Deputado quer coleta de resíduos sólidos em shows

Planejamento seria obrigatório para eventos públicos ou privados com a participação de mais de 200 pessoas

Por Aldo Aldesco

Rafael Favatto
Deputado Dr. Rafael Favatto é o autor da proposta / Foto: Lissa de Paula

Proposição apresentada pelo deputado Dr. Rafael Favatto (Patri) determina que os eventos públicos ou privados com a participação de mais de 200 pessoas tenham um plano previamente elaborado de coleta, descarte e destinação correta dos resíduos sólidos.

O Projeto de Lei (PL) 1017/2019 considera eventos os shows, festivais musicais, festas e manifestações culturais, congressos, seminários, wokshops, feiras, convenções, encontros corporativos, competições esportivas.

A participação das cooperativas de catadores de material reciclável é obrigatória no plano de coleta e destinação dos resíduos dos eventos organizados pelos setores públicos. No caso de eventos de iniciativa privada, aconselha-se a parceria com tais cooperativas.

Favatto reforça a necessidade de que a gestão da geração de resíduos provocados por tais eventos é um desafio para a sociedade na proteção do meio ambiente.

“É necessário reconhecer que, na realização de eventos, existem diversos impactos ambientais associados que se intensificam de maneira proporcional ao crescimento do setor, podendo ser mencionados como exemplos a poluição sonora, o alto consumo de energia, a geração de resíduos, entre outros”, exemplifica o deputado.

Matéria lida em Plenário em 11 de dezembro de 2019, segue para análise das comissões de Justiça, Cultura, Meio Ambiente e Finanças.

Orçamento 2023 recebe 971 emendas
Comissão de Finanças terá até dia 7 de dezembro para acatar ou rejeitar as sugestões feitas à peça
Próximo governo: policiais reforçam demandas
Em reunião na Ales, eles disseram esperar que o governador reeleito atenda pleitos apresentados durante campanha eleitoral
Chuvas: Ales sinaliza apoio aos municípios
Legislativo coloca-se pronto para atender e ratificar situações oficiais de calamidade pública, permitindo agilidade no repasse de recursos estaduais 
Bahiense quer prevenção a novos atentados em escolas
Presidente da Comissão de Proteção à Criança e ao Adolescente propõe medidas de segurança, como botão de pânico, câmeras de monitoramento e vigilância armada
Orçamento 2023 recebe 971 emendas
Comissão de Finanças terá até dia 7 de dezembro para acatar ou rejeitar as sugestões feitas à peça
Próximo governo: policiais reforçam demandas
Em reunião na Ales, eles disseram esperar que o governador reeleito atenda pleitos apresentados durante campanha eleitoral
Chuvas: Ales sinaliza apoio aos municípios
Legislativo coloca-se pronto para atender e ratificar situações oficiais de calamidade pública, permitindo agilidade no repasse de recursos estaduais