Majeski aborda problemas vividos por professores

Para ele, mudanças na carga horária e na rotina escolar sobrecarregam profissionais e prejudicam produtividade

Por Silvia Magna, com edição de Angèle Murad

Majeski em pé fala ao microfone na tribuna do plenário
Majeski criticou o que considera como excesso de burocracia / Foto: Lucas S. Costa

As dificuldades enfrentadas por professores da educação pública capixaba foram alvo de discurso do deputado Sergio Majeski (PSDB) durante a sessão ordinária desta quarta-feira (22). Segundo o parlamentar, que atuou como professor de Geografia, as mudanças na carga horária trazidas pelo ensino integral e a forma de fazer o registro da rotina escolar sobrecarregam os profissionais e prejudicam a produtividade nas escolas. 

Majeski explicou que essas questões foram apresentadas em reunião com o secretário de Estado da Educação, Vitor de Angelo, e representantes das superintendências regionais de educação. Para ele, houve aumento substancial das atividades para os docentes, que estão cada vez mais sobrecarregados e sem tempo para administrar todas as demandas.

“Com essa carga estendida chamada de ensino integral foram criadas outras disciplinas na escola. É uma infinidade de coisas que precisam ser planejadas. O professor tem uma carga horária de 40 horas, tem que dar 32 de aula, mas tem 8 de planejamento. Como é possível? Não há tempo hábil. Os professores precisam de cada vez mais tempo”, afirmou o parlamentar.

Para ele, é excessiva a burocracia estabelecida pela Sedu e cobrada pelas superintendências de educação. “Por exemplo, em Guaçuí e Cariacica, eles são obrigados a utilizar dois sistemas diferentes para inserirem as mesmas informações. Os sistemas não são unificados”, disse o parlamentar. Conforme pontuou, a forma adotada pela pasta nessas duas superintendências atrasa o trabalho e não é eficiente. 

“Quem lê essas planilhas? Depois de ler, o que é feito? Tem que fazer isso aluno por aluno. Vamos nos ater naquilo que dá resultado, a criar coisas, a amparar as escolas, que enfrentam uma quantidade imensa de problemas. Tá um peso imenso dentro das escolas, e as superintendências e a Sedu criam burocracia inútil que sabidamente não dá resultado nenhum no sentido de melhorar o desempenho”, afirmou Majeski.

Álbum de fotos da sessão ordinária

Estradas

O deputado Luciano Machado subiu à tribuna do Plenário Dirceu Cardoso para solicitar ao governo do Estado que ajude prefeituras do interior a custearem a aplicação do Revsol nas estradas de vários municípios. Segundo ele, várias indicações solicitando o produto foram atendidas, mas muitos gestores não têm como arcar com os gastos de transporte e aplicação. 

O Revsol é um produto utilizado para revestir o solo em estradas. O resíduo é obtido a partir do beneficiamento da escória de aciaria (local onde o aço é produzido na indústria) e serve como substituto de outros recursos naturais. 

Homenagem

Durante a sessão ordinária, o deputado Doutor Hércules (Patri) homenageou com certificado a atleta paraolímpica Lorrayne Aguiar, vencedora em uma disputa de atletismo na Suíça. Lorrayne é deficiente visual e atleta da União de Cegos Dom Pedro II (Unicep). “É um trabalho difícil, ser atleta não é fácil, já que não temos apoio”, disse. 

O deputado falou sobre a importância de apoiar o esporte capixaba como forma de fomentar a inclusão social. “O esporte é uma importante ferramenta. Promove a convivência em grupo, crescimento pessoal e percepção da participação social e respeito ao próximo”, ressaltou.  

Deputados: Sergio Majeski
Projeto visa recuperar direitos de servidores
Proposta assegura que o tempo de trabalho durante a crise sanitária da Covid seja contabilizado para a concessão de direitos como quinquênios e licenças-prêmio 
Homens estão entre as principais vítimas de suicídio
Morte autoprovocada é quase quatro vezes maior entre homens e a terceira principal causa de óbito na faixa de 15 a 29 anos, apontam dados oficiais
"Cola" é recurso para ajudar eleitor a votar
Anotar os números dos candidatos diminui consideravelmente chance de erros na hora da votação e contribui para agilizar processo
PEC da Polícia Científica começa a tramitar
Iniciativa desvincula os peritos da PCES, reforçando autonomia e independência da categoria. Cinco emendas já foram apresentadas à proposta
Projeto visa recuperar direitos de servidores
Proposta assegura que o tempo de trabalho durante a crise sanitária da Covid seja contabilizado para a concessão de direitos como quinquênios e licenças-prêmio 
Homens estão entre as principais vítimas de suicídio
Morte autoprovocada é quase quatro vezes maior entre homens e a terceira principal causa de óbito na faixa de 15 a 29 anos, apontam dados oficiais
"Cola" é recurso para ajudar eleitor a votar
Anotar os números dos candidatos diminui consideravelmente chance de erros na hora da votação e contribui para agilizar processo