Serviço odontológico especializado em debate

Colegiado quer discutir com a Secretaria Estadual de Saúde e o Conselho Regional de Odontologia a criação de centro para atender quem possui necessidades especiais

Por Silvia Magna, com edição de Angèle Murad | Atualizado há 1 mês

Dois homens sentados atrás de mesa onde há microfones e, nível abaixo, mais pessoas sentadas
Especialista falou sobre demandas específicas de quem é autista ou tem síndrome de Down / Foto: Lucas S. Costa

A necessidade de oferecer aos pacientes com necessidades especiais o tratamento odontológico foi pauta da Comissão de Saúde durante reunião nesta terça-feira (21), no Plenário Rui Barbosa. O colegiado recebeu o dentista Leandro Barreto dos Santos, que falou sobre a manutenção da saúde oral nessas pessoas.

Santos é especialista bucomaxilo e atende a pessoas com traumas da face, patologias maxilares e distúrbios mandibulares. Conforme disse, as pessoas com síndrome de Down ou Transtorno do Espectro Autista (TEA), por exemplo, podem apresentar infecções, dificuldade para se alimentar, perda de dentes e até problemas com a pressão arterial. Segundo o dentista, a rede pública de saúde não atende esse público de forma adequada. 

“A boca é a porta de entrada para todo tipo de doenças. A manutenção da saúde oral dessas pessoas não é simples, pois, em muitos casos, elas não têm coordenação motora e dependem de familiares. Precisamos facilitar o acesso de todos ao acompanhamento e tratamento. Se em casa os cuidados com a higiene dessas pessoas já é muito difícil, já que os cuidadores têm dificuldades para fazer com que elas abram a boca, durante a internação a higiene fica bem mais complicada”, esclareceu o convidado. 

Álbum de fotos da reunião

Centro de atendimento 

O especialista afirmou que a criação de um centro especializado para tratar a saúde bucal desses indivíduos seria essencial para garantir mais qualidade de vida. “Com uma estrutura específica para esse público, o acesso seria ampliado. Não se trata apenas de realizar os procedimentos. Temos que educar os cuidadores sobre como a higiene diária pode ser realizada”, afirmou. 

Dentistas em hospitais 

De acordo com o coordenador do Centro de Saúde e Assistência Social da Assembleia Legislativa, Edson Moreira Ferreira, a atuação de profissionais de odontologia na rede pública diminuiria o tempo de internação e contribuiria para melhora das condições de saúde dos pacientes.

“Quando um paciente especial chega a estabelecimentos da rede pública em busca de tratamento odontológico, ele é atendido como um paciente de procedimento odontológico normal. Já existe um projeto para a inserção do cirurgião dentista em UTIs. Mas é necessário ter a presença do bucomaxilo”, afirmou. 

“Sempre achei imprescindível ter odontólogos em hospitais. É preciso levar essas melhorias para dentro dos hospitais infantis. Hoje, apenas hospitais gerais, que atendem adultos, têm profissionais de odontologia”, disse o deputado Dr. Emílio Mameri (PSDB).

Para o presidente do colegiado, deputado Doutor Hércules (Patri), além da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), o Conselho Regional de Odontologia (CRO/ES) deve ser inserido na discussão. O deputado afirmou que vai dar continuidade a esse trabalho. 

“Vamos chamar a Sesa para saber o que está sendo feito neste sentido. Mas também vamos colocar o CRO nesse contexto. Nós não conhecíamos essa realidade, até que, durante a pandemia, veio a necessidade de colocar um odontólogo nas UTIs da rede pública”, disse Doutor Hércules.

Matéria veda homenagem a escravocratas
Prédios públicos também não poderão ter o nome de defensores da ditadura militar, nazistas, condenados por racismo, entre outros
Condutor de viatura pode ficar isento de pagar CNH
Proposta beneficia servidores das polícias Civil, Militar, Penal, Bombeiro Militar e do Iases responsáveis pela condução de veículos dos órgãos
Reunião debate segurança em transporte escolar
Segundo advogado, motoristas de aplicativo estariam realizando transporte de estudantes de forma irregular
Deputado alerta para uso responsável de auxílio
Majeski criticou oferta de crédito consignado para o Auxílio Brasil e lembrou os altos juros cobrados nos empréstimos
Matéria veda homenagem a escravocratas
Prédios públicos também não poderão ter o nome de defensores da ditadura militar, nazistas, condenados por racismo, entre outros
Condutor de viatura pode ficar isento de pagar CNH
Proposta beneficia servidores das polícias Civil, Militar, Penal, Bombeiro Militar e do Iases responsáveis pela condução de veículos dos órgãos
Reunião debate segurança em transporte escolar
Segundo advogado, motoristas de aplicativo estariam realizando transporte de estudantes de forma irregular