Sindicato dos Técnicos Industriais é homenageado

Na homenagem aos 30 anos da entidade, discursos levantam preocupação com corte de verbas na educação e risco para o desenvolvimento industrial do país

Por Wanderley Araújo

Homenagem ao Sindicato dos Técnicos Industriais
Homenagem foi uma iniciativa da deputada Iriny Lopes / Foto: Lissa De Paula

O Parlamento estadual realizou sessão solene, na noite de sexta-feira (7), em comemoração aos 30 anos do Sindicato dos Técnicos Industriais (Sintec-ES). Foram homenageados com certificados sindicalistas que fazem parte da história da entidade e profissionais ligados ao setor. 

Confira as fotos da sessão solene

Um dos homenageados foi o especialista em Tecnologia da Informação (TI), Welington Ferri. Ele contou que, logo que terminou o curso técnico, enveredou-se pelo segmento de TI, que mal acabava de chegar ao país. 

“Faço parte da geração pioneira de técnicos em computação; peguei todo o início, desde os computadores enormes da IBM, máquinas que tinham apenas 2k de memória, até os atuais”, relembrou. 

O presidente do Sintec-ES, Miguel Madeira, explicou que a informática é apenas uma entre várias áreas técnicas industriais existentes no Brasil e no mundo. 

“(A técnica industrial) é uma área abrangente, que envolve outros setores, como o civil, elétrica, mecânica e metalúrgica, minas e geologia, agrimensura, arquitetura, entre outras”, citou o líder da entidade, que reúne hoje cerca de 20 mil filiados. 

Cortes na educação

Madeira disse que o segmento anda preocupado com os cortes nas verbas da educação anunciados pelo governo federal, pois afetam as universidades federais e os institutos federais de educação.  

“A maioria dos técnicos industriais é formada pelos institutos federais e, quando se cortam verbas para essas instituições, significa um retrocesso, pois repercutirá no atraso do desenvolvimento industrial do país”, avaliou. 

A proponente da solenidade, deputada Iriny Lopes (PT), também criticou os cortes na educação, ao afirmar que o país vive vários retrocessos decorrentes da contenção “generalizada” de investimentos. 

“Um país que deixa de investir na formação educacional e profissional das novas gerações está caminhando para um atraso muito grande”, pontuou. 

Iriny afirmou que, “apesar do cenário preocupante”, o Sintec-ES tem muito o que comemorar, porque há três décadas faz história no Espírito Santo, preparando profissionais para o mercado de trabalho, num segmento muito amplo e complexo. 

Além das entregas de certificados feitas pelo Parlamento estadual, houve ainda na solenidade homenagens com placas e troféus feitas pelo Sintec a personalidades que ajudaram na construção da história da entidade. 

Homenageados com certificados pela Ales 
 

  1. Adilson Alves Caldas
  2. Aloísio Carnielli
  3. Aluyr Carlos Zon Júnio
  4. Anderson Pandolfi
  5. Bernardino José Gomes
  6. Carlos Demetrius Gonçalves da Silva
  7. Darci Grammelick Franskoviaki
  8. Dionísio José de Souza Carvalho
  9. Elianderson Bernardes França
  10. Fábio Luiz Gama Pimentel
  11. Gérson Eli Cruz
  12. Hector Campos Scarpati
  13. Heraldo Gonçalves Fogos
  14. Hudson de Almeida Machado
  15. Jefferson Luiz Cariati da Silva
  16. João Carlos Cruz
  17. José Eugênio da Rocha
  18. Kepler Daniel Sérgio Eduardo
  19. Lauro Antônio Furieri
  20. Magno Olson da Silva
  21. Marconi Mota do Monte
  22. Maurino Fidélis de Oliveira
  23. Miguel Antônio Madeira da Silva Araújo
  24. Portugal Sampaio Salles
  25. Rogério Mascarenhas da Silva
  26. Rônio Linhares de Oliveira
  27. Telmo Sodré Lopes Filho
  28. Valmir Xavier Martins
  29. Vanderli Lascola do Nascimento
  30. Welington Ferri
     
Deputados: Iriny Lopes
Aprovado fim de taxa de cartório para conselho escolar
Se virar lei, iniciativa aprovada pela Assembleia deve apoiar órgãos que representam comunidade escolar
PL que doa imóvel a VV tramita em urgência
No local já existem duas escolas, uma quadra e um Centro de Referência de Assistência Social
Finanças aprova calamidade para seis municípios
Requerimentos aprovados atendem as prefeituras de Marataízes, Vila Velha, São Mateus, Mucurici, Santa Leopoldina e Cariacica
Novo Carmélia promete reforçar área cultural
Revitalização do teatro é um dos destaques do projeto de reforma, apresentado à Comissão de Cultura da Assembleia
Aprovado fim de taxa de cartório para conselho escolar
Se virar lei, iniciativa aprovada pela Assembleia deve apoiar órgãos que representam comunidade escolar
PL que doa imóvel a VV tramita em urgência
No local já existem duas escolas, uma quadra e um Centro de Referência de Assistência Social
Finanças aprova calamidade para seis municípios
Requerimentos aprovados atendem as prefeituras de Marataízes, Vila Velha, São Mateus, Mucurici, Santa Leopoldina e Cariacica