Plenário: nova tecnologia para acessar informações

Por meio do QR Code, quem está na sessão pode acompanhar com facilidade a Ordem do Dia, o Expediente e avulsos

Por Gabriela Zorzal

Deputado acessa QR Code
Casa estuda ampliar uso da ferramenta para a população em geral / Foto: Tati Beling

A partir desta segunda-feira (26), o Plenário da Assembleia Legislativa (Ales) passa a contar com uma novidade na área de tecnologia: o BipLegis. Para facilitar o acesso dos parlamentares às informações sobre o processo legislativo, as mesas dos deputados localizadas no Plenário Dirceu Cardoso receberam um QR Code, dispositivo que, ao ser escaneado pela câmera do celular, permite o acesso a informações das sessões plenárias. A Casa estuda ampliar o uso da ferramenta para o acesso da população em geral.

O BipLegis foi desenvolvido pela Diretoria de Tecnologia da Informação (DTI) utilizando-se o Ales Digital, plataforma que atua na digitalização de processos da Casa. De acordo com o diretor de TI da Ales, Dorimar Mandatto, o objetivo é dar uma nova opção de acesso a informações que já estão disponíveis e que são essenciais para o andamento das sessões plenárias.

“Com as sessões, primeiro em formato totalmente virtual e, agora, em formato híbrido, recebemos uma demanda ainda maior no sentido de facilitar o acesso às informações. É importante registrar que essas informações já estão no site da Casa. Com essa nova ferramenta, porém, os parlamentares terão acesso mais rápido por meio do celular”, explicou. Além da informação mais dinâmica, a proposta reforça uma política da Casa: a economicidade de recursos, nesse caso, a impressão no papel.

Ao escanear o QR Code, o usuário terá acesso a um protótipo que foi criado especificamente para esse formato, um layout com informações sobre os projetos que estão na pauta para votação, bem como resultados de votações anteriores. Vale registrar que não houve custo para a implantação desse projeto. “A ideia foi desenvolvida pela nossa equipe de servidores dentro das ferramentas que nós já temos, sem gerar nenhuma despesa para a Casa”, reforçou o diretor.

QR Code gigante

A Casa estuda ampliar essa experiência, disponibilizando a ferramenta de acesso por meio de QR Code para os capixabas se informarem sobre as atividades e os serviços oferecidos na Ales, como a emissão de carteira de identidade. A proposta em estudo é a instalação de um QR Code gigante do lado de fora do prédio legislativo.

“A forma de acesso das pessoas mudou bastante com a pandemia pelo novo coronavírus. Escanear um QR Code se tornou algo bem mais comum. Nós precisamos acompanhar esse processo, oferecendo informação literalmente na palma da mão”, finalizou Dorimar Mandatto.
 

Matéria veda homenagem a escravocratas
Prédios públicos também não poderão ter o nome de defensores da ditadura militar, nazistas, condenados por racismo, entre outros
Condutor de viatura pode ficar isento de pagar CNH
Proposta beneficia servidores das polícias Civil, Militar, Penal, Bombeiro Militar e do Iases responsáveis pela condução de veículos dos órgãos
Reunião debate segurança em transporte escolar
Segundo advogado, motoristas de aplicativo estariam realizando transporte de estudantes de forma irregular
Deputado alerta para uso responsável de auxílio
Majeski criticou oferta de crédito consignado para o Auxílio Brasil e lembrou os altos juros cobrados nos empréstimos
Matéria veda homenagem a escravocratas
Prédios públicos também não poderão ter o nome de defensores da ditadura militar, nazistas, condenados por racismo, entre outros
Condutor de viatura pode ficar isento de pagar CNH
Proposta beneficia servidores das polícias Civil, Militar, Penal, Bombeiro Militar e do Iases responsáveis pela condução de veículos dos órgãos
Reunião debate segurança em transporte escolar
Segundo advogado, motoristas de aplicativo estariam realizando transporte de estudantes de forma irregular