Novo Carmélia promete reforçar área cultural

Revitalização do teatro é um dos destaques do projeto de reforma, apresentado à Comissão de Cultura da Assembleia

Por Gabriela Zorzal, com edição de Angèle Murad

Tela exibe imagens de participantes de reunião virtual
Pontini disse que haverá integração da TV Educativa e Rádio ES no espaço cultural / Foto: Ana Salles

O tradicional Centro Cultural Carmélia Maria de Souza, em Vitória, promete se transformar em um importante equipamento para reforçar a área cultural capixaba. A Comissão de Cultura conheceu, em reunião virtual realizada nesta segunda-feira (6), o projeto de reforma do local, apresentado pelo diretor-presidente da Rádio e TV Educativa do Espírito Santo (RTV-ES), Igor Pontini Mesquita. Um dos destaques do projeto é a integração física das duas emissoras públicas, além da revitalização completa do teatro.  

“A TV Educativa funciona no Centro Cultural Carmélia desde 2000 e a Rádio Espírito Santo em outro local, no bairro Mário Cypreste. E um dos primeiros pontos de discussão foi a necessidade de integração física desses dois aparelhos de comunicação, visto que já são integrados legalmente. Uma medida importante para nossa organização e funcionamento”, explicou Pontini. 

Em outubro deste ano, o governo do Estado recebeu, por meio de contrato de concessão, a permissão da União para o uso do espaço cultural. A intervenção no Centro Cultural Carmélia faz parte do projeto Cidade Administrativa, voltado para fortalecer os serviços públicos que funcionam no centro de Vitória. A previsão de finalização da obra é 2024.

Pontini acrescentou que parte do projeto de reforma e restauração do espaço já foi feito pela Prefeitura de Vitória, que se planejava para restaurar o centro cultural. “Com a mudança do projeto para o Executivo estadual, o poder municipal nos cedeu os projetos que estavam prontos, o que nos economiza pelo menos um ano de trabalho. A parte arquitetônica, interna e externa, e de execução estão prontas. Nós trabalhamos em algumas adaptações por conta da necessidade de ajustar as demandas das emissoras de rádio e TV”, explicou o diretor. 

Álbum de fotos da reunião

Administrativamente, a gestão será da própria RTV-ES, mas os espaços multiusos, sendo o teatro o principal deles, serão organizados junto à Secretaria Estadual de Cultura (Secult). “O teatro é um espaço importante, simbólico para a cidade e para o Estado. E ele será pensado garantindo a participação da comunidade, para que seja um espaço sempre aberto”, contou Pontini. 

A presidente da Comissão de Cultura, deputada Iriny Lopes (PT), destacou a importância do espaço. “O Carmélia tem para nós um sentido de pertencimento que estava se perdendo por falta de investimentos. Eu tenho uma expectativa muita boa com relação a esse projeto, com esse espaço se transformando em um local aberto à população e a classe artística, ajudando, inclusive, na formação do público”, pontuou. 

O colegiado pretende fazer uma visita ao local quando as obras estiverem mais avançadas. “O Centro Cultural Carmélia é um símbolo da nossa cidade que estava passando por uma verdadeira decadência. Vamos acompanhar esse projeto de perto e com expectativa muito positiva”, disse o deputado Gandini (Cidadania).

Comissões: Cultura
Matéria veda homenagem a escravocratas
Prédios públicos também não poderão ter o nome de defensores da ditadura militar, nazistas, condenados por racismo, entre outros
Condutor de viatura pode ficar isento de pagar CNH
Proposta beneficia servidores das polícias Civil, Militar, Penal, Bombeiro Militar e do Iases responsáveis pela condução de veículos dos órgãos
Reunião debate segurança em transporte escolar
Segundo advogado, motoristas de aplicativo estariam realizando transporte de estudantes de forma irregular
Deputado alerta para uso responsável de auxílio
Majeski criticou oferta de crédito consignado para o Auxílio Brasil e lembrou os altos juros cobrados nos empréstimos
Matéria veda homenagem a escravocratas
Prédios públicos também não poderão ter o nome de defensores da ditadura militar, nazistas, condenados por racismo, entre outros
Condutor de viatura pode ficar isento de pagar CNH
Proposta beneficia servidores das polícias Civil, Militar, Penal, Bombeiro Militar e do Iases responsáveis pela condução de veículos dos órgãos
Reunião debate segurança em transporte escolar
Segundo advogado, motoristas de aplicativo estariam realizando transporte de estudantes de forma irregular