Ales se filia a conselho de controle interno

Parlamento capixaba é o primeiro das regiões Sudeste e Sul a integrar Conselho Nacional de Controle Interno

Por Wanderley Araújo

Erick Musso em seu gabinete, sentado em frente a um computador
Segundo Erick Musso, adesão facilita acesso a tecnologias para o controle em gestão pública / Foto: Leonardo Duarte

A Assembleia Legislativa (Ales) acaba de dar mais um passo para incrementar o controle interno de suas contas e manter a eficiência no cumprimento de sua missão como poder público. Na última terça-feira (2), foi assinado, digitalmente, termo de adesão ao Conselho Nacional de Controle Interno (Conaci), instituição criada em 2007 e reconhecida por desenvolver sistemas eficazes de controle em gestão pública.

O presidente da Casa, deputado Erick Musso (Republicanos), disse que o Parlamento capixaba tem orgulho de ser o primeiro das regiões Sudeste e Sul a integrar o conselho. "A partir de agora poderemos dispor do acervo técnico e das tecnologias desenvolvidas pelo Conaci. Os servidores terão à disposição novas ferramentas para auxiliar e qualificar ainda mais o trabalho de auditoria e controle interno da Ales", comentou.

Além de parlamentos estaduais, o conselho conta com a adesão de diversas secretarias de controle interno de governos estaduais e municipais. No Espírito Santo, além da Ales, também são filiadas à entidade a Secretaria de Estado de Controle e Transparência (Secont-ES) e a Secretaria Municipal de Controle e Transparência de Vila Velha.

Ações do conselho

Entre suas ações, o Conaci já se reuniu com missão do Fundo Monetário Internacional (FMI) para aprofundar o entendimento de temas relacionados à política fiscal. Consolidou também parcerias com o Banco Mundial, além de realização de seminários anticorrupção, entre eles um no Espírito Santo, com apoio do governo estadual.

Outras iniciativas realizadas pelo conselho se referem a encontros nacionais para debater controle interno, com a promoção de 12 eventos anuais pelo país. Também consta, entre suas atividades, elaboração de novo formato de orçamento articulado às ações de planejamento estratégico.
 

Aprovado fim de taxa de cartório para conselho escolar
Se virar lei, iniciativa aprovada pela Assembleia deve apoiar órgãos que representam comunidade escolar
PL que doa imóvel a VV tramita em urgência
No local já existem duas escolas, uma quadra e um Centro de Referência de Assistência Social
Finanças aprova calamidade para seis municípios
Requerimentos aprovados atendem as prefeituras de Marataízes, Vila Velha, São Mateus, Mucurici, Santa Leopoldina e Cariacica
Novo Carmélia promete reforçar área cultural
Revitalização do teatro é um dos destaques do projeto de reforma, apresentado à Comissão de Cultura da Assembleia
Aprovado fim de taxa de cartório para conselho escolar
Se virar lei, iniciativa aprovada pela Assembleia deve apoiar órgãos que representam comunidade escolar
PL que doa imóvel a VV tramita em urgência
No local já existem duas escolas, uma quadra e um Centro de Referência de Assistência Social
Finanças aprova calamidade para seis municípios
Requerimentos aprovados atendem as prefeituras de Marataízes, Vila Velha, São Mateus, Mucurici, Santa Leopoldina e Cariacica