PL impede corte de internet por inadimplência

Proposta de Iriny Lopes também veda interrupção do acesso ou redução da velocidade contratada

Por Larissa Lacerda

celulares
Foto: Divulgação

A deputada Iriny Lopes (PT) apresentou na Assembleia Legislativa (Ales) o Projeto de Lei (PL) 192/2020 que proíbe as operadoras de telefonia e internet suspenderem os serviços por inadimplência, durante o período de aplicação das medidas referentes à contenção do novo coronavírus no Estado. A proposta também veda a interrupção do acesso ou a redução da velocidade contratada por qualquer limite preestabelecido de dados utilizados.

Em caso de não cumprimento das regras, o PL determina multa de três mil Valores de Referência do Tesouro Estadual (VRTEs), que corresponde hoje a R$10.525,20. Em caso de reincidência, a multa deve ser duplicada. Os recursos provenientes da aplicação da multa devem ser destinados ao Fundo Estadual de Defesa do Consumidor (FEDC).

A deputada defende, na justificativa do projeto, que o distanciamento social necessário ao controle da pandemia do coronavírus fez com que a conexão à internet se tornasse ainda mais essencial.

“A preservação de fluxos de trabalho, de ensino, de acesso a informações sobre saúde e também de lazer dependerá em grande medida dos serviços de telecomunicações. Por isso é necessário regulamentar o quadro excepcional em que se encontra o Estado, a fim de não prejudicar os consumidores”.

Inicialmente, a proposição também obrigava as operadoras de telefonia e internet móvel a disponibilizaram gratuitamente os acessos a sites de comunicação, redes sociais e streaming, sem qualquer contabilização do pacote de dados dos clientes. No entanto, a deputada Iriny apresentou uma emenda suprimindo a artigo que tratava dessa regra.

O PL 192/2020 está na Secretaria-Geral da Mesa e aguarda análise da Presidência da Casa.

Deputados: Iriny Lopes
Aprovado fim de taxa de cartório para conselho escolar
Se virar lei, iniciativa aprovada pela Assembleia deve apoiar órgãos que representam comunidade escolar
PL que doa imóvel a VV tramita em urgência
No local já existem duas escolas, uma quadra e um Centro de Referência de Assistência Social
Finanças aprova calamidade para seis municípios
Requerimentos aprovados atendem as prefeituras de Marataízes, Vila Velha, São Mateus, Mucurici, Santa Leopoldina e Cariacica
Novo Carmélia promete reforçar área cultural
Revitalização do teatro é um dos destaques do projeto de reforma, apresentado à Comissão de Cultura da Assembleia
Aprovado fim de taxa de cartório para conselho escolar
Se virar lei, iniciativa aprovada pela Assembleia deve apoiar órgãos que representam comunidade escolar
PL que doa imóvel a VV tramita em urgência
No local já existem duas escolas, uma quadra e um Centro de Referência de Assistência Social
Finanças aprova calamidade para seis municípios
Requerimentos aprovados atendem as prefeituras de Marataízes, Vila Velha, São Mateus, Mucurici, Santa Leopoldina e Cariacica