Ales debate papel do agente socioeducativo

Audiência também vai discutir reivindicações dos servidores do Iases como plano de carreira e mudança em jornada de trabalho

Por Wanderley Araújo

Comissão de Segurança
Audiência da Comissão de Segurança será nesta quarta-feira, às 14 horas / Foto: Tati Beling

A Comissão de Segurança realiza nesta quarta-feira (10), às 14 horas, no Plenário Dirceu Cardoso, audiência pública para discutir demandas do Sindicato dos Servidores no Atendimento Socioeducativo do Espírito Santo (Sinases). Entre outros pontos, eles reivindicam o fim de jornada de trabalho de 12/36 horas no Instituto de Atendimento Socioeducativo do Espírito Santo (Iases). 

Outra demanda refere-se à segurança no Iases. Em ofício enviado ao colegiado, o presidente do sindicato, Bruno Menelli Dalpiero, relata que, quando a polícia apreende o adolescente, é utilizado todo o aparato necessário. No entanto, quando ele é deixado no Iases os agentes do instituto não dispõem de nenhum equipamento para fazer essa segurança.

“Será que o adolescente infrator deixa de ser perigoso quando entra no Iases?”, indaga Bruno Dalpiero no documento. 

Diante dessa situação considerada “conflitante” pelos servidores do Iases, eles questionam a natureza da função que exercem - se devem continuar operando apenas como socioeducadores ou se essa competência deveria ser estendida também para atuarem como agentes de segurança. Daí o título da audiência pública: “Natureza da função: educadores ou segurança?”.

Plano de carreira 

Segundo a assessoria da Comissão de Segurança, com o debate se pretende ainda conscientizar acerca da necessidade de implantação de um plano de carreira para os servidores do Iases, estabelecendo uma progressão funcional que os motive no exercício das atividades. 

Foram convidados para a reunião os titulares das secretarias estaduais nas áreas de Segurança Pública, Justiça, Direitos Humanos, Gestão e Recursos Humanos, além de representantes do Iases, Ministério Público do Estado (MPES), Defensoria Pública Estadual e Delegacia Especializada do Adolescente em Conflito com a Lei (Deacle). 

Composição 

A Comissão de Segurança tem como presidente o Delegado Danilo Bahiense (PSL) e como vice o Coronel Alexandre Quintino (PSL). São membros efetivos Euclério Sampaio (sem partido), Capitão Assumção (PSL), Delegado Lorenzo Pazolini (sem partido), Marcelo Santos (PDT), Enivaldo dos Anjos (PSD), Dr. Emílio Mameri (PSDB) e Luciano Machado (PV). 
 

Comissões: Segurança
Plenário avaliza extinção de cargo do Incaper
Segundo proposta, o cargo de Auxiliar em Desenvolvimento Rural seria extinto para facilitar a contratação de empresa para prestação do serviço
Deputado alerta para doenças intestinais
Doutor Hércules também quer que o governo do Estado instale centros de infusão de medicamentos em todas as regiões do Espírito Santo
Assembleia aprova fundo para produtores rurais
Objetivo do governo é facilitar crédito para que os produtores possam retomar suas lavouras
Justiça acolhe PL que proíbe copos plásticos
Proposta veta o fornecimento de copos plásticos descartáveis em restaurantes, bares e similares
Plenário avaliza extinção de cargo do Incaper
Segundo proposta, o cargo de Auxiliar em Desenvolvimento Rural seria extinto para facilitar a contratação de empresa para prestação do serviço
Deputado alerta para doenças intestinais
Doutor Hércules também quer que o governo do Estado instale centros de infusão de medicamentos em todas as regiões do Espírito Santo
Assembleia aprova fundo para produtores rurais
Objetivo do governo é facilitar crédito para que os produtores possam retomar suas lavouras