CPI das Obras debate nesta 2ª feira erosão em Piúma

Colegiado convocou empresa responsável pela construção de muro para conter o avanço da maré

Por Silvia Magna

Erosão na praia de Piúma
Piúma é um dos municípios capixabas afetados pela erosão / Foto: Hélio Filho/Secom ES

A primeira reunião ordinária da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que apura denúncias sobre irregularidades em obras públicas e privadas no Estado debaterá, nesta segunda-feira (16), a situação da obra do muro de contenção na orla de Piúma, no Sul do Estado. O encontro está marcado para as 9 horas, no Plenário Rui Barbosa.

O colegiado convocou o empresário Selvi José Carboni, presidente da Mississipi Empreendimentos, responsável pela construção do muro para conter o avanço da maré no local. 

Orçada em R$ 4,6 milhões, a obra é fruto de convênio entre a Secretaria Estadual de Saneamento, Habitação e Desenvolvimento Urbano (Sedurb) e a Prefeitura de Piúma. Serão executados 780 metros de muro de contenção na Avenida Prefeito José de Vargas Scherer, conhecida como Avenida Beira-Mar. 

A obra contempla também a construção de 1.960 metros de meio-fio de concreto ao longo da via, calçadão com rampas de acessibilidade, ciclovia, três decks de madeira, 37 postes com luminárias e 1.177,16 m² de recuperação da via em asfalto. As informações são do Portal do Governo na internet.

CPI

A CPI que acompanha obras públicas e privadas no Estado foi criada pela Resolução 5.920, de 27 de fevereiro deste ano, com objetivo de acompanhar as políticas de desenvolvimento da infraestrutura e logística do Estado. 

O colegiado é presidido pelo deputado Marcelo Santos (PDT) e tem como vice-presidente Dr. Rafael Favatto (Patri). O deputado Alexandre Xambinho (Rede) é o relator. Na suplência estão Euclério Sampaio (sem partido), Hudson Leal (Republicanos) e Vandinho Leite (PSDB). 
 

Orçamento 2023 recebe 971 emendas
Comissão de Finanças terá até dia 7 de dezembro para acatar ou rejeitar as sugestões feitas à peça
Próximo governo: policiais reforçam demandas
Em reunião na Ales, eles disseram esperar que o governador reeleito atenda pleitos apresentados durante campanha eleitoral
Chuvas: Ales sinaliza apoio aos municípios
Legislativo coloca-se pronto para atender e ratificar situações oficiais de calamidade pública, permitindo agilidade no repasse de recursos estaduais 
Bahiense quer prevenção a novos atentados em escolas
Presidente da Comissão de Proteção à Criança e ao Adolescente propõe medidas de segurança, como botão de pânico, câmeras de monitoramento e vigilância armada
Orçamento 2023 recebe 971 emendas
Comissão de Finanças terá até dia 7 de dezembro para acatar ou rejeitar as sugestões feitas à peça
Próximo governo: policiais reforçam demandas
Em reunião na Ales, eles disseram esperar que o governador reeleito atenda pleitos apresentados durante campanha eleitoral
Chuvas: Ales sinaliza apoio aos municípios
Legislativo coloca-se pronto para atender e ratificar situações oficiais de calamidade pública, permitindo agilidade no repasse de recursos estaduais