Polícia Montada celebra 30 anos com solene

Participação da Cavalaria no policiamento ostensivo e em outras operações da PM foi destacada durante o evento

Por João Caetano Vargas, com edição de Angèle Murad

Homenageado de farda segura placa e ao lado dele várias pessoas, todos em pé
Oficiais foram homenageados em solenidade realizada pelo deputado Coronel Alexandre Quintino / Foto: Lucas S. Costa

Para celebrar os 30 anos do regimento de Polícia Montada (RPMONT), mais conhecida como Cavalaria da Polícia Militar do Espírito Santo (PM-ES), a Assembleia Legislativa (Ales) realizou sessão solene na manhã desta sexta-feira (1º). Ao todo, foram 36 oficiais homenageados com placas, além da entrega de um Título de Cidadão Espírito-Santanse e de um certificado.

O proponente da solenidade, deputado Coronel Alexandre Quintino (PDT), falou um pouco sobre o destacamento. “Ao longo destes quase 30 anos, o Regimento de Polícia Montada desenvolveu expertise, com destacado louvor em ações no policiamento ostensivo, no controle de distúrbios e na belíssima ação desenvolvida pela equoterapia junto à comunidade capixaba, contribuindo para o desenvolvimento psicomotor de pessoas portadoras de necessidades especiais”, afirmou.

O parlamentar também destacou a eficácia da cavalaria em ações específicas. “A flexibilidade da cavalaria também torna possível empregar o RPMONT em diversas operações policiais como, por exemplo, as operações de policiamento montado, visando coibir os crimes contra o patrimônio nos principais centros urbanos da Grande Vitória”, apontou. 

Além disso, Quintino citou as operações em aglomerados para o combate ao tráfico de drogas e homicídios nas localidades do Programa Estado Presente e as realizadas em eventos para atender ao chamado de todas unidades de área do estado. Segundo ele, “a ação de choque causada pela tropa montada da PM é indispensável em situações de controle de distúrbios civis”.

Fotos da sessão solene

Prevenção

O comandante da Cavalaria da PM-ES, tenente-coronel Giuliano Menegatti, falou sobre o importante trabalho desenvolvido pelo destacamento na prevenção de delitos. “Devido às características do policiamento montado, a gente está numa altura acima de uns 2,20 metros, a gente tem uma visão privilegiada. Ao mesmo tempo que enxergamos ao longe, a pessoa mal intencionada que está longe também nos enxerga, já causa prevenção”, pontuou.

“O próprio barulhinho da ferradura caminhando no asfalto já desperta a atenção e o som vai longe. A velocidade do nosso policiamento, o nosso cavalo que pesa em torno de 500 quilos, quando andando ao passo, atinge uma velocidade média de 6,5 a 7 Km/H, que é a velocidade ideal de policiamento para se obter realmente a prevenção, para evitar que o problema aconteça”, complementou. 

O homenageado concluiu sua fala comparando a atuação do regimento com a ronda feita pelas viaturas. “Uma viatura quando passa devagar passa a 30, 40 Km/H. O policiamento montado proporciona a quem está montado e a quem está no nosso entorno a visualização do Estado ali. E isso faz com que aconteça a prevenção”, afirmou. 

Homenageado com certificado

  • Coronel da Reserva Remunerada Antonio Carlos Rocha Loureiro (in memoriam)

Homenageado com Título de Cidadão Espírito-Santanse 

  • Maxwell Lage 

Homenageados com placas

  • 1º Sargento Alberto Pereira da Silva
  • 1º Sargento Maikonn Bandeira Amorim
  • 1º Sargento Mark Leid Oliveira Silva
  • 2º Sargento Ademir do Nascimento
  • 2º Sargento Alexsandro da Silva
  • 2º Sargento Genair Antônio Vieira
  • 2º Sargento José Ferreira Corrêa
  • 2º Sargento Romar Lopes
  • 3º Sargento Cláudia Cristina da Victória
  • 3º Sargento Emílio Henrique de Lima
  • 3º Sargento Eugênio José Pedruzzi
  • 3º Sargento Renato Augusto Vieira Cavassani
  • 3º Sargento Sandra Maria Ribeiro dos Santos Ataide
  • 3º Sargento Sandro da Rocha Ribeiro
  • 3º Sargento Vanderleia Maria Inacio
  • Cabo Antônio Max Dos Santos
  • Cabo Carlos Alberto Rosa
  • Cabo Christiano Naitzel Neto
  • Cabo Gildeon Rodrigues De Sousa
  • Cabo Leandro Ceolin Melo 
  • Cabo Lucanza Paulo Lobato Gondim
  • Capitão Carlo Marx Orlandi Rocha
  • Capitão Emerson Bravin
  • Capitão Olival Martinelli Tristão De Oliveira
  • Capitão Quadro de Oficiais de Administração RR José Frassi
  • Capitão Ramon Calmon Quedevez Barroso Gomes
  • Coronel Márcio Eugênio Sartório
  • Coronel Paulo César Garcia Duarte
  • Coronel RR Carlos Henrique Pereira França
  • Major Sidney de Almeida Celante
  • Major Veterinário RR João Luiz Leite Pacheco
  • Major Warner Di Francesco Belém
  • Soldado Achley Ravena de Mattos
  • Subtenente Deiner Campos Campelo
  • Tenente Coronel Giuliano Menegatti
  • Tenente Quadro de Oficiais de Administração  Bruno Ricardo Schelemberg
Proposta homenageia escritor capixaba
Iniciativa declara Amâncio Pinto Pereira patrono da Educação no Espírito Santo e busca dar visibilidade à produção literária do capixaba
Bancos de leite amparam mulheres na amamentação
Além de prover bebês internados com o leite doado, essas instituições também orientam mães no aleitamento  
Matéria veda homenagem a escravocratas
Prédios públicos também não poderão ter o nome de defensores da ditadura militar, nazistas, condenados por racismo, entre outros
Condutor de viatura pode ficar isento de pagar CNH
Proposta beneficia servidores das polícias Civil, Militar, Penal, Bombeiro Militar e do Iases responsáveis pela condução de veículos dos órgãos
Proposta homenageia escritor capixaba
Iniciativa declara Amâncio Pinto Pereira patrono da Educação no Espírito Santo e busca dar visibilidade à produção literária do capixaba
Bancos de leite amparam mulheres na amamentação
Além de prover bebês internados com o leite doado, essas instituições também orientam mães no aleitamento  
Matéria veda homenagem a escravocratas
Prédios públicos também não poderão ter o nome de defensores da ditadura militar, nazistas, condenados por racismo, entre outros