Nova lei obriga detalhar dívida no ato de cobrança

Consumidor tem direito a saber os valores relativos a juros, multas, taxas, custas, entre outros

Por Gabriela Zorzal, com edição de Angèle Murad

Mãos femininas seguram papeis e caneta na mão e usam calculadora
A Lei 11.320/2021 é fruto de proposta do deputado Luiz Durão e entrou em vigor nesta sexta-feira / Foto: Freepik

Virou lei: toda cobrança de dívida deve apresentar informações detalhadas sobre os valores pagos, inclusive de juros, multas, taxas, custas, entre outros elementos que compõem o passivo. De autoria do deputado Luiz Durão (PDT), a Lei 11.320/2021 foi publicada no Diário do Poder Legislativo (DPL) desta sexta-feira (2). 

A norma é fruto do Projeto de Lei (PL) 217/2021, aprovado pela Assembleia Legislativa no início do mês de junho. Com o objetivo de munir o consumidor de informações e protegê-lo na garantia de seus direitos, a medida determina que os detalhes sobre os valores pagos deverão ser apresentados de forma clara, independente do meio utilizado para a cobrança. A lei considera consumidor toda pessoa física ou jurídica que adquire ou utiliza produto ou serviço como destinatário final. 

A iniciativa foi promulgada pelo presidente da Assembleia Legislativa, deputado Erick Musso (Republicanos), tendo como base o Artigo 66 da Constituição Estadual, que permite o ato pelo chefe do Legislativo quando, concluída a votação de um projeto e encaminhado ao governo estadual, esse não se manifesta dentro do prazo de 15 dias. Nesses casos, a legislação considera o silêncio do governador como sanção, ou seja, concordância com a matéria, e a nova lei pode ser promulgada pelo presidente do Parlamento. 

Deputados: Luiz Durão
Aprovado fim de taxa de cartório para conselho escolar
Se virar lei, iniciativa aprovada pela Assembleia deve apoiar órgãos que representam comunidade escolar
PL que doa imóvel a VV tramita em urgência
No local já existem duas escolas, uma quadra e um Centro de Referência de Assistência Social
Finanças aprova calamidade para seis municípios
Requerimentos aprovados atendem as prefeituras de Marataízes, Vila Velha, São Mateus, Mucurici, Santa Leopoldina e Cariacica
Novo Carmélia promete reforçar área cultural
Revitalização do teatro é um dos destaques do projeto de reforma, apresentado à Comissão de Cultura da Assembleia
Aprovado fim de taxa de cartório para conselho escolar
Se virar lei, iniciativa aprovada pela Assembleia deve apoiar órgãos que representam comunidade escolar
PL que doa imóvel a VV tramita em urgência
No local já existem duas escolas, uma quadra e um Centro de Referência de Assistência Social
Finanças aprova calamidade para seis municípios
Requerimentos aprovados atendem as prefeituras de Marataízes, Vila Velha, São Mateus, Mucurici, Santa Leopoldina e Cariacica