Cooperativismo recebe homenagem

Em 6 de julho é comemorado o Dia Internacional do Cooperativismo, mas a Ales antecipou a celebração da data devido ao calendário eleitoral

Por Patrícia Bravin, com edição de Angèle Murad

Homenageada com comenda no pescoço e certificado nas mãos está rodeada por pessoas
Iniciativa da homenagem foi do deputado Mansur / Foto: Ana Salles

Em sessão solene realizada nesta terça-feira (28), no Plenário Dirceu Cardoso, a Assembleia Legislativa homenageou personalidades ligadas ao cooperativismo, contempladas com a Medalha Luiz Carlos de Oliveira. A solenidade foi requerida pelo deputado Pastor Marcos Mansur (PSDB), presidente da comissão temática na Casa.

De acordo com o 1º Anuário do Cooperativismo Capixaba, lançado pelo Sistema OCB/ES, um em cada dez capixabas é associado a alguma atividade cooperativista. Com 111 cooperativas, o segmento rendeu R$ 6,6 bilhões em 2019, sendo responsável por 5,32% do Produto Interno Bruto (PIB) nominal do Espírito Santo sem contar com os R$ 656 milhões gerados em impostos e taxas. 

Mas, para Mansur, esse modelo de negócio ainda tem muito a crescer no Brasil. “Os países de primeiro mundo têm no cooperativismo sua principal força, com mais de 50% de contribuição no PIB. Nós, tanto no Brasil quanto no estado, estamos com muito pouco ainda, na casa dos 5%, mas não vamos desanimar. Temos muito chão pra caminhar pela frente”, disse.

Comissão permanente 

O superintendente do Sistema OCB/ES, Carlos André Santos de Oliveira, também reforçou os números do cooperativismo capixaba, que é o segundo maior repassador de crédito rural no Espírito Santo e líder nas atividades das operadoras de saúde suplementar. As cooperativas também são responsáveis por 50% do leite industrializado no estado e por 65% do transporte escolar. 

Oliveira destacou ainda o crescimento da participação cooperativista na merenda escolar por meio da agricultura familiar. “(O segmento) tem demonstrado uma pujança e uma constante melhoria da gestão, com um olhar para o desenvolvimento social”, destacou.

Outra consideração de Oliveira foi a contribuição da Assembleia Legislativa para o debate sobre o desenvolvimento do setor. Ele lembrou que o Legislativo capixaba é o único do Brasil a ter uma comissão permanente para debater o cooperativismo e afirmou que esse fórum de debates tem sido muito importante para gerar políticas públicas para a área.

Medalha

A Medalha Luiz Carlos de Oliveira foi criada pela Resolução 5.287/2017, por iniciativa de Mansur para ser concedida a personalidades da atividade cooperativista nos âmbitos estadual, nacional e internacional. A honraria leva o nome do contador, especialista em sociedades cooperativas que há mais de 50 anos atua no segmento. 

Oliveira iniciou suas atividades como servidor do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e contribuiu com a criação da Organização das Cooperativas do Estado do Espírito Santo (OCB/ES). Convidado de honra da solenidade, estava emocionado por carregar o nome da medalha. “Apenas uma boa noite e agradecer pelo carinho. Fui, sou e sempre serei cooperativista”, finalizou.

Homenageados

  1. Carlos André Santos de Oliveira 
  2. David Duarte Ribeiro
  3. Oberdan Debona Altoé
  4. Valteci Wil
  5. Luiz Carlos Bastianello
  6. Advaldo Antônio Zottelle
  7. Denilson Potratz
  8. Fernando Ronchi
  9. Cleto Venturim
  10. Nailson Dalla Bernadina
  11. Eloísa Calvi 
  12. Darli Schaefer
  13. Celso Rodrigues de Souza
  14. Dionísio Avanza Filho
  15. Nilton Monteiro de Assis.
  16. Márcio José Neves Gomes
  17. Domingos João Piassi 
  18. Zenilza Aparecida Barros Pauli
  19. Arilda Teixeira
  20. Robertson Valadão
  21. Amanda Rodrigues Schulz Wruck
  22. Bruno Pessanha Negris
  23. Júlio Rocha
  24. Leandro Baptista Pinto
  25. Levanir Hencher Zanoni
  26. Arlan Simões Taufner
  27. José Antônio Martins Alves
  28. Maria Elisa da Silva
  29. Luiz Fernando Bonandi
  30. Rodrigo Curty Pires
Deputados: Pr. Marcos Mansur
Proposta homenageia escritor capixaba
Iniciativa declara Amâncio Pinto Pereira patrono da Educação no Espírito Santo e busca dar visibilidade à produção literária do capixaba
Bancos de leite amparam mulheres na amamentação
Além de prover bebês internados com o leite doado, essas instituições também orientam mães no aleitamento  
Matéria veda homenagem a escravocratas
Prédios públicos também não poderão ter o nome de defensores da ditadura militar, nazistas, condenados por racismo, entre outros
Condutor de viatura pode ficar isento de pagar CNH
Proposta beneficia servidores das polícias Civil, Militar, Penal, Bombeiro Militar e do Iases responsáveis pela condução de veículos dos órgãos
Proposta homenageia escritor capixaba
Iniciativa declara Amâncio Pinto Pereira patrono da Educação no Espírito Santo e busca dar visibilidade à produção literária do capixaba
Bancos de leite amparam mulheres na amamentação
Além de prover bebês internados com o leite doado, essas instituições também orientam mães no aleitamento  
Matéria veda homenagem a escravocratas
Prédios públicos também não poderão ter o nome de defensores da ditadura militar, nazistas, condenados por racismo, entre outros