Marechal: centro cultural pode virar patrimônio

Prédio localizado no distrito de Araguaia abriga hoje museu sobre a imigração italiana e alemã da região

Por João Caetano Vargas, com edição de Angèle Murad

Fachada de prédio em cor branca e detalhes em azul com escadaria de acesso
Iniciativa é do deputado Dr. Emílio Mameri / Foto: Governo ES

Localizado no distrito de Araguaia, no município de Marechal Floriano, o Centro Cultural e Comunitário Ezequiel Ronchi foi o primeiro prédio do governo do Estado destinado ao ensino público. Com o objetivo de tornar o prédio um patrimônio cultural do Espírito Santo, o deputado Dr. Emílio Mameri (PSDB) apresentou ao Legislativo estadual o Projeto de Lei (PL) 140/2022.

“Fundado em 1995, o lugar é um museu sobre a imigração italiana e alemã da região. Conta com mais de 500 peças, entre ferramentas, livros, documentos, fotos, mobiliários e vestuários que mostram a saga de uma família italiana que atravessou o oceano para se radicar nas montanhas capixabas”, explica Mameri na justificativa do projeto.

Ezequiel Ronchi

O centro cultural é administrado pelos descendentes de Ezequiel Ronchi e recebeu esse nome em homenagem à família que doou o terreno para a construção do prédio. O homenageado foi procurador de Justiça do Estado e atuou nas comarcas de Ecoporanga, Barra de São Francisco, Mantenópolis, Itapemirim, Linhares, Guarapari, Baixo Guandu, Vila Velha, Cariacica e Vitória.

De acordo com o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), são elevados à categoria de patrimônio cultural os “bens culturais que dizem respeito àquelas práticas e domínios da vida social que se manifestam em saberes, ofícios e modos de fazer, celebrações, formas de expressão cênicas, plásticas, musicais ou lúdicas”.

Tramitação

A matéria foi lida na sessão ordinária do último dia 28 de março e passará pela análise das comissões de Justiça, Cultura e Finanças.

Proposta homenageia escritor capixaba
Iniciativa declara Amâncio Pinto Pereira patrono da Educação no Espírito Santo e busca dar visibilidade à produção literária do capixaba
Bancos de leite amparam mulheres na amamentação
Além de prover bebês internados com o leite doado, essas instituições também orientam mães no aleitamento  
Matéria veda homenagem a escravocratas
Prédios públicos também não poderão ter o nome de defensores da ditadura militar, nazistas, condenados por racismo, entre outros
Condutor de viatura pode ficar isento de pagar CNH
Proposta beneficia servidores das polícias Civil, Militar, Penal, Bombeiro Militar e do Iases responsáveis pela condução de veículos dos órgãos
Proposta homenageia escritor capixaba
Iniciativa declara Amâncio Pinto Pereira patrono da Educação no Espírito Santo e busca dar visibilidade à produção literária do capixaba
Bancos de leite amparam mulheres na amamentação
Além de prover bebês internados com o leite doado, essas instituições também orientam mães no aleitamento  
Matéria veda homenagem a escravocratas
Prédios públicos também não poderão ter o nome de defensores da ditadura militar, nazistas, condenados por racismo, entre outros