Bahiense quer prevenção a novos atentados em escolas

Presidente da Comissão de Proteção à Criança e ao Adolescente propõe medidas de segurança, como botão de pânico, câmeras de monitoramento e vigilância armada

Por João Caetano Vargas, com edição de Angèle Murad

Imagem de Bahiense e nomes no painel eletrônico do plenário
Bahiense cobrou apoio psicológico do governo do Estado às vítimas dos atentados / Foto: Lucas S. Costa

A Comissão de Proteção à Criança e ao Adolescente, presidida pelo deputado Delegado Danilo Bahiense (PL), está acompanhando os desdobramentos dos crimes cometidos em duas escolas de Aracruz, na última semana. Em pronunciamento na sessão ordinária desta quarta-feira (30), o parlamentar falou sobre a ação do colegiado:

“Verificamos um clima desolador, de consternação, de luto e de tristeza. A nossa equipe visitou as duas escolas que foram alvo do adolescente. Na particular, a unidade estava com seis psicólogos, que são da escola, de empresas privadas e voluntários, fazendo um trabalho junto com a direção e professores, realizando o acolhimento dos pais e alunos”, relatou o deputado.

“Na estadual isso não ocorreu, segundo o que nos foi relatado. Esperamos que isso seja por causa da suspensão das aulas até o próximo dia 2 (de dezembro). Mas era para haver um trabalho dessa forma com a comunidade. Foi nos relatado que o Estado não tinha até o momento, feito qualquer contato com a escola particular, nem mesmo com a família da vítima de 12 anos”, lamentou.

Fotos da sessão ordinária

Bahiense falou sobre os desdobramentos do caso e adiantou que a comissão apresentará 12 indicações ao Executivo estadual, visando à prevenção de crimes dessa natureza em escolas públicas e particulares do Espírito Santo. As indicações terão os seguintes propósitos: 

  • Ampliação da patrulha escolar; 
  • Ampliação dos programas Proerd e Papos de Responsa, das polícias Militar e Civil; 
  • Instalação do botão de pânico nas escolas públicas e privadas; 
  • Vigilância armada nas escolas; 
  • Ampliação de programas de saúde mental para alunos, servidores e professores;
  • Reforço na segurança das escolas, com cercas, câmeras de vigilância e cadeados reforçados;
  • Qualificação de professores e servidores da educação, de forma continuada, para lidar com situações semelhantes;
  • Serviço de capelania escolar, visando o conforto espiritual de alunos, professores e servidores das escolas;
  • Criação de um protocolo definido de ações envolvendo a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), as polícias Militar e Civil e guardas municipais;
  • Criação de um grupo de apoio jurídico;
  • Criação de um gabinete de crise permanente de combate a crimes e atendados contra escolas;
  • Criação de uma unidade especializada antiterrorismo na Polícia Civil.


Relembre o caso

Na manhã da última sexta-feira (25), um adolescente de 16 anos invadiu duas escolas, uma pública e uma particular, no município de Aracruz. O invasor estava armado e abriu fogo contra alunos e servidores das instituições. Até o momento, quatro pessoas morreram, entre elas uma estudante de 12 anos. Outras 12 pessoas ficaram feridas e 3 delas se encontram internadas em estado grave. 

“O que aconteceu em Aracruz não pode jamais se permitir em nenhum lugar do Estado do Espírito Santo”, finalizou o parlamentar. 

Parceria busca aprimorar trabalho de servidores
Ales e Esesp assinaram termo de cooperação que promove intercâmbio e possibilita a servidores públicos participar de diferentes atividades promovidas pelas instituiç...
Bahiense: segurança pública como prioridade
Parlamentar reeleito diz que vai lutar pela melhoria da remuneração e das condições de trabalho dos servidores da área 
Zé Preto: maior atenção para a saúde pública
Parlamentar quer políticas públicas direcionadas para a população mais carente, principalmente, no atendimento em saúde
Iniciativa quer reduzir afogamentos no estado
Proposta apresentada no Legislativo busca orientar e prevenir que banhistas sejam vítimas de afogamentos
Parceria busca aprimorar trabalho de servidores
Ales e Esesp assinaram termo de cooperação que promove intercâmbio e possibilita a servidores públicos participar de diferentes atividades promovidas pelas instituiç...
Bahiense: segurança pública como prioridade
Parlamentar reeleito diz que vai lutar pela melhoria da remuneração e das condições de trabalho dos servidores da área 
Zé Preto: maior atenção para a saúde pública
Parlamentar quer políticas públicas direcionadas para a população mais carente, principalmente, no atendimento em saúde