Rotativo de Guarapari volta a ser assunto em CPI

Cobrança de estacionamento em Setiba é questionada pela população, para quem a medida vem prejudicando o turismo na praia

Por Aldo Aldesco

CPI da Máfia dos Guinchos
CPI da Máfia dos Guinchos se reúne na segunda-feira (26), às 11 horas - / Foto: Tati Beling

O sistema de estacionamento rotativo de Guarapari volta à pauta da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Máfia dos Guinchos da Assembleia Legislativa nesta segunda-feira (26), às 11 horas, no Plenário Judith Leão.

 

Foi convocada para prestar esclarecimentos aos deputados a titular da Secretaria Municipal de Fiscalização (Semfis) de Guarapari, Claudia Martins Silva. O segundo convocado é o comandante do 10º Batalhão da Polícia Militar de Guarapari, tenente-coronel Wellington Barbosa Pessanha.

 

A CPI convocou também, mais uma vez, o representante da Vista Group Network sistemas e Empreendimentos (VGN) Ricardo Silva Martins. O vereador de Guarapari Denizart Luiz do Nascimento, o Zazá, foi convidado a participar da reunião.

 

Rotativo

 

A Prefeitura de Guarapari anunciou em setembro de 2017 a ampliação da cobrança do estacionamento rotativo aos sábados, domingos, feriados e na alta temporada, entre 15 de dezembro e o final de fevereiro, além do mês de julho.

 

No mesmo período, o estacionamento seria cobrado também no Parque da Areia Preta, Setiba, Bacutia e Peracanga. Essa última decisão levou o vereador Zazá a promover ações questionando a cobrança do rotativo, pois estaria prejudicando o turismo em Setiba.

 

Em fevereiro de 2016, o sistema de estacionamento rotativo de Guarapari foi citado na comissão  pela primeira vez. À época, a deputada Janete de Sá (PMN), relatora da CPI, fez referências a denúncias dos moradores e usuários sobre irregularidades no atendimento do serviço.

 

A Vista Group tem sede em Nova Friburgo (RJ), onde opera desde 2012. A empresa firmou contrato de prestação de serviço com a Prefeitura de Guarapari pelo período de 20 anos.

 

A CPI

 

A CPI da Máfia dos Guinchos foi instalada em 2015 para apurar supostas irregularidades no serviço no Estado. Para tanto, recebe informações de autoridades de trânsito, empresas rebocadoras de veículos e proprietários de pátios credenciados pelo Detran-ES e também de cidadãos, proprietários de veículos guinchados, multados ou guardados em pátios no Estado.

 

Foi acrescentada em suas atribuições a apuração de denúncias de irregularidades nas permissões para taxistas – concedidas pelas administrações municipais para a execução de serviço de transporte individual de passageiro. A Resolução 4.757, publicada em junho de 2017, prorrogou o prazo da CPI por mais 365 dias. 

 

O colegiado é presidido pelo deputado Enivaldo dos Anjos (PSD) e tem como relatora a deputada Janete de Sá (PMN). Os outros membros efetivos são os deputados Marcos Bruno (Rede) e Raquel Lessa (SD). A deputada Luzia Toledo (MDB) é suplente.

Comissões: CPI dos Guinchos
Saúde mental: um suicídio a cada 40 segundos
Dado da OMS foi apresentado em reunião da Frente Parlamentar em Defesa da Saúde Mental
Projeto cria cadastro estadual de homicidas
Conforme proposta, cadastro deve conter informações de pessoas condenadas em última instância por crimes contra agentes de segurança
Conta pra Gente sobre inflação estreia sexta
No programa, você vai saber o que leva ao aumento ou à redução do índice e os impactos da inflação no cotidiano
Criança e adolescente: 71 homicídios em 2021
Dados estaduais referentes aos meses de janeiro a agosto foram apresentados pelo deputado Delegado Danilo Bahiense
Saúde mental: um suicídio a cada 40 segundos
Dado da OMS foi apresentado em reunião da Frente Parlamentar em Defesa da Saúde Mental
Projeto cria cadastro estadual de homicidas
Conforme proposta, cadastro deve conter informações de pessoas condenadas em última instância por crimes contra agentes de segurança
Conta pra Gente sobre inflação estreia sexta
No programa, você vai saber o que leva ao aumento ou à redução do índice e os impactos da inflação no cotidiano