Marcos Pontes Aquino, que integra o comitê técnico permanente do portal da Ales.

Para Aquino, a grande mudança no layout melhorou a usabilidade do site. Ele também explicou que as informações, como as relativas a patrimônio, compras, licitação e materiais, por exemplo, passam a ser atualizadas em tempo real, pois são extraídas diretamente do sistema. Anteriormente, era necessária uma compilação de dados e a posterior publicação em formato PDF.

Outra novidade no portal da Assembleia Legislativa é a Carta de Serviços, onde é possível encontrar de maneira fácil e rápida todos os serviços disponibilizados ao cidadão, sejam eles presenciais ou eletrônicos.

O comitê fez um trabalho junto aos diversos setores prestadores de serviços da Casa, como o Procon, o Posto de Identificação da Polícia Civil, o Arquivo Geral, entre outros, para disponibilizar em um só lugar tudo o que a Assembleia oferece ao cidadão e, também, ao servidor.

Aquino destacou a parceria com a Diretoria de Tecnologia da Informação (DTI) para viabilizar tanto o novo Portal da Transparência quanto a Carta de Serviços. “Foi um trabalho de equipe para dar mais transparência para o cidadão e manter a Assembleia como uma das mais transparentes do Brasil”, destacou.

Portal da Transparência

O Portal da Transparência é um importante instrumento de fiscalização da aplicação dos recursos públicos. Nele, são divulgadas todas as despesas da Assembleia Legislativa, como os dados referentes a compras, aquisições e contratos; a remuneração dos servidores; os recursos disponíveis para os gabinetes dos deputados, bem como os gastos com diárias, telefonia celular e combustível, entre outros.

O cidadão também pode ter acesso às informações sobre a frequência dos parlamentares nas sessões plenárias e nas reuniões das comissões. A divulgação de todos esses dados em meio eletrônico é prevista na Lei Complementar (LC) 101/2000 – posteriormente alterada pela LC 131/2009 – e também na Lei de Acesso à Informação (LAI – Lei 12.527/2011).

Carta de Serviços

A Carta de Serviços reúne todos os serviços disponibilizados pela Assembleia Legislativa, sejam eles presenciais ou eletrônicos, de maneira fácil e rápida. Na Carta da Ales, os serviços estão separados por público-alvo: cidadão ou servidor.

Para os cidadãos, é possível encontrar informações referentes à emissão de carteira de identidade, aos direitos do consumidor, à proteção da mulher em situação de violência, ao acervo documental da Ales, além da consulta à legislação e às proposições, entre muitas outras.

Quando o usuário clica em “emissão de carteira de identidade”, por exemplo, ele obtém as informações necessárias para realizar a solicitação, como a necessidade de realização de agendamento eletrônico e a lista com todos os documentos necessários.

Para os servidores, além dos serviços ofertados aos cidadãos de forma geral, é possível acessar informações sobre cursos de aperfeiçoamento e qualificação e sobre como solicitar suporte técnico para a manutenção dos computadores de trabalho, por exemplo.

A Carta de Serviços foi instituída pelo Decreto Federal 9.094/2017, que dispõe sobre a simplificação do atendimento prestado pela administração pública. Está em conformidade com a Lei 13.460/2017, que trata do acesso aos serviços públicos, e com a Lei 13.709/2018, sobre as garantias individuais de proteção e sigilo dos dados pessoais nos meios digitais.
 

Aprovado fim de taxa de cartório para conselho escolar
Se virar lei, iniciativa aprovada pela Assembleia deve apoiar órgãos que representam comunidade escolar
PL que doa imóvel a VV tramita em urgência
No local já existem duas escolas, uma quadra e um Centro de Referência de Assistência Social
Finanças aprova calamidade para seis municípios
Requerimentos aprovados atendem as prefeituras de Marataízes, Vila Velha, São Mateus, Mucurici, Santa Leopoldina e Cariacica
Novo Carmélia promete reforçar área cultural
Revitalização do teatro é um dos destaques do projeto de reforma, apresentado à Comissão de Cultura da Assembleia
Aprovado fim de taxa de cartório para conselho escolar
Se virar lei, iniciativa aprovada pela Assembleia deve apoiar órgãos que representam comunidade escolar
PL que doa imóvel a VV tramita em urgência
No local já existem duas escolas, uma quadra e um Centro de Referência de Assistência Social
Finanças aprova calamidade para seis municípios
Requerimentos aprovados atendem as prefeituras de Marataízes, Vila Velha, São Mateus, Mucurici, Santa Leopoldina e Cariacica