PL obriga Estado a receber pagamento via apps

Iniciativa de Capitão Assumção visa modernizar processo de recebimento de valores

Por Larissa Lacerda

O deputado Capitão Assumção (Patri) apresentou na Assembleia Legislativa (Ales) o Projeto de Lei (PL) 175/2020, que obriga a Administração Pública Estadual a receber valores devidos por meio de aplicativos de envio e recebimento de dinheiro, como PicPay e internet banking. A proposta abrange todos os órgãos e entidades que compõem a Administração Pública, bem como as concessionárias e permissionárias de serviço público.

Na justificativa da matéria, o deputado explica que o objetivo é modernizar a desburocratizar os processos de pagamento de valores por cidadãos ao Estado. “Trata-se de mais uma maneira de desburocratizar a vida do cidadão capixaba, que gozará da modernização nos pagamentos devidos ao Estado, podendo fazê-lo de maneira mais célere e com igual eficácia, de onde estiver por meio de um aplicativo”.

Tramitação

O PL 175/2020 recebeu parecer pela inconstitucionalidade, mas o autor recorreu da decisão à Comissão de Justiça. 

Matéria veda homenagem a escravocratas
Prédios públicos também não poderão ter o nome de defensores da ditadura militar, nazistas, condenados por racismo, entre outros
Condutor de viatura pode ficar isento de pagar CNH
Proposta beneficia servidores das polícias Civil, Militar, Penal, Bombeiro Militar e do Iases responsáveis pela condução de veículos dos órgãos
Reunião debate segurança em transporte escolar
Segundo advogado, motoristas de aplicativo estariam realizando transporte de estudantes de forma irregular
Deputado alerta para uso responsável de auxílio
Majeski criticou oferta de crédito consignado para o Auxílio Brasil e lembrou os altos juros cobrados nos empréstimos
Matéria veda homenagem a escravocratas
Prédios públicos também não poderão ter o nome de defensores da ditadura militar, nazistas, condenados por racismo, entre outros
Condutor de viatura pode ficar isento de pagar CNH
Proposta beneficia servidores das polícias Civil, Militar, Penal, Bombeiro Militar e do Iases responsáveis pela condução de veículos dos órgãos
Reunião debate segurança em transporte escolar
Segundo advogado, motoristas de aplicativo estariam realizando transporte de estudantes de forma irregular