Quintino propõe criação de nova rota turística

Domingos Martins, Venda Nova do Imigrante e Castelo fariam parte da Rota Azul, por causa da influência alemã e italiana nesses municípios

Por Luciana Wernersbach, com edição de Angèle Murad

Polenta, café, feijão, socol, queijo, garrafas de vinho, doce de leite, leite
Um dos objetivos da iniciativa é impulsionar o agroturismo na região / Foto: Setur/Governo ES

Rotas turísticas ajudam a difundir o potencial turístico do Espírito Santo no país e, ainda, facilitam o planejamento de quem deseja vir para cá. Por meio de projeto de lei (PL 67/2022), o deputado Coronel Alexandre Quintino (PSL) propõe a criação da Rota Azul como de relevante interesse turístico e cultural. 

Os municípios de Domingos Martins, Venda Nova do Imigrante e Castelo – que possuem influências alemã e italiana – seriam os integrantes da rota. Segundo o parlamentar, a iniciativa proporcionará o fortalecimento e o desenvolvimento turístico regional dessas cidades.

Segundo o deputado, a Rota Azul visa impulsionar a economia, o turismo, o agroturismo, o agronegócio, a gastronomia, o ecoturismo, além de fortalecer a produção agrícola familiar:

“O objetivo é integrar as propriedades rurais, agroindústrias, empreendimentos e as belezas naturais, buscando a sustentabilidade da rota, a preservação ambiental e o fortalecimento dos produtores da agricultura familiar com novas opções de negócios no turismo rural, de experiências, ambiental e de aventuras. E, dessa forma, gerar novas oportunidades de renda, com a comercialização de seus produtos e serviços, e aumentar o fluxo de turistas na região”, justifica Quintino.

A nova rota possui extensão de 30,5 quilômetros. Tem início na ES-164, Km 72, em São Paulo do Aracê, situado em Domingos Martins, a 300 metros do final da Rota do Lagarto, finalizando no Parque Estadual Forno Grande, em Castelo.

A matéria começou a tramitar na Casa e será analisada pelas comissões de Justiça, de Turismo e de Finanças.

Proposta homenageia escritor capixaba
Iniciativa declara Amâncio Pinto Pereira patrono da Educação no Espírito Santo e busca dar visibilidade à produção literária do capixaba
Bancos de leite amparam mulheres na amamentação
Além de prover bebês internados com o leite doado, essas instituições também orientam mães no aleitamento  
Matéria veda homenagem a escravocratas
Prédios públicos também não poderão ter o nome de defensores da ditadura militar, nazistas, condenados por racismo, entre outros
Condutor de viatura pode ficar isento de pagar CNH
Proposta beneficia servidores das polícias Civil, Militar, Penal, Bombeiro Militar e do Iases responsáveis pela condução de veículos dos órgãos
Proposta homenageia escritor capixaba
Iniciativa declara Amâncio Pinto Pereira patrono da Educação no Espírito Santo e busca dar visibilidade à produção literária do capixaba
Bancos de leite amparam mulheres na amamentação
Além de prover bebês internados com o leite doado, essas instituições também orientam mães no aleitamento  
Matéria veda homenagem a escravocratas
Prédios públicos também não poderão ter o nome de defensores da ditadura militar, nazistas, condenados por racismo, entre outros