Lei garante devolução de matrícula no ensino superior

Aluno que desistir do curso em até 7 dias úteis antes do início das aulas receberá valor relativo à matrícula, descontada a taxa de administração 

Por Gabriela Zorzal | Atualizado há 1 ano

Jovens em pé
Nova lei começa a valer daqui a 60 dias / Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

A devolução da taxa de matrícula em casos de desistência do aluno de ensino superior está regulamentada na Lei 11.217/2020, resultado de uma iniciativa de autoria parlamentar. A nova lei consta na edição do Diário Oficial do Estado desta segunda-feira (16).

De acordo com a norma, faculdades particulares poderão descontar apenas uma taxa de administração de até 10% do valor. A desistência do aluno deve ser formalizada por escrito em até sete dias úteis antes do início das aulas, e o reembolso deve ser efetuado em até 30 dias corridos a partir da solicitação. A nova lei começa a valer em 60 dias. 

O governo do estado vetou um item do texto original aprovado pelos deputados. O artigo 2° determinava sanção para as faculdades que descumprissem a lei, com o pagamento do valor em dobro, acrescido de correção monetária e juros legais. Na justificativa do veto, o Executivo considera inconstitucional que uma legislação estadual verse sobre normas gerais de defesa do consumidor. O governo tem como base decisões do Supremo Tribunal Federal (STF) a respeito do tema em outros estados.

A Lei 11.217/2020 tramitou na Assembleia Legislativa como o Projeto de Lei (PL) 598/2019, de autoria do deputado Delegado Lorenzo Pazolini (Republicanos). Após análise das comissões de Justiça, Educação, Defesa do Consumidor e Finanças, a matéria foi colocada em votação e aprovada pelo Plenário em sessão híbrida realizada no dia 21 de outubro. A proposta foi, então, encaminhada ao Executivo para sanção ou veto. 

Matemática 

Outra matéria de origem parlamentar que também foi sancionada pelo Executivo tem como objetivo incentivar o estudo da Matemática. A partir da Lei 11.216/2020, o Espírito Santo passa a ter, em seu calendário oficial, uma semana da disciplina, comemorada na primeira semana do mês de maio. A nova lei também foi publicada na edição do Diário Oficial desta segunda-feira (16).

Com a criação da Semana Estadual da Matemática, as instituições de ensino terão mais uma oportunidade de incentivar eventos escolares, como minicursos e oficinas, destacando a importância da disciplina e despertando o gosto dos alunos. A nova lei tramitou na Assembleia Legislativa como o Projeto de Lei (PL) 689/2019, de autoria do deputado Doutor Hércules (MDB), e foi analisada pela Comissão de Finanças. Na justificativa do projeto, o autor também registrou a necessidade de impulsionar o ensino da disciplina por meio da Língua Brasileira de Sinais (Libras).
 

PLs incluem estradas do sul em plano estadual
Quatro vias em Cachoeiro, uma em Alegre e outra em Vargem Alta podem passar a fazer parte da malha rodoviária estadual
Doutor Hércules alerta para risco da diabetes
Parlamentar repercutiu, na sessão, dado da Sociedade Brasileira de Angiologia sobre amputação em decorrência da doença 
PLC fixa número de policiais por habitante
Proposta começou a tramitar na sessão ordinária desta quarta, quando também foi lido projeto que reduz o ICMS da gasolina
Farmácias seguem tendo que informar sobre ofertas
Ales manteve veto do governo a projeto que desobriga segmento farmacêutico de informar ao consumidor comparativo com o preço anterior ao promocional
PLs incluem estradas do sul em plano estadual
Quatro vias em Cachoeiro, uma em Alegre e outra em Vargem Alta podem passar a fazer parte da malha rodoviária estadual
Doutor Hércules alerta para risco da diabetes
Parlamentar repercutiu, na sessão, dado da Sociedade Brasileira de Angiologia sobre amputação em decorrência da doença 
PLC fixa número de policiais por habitante
Proposta começou a tramitar na sessão ordinária desta quarta, quando também foi lido projeto que reduz o ICMS da gasolina