Aberta feira de economia solidária na Ales

Assembleia Legislativa sedia de 2 a 4 de agosto exposição que valoriza e estimula comercialização de produtos feitos por expositoras locais

Por Larissa Lacerda, com edição de Nicolle Expósito

Duas mulheres em pé; em frente a elas produtos de artesanato expostos sobre mesas
Exposição pretende estimular empreendedorismo feminino / Foto: Ellen Campanharo

A Assembleia Legislativa (Ales) sedia, entre os dias 2 e 4 de agosto, a Exposição de Artesanato e Agricultura Familiar. O evento acontece no térreo do prédio legislativo, no Espaço Assembleia Cidadã, das 9 às 17 horas.

Devido à pandemia de Covid-19 e aos protocolos de prevenção, a feira conta com um número limitado de expositores. São quatro artesãs de Domingos Martins, Vila Velha e Vitória. Elas comercializam artesanatos feitos com técnicas de crochê, lembranças e produtos religiosos, bolsas e acessórios. Para visitar a feira é obrigatório o uso de máscara e higienização das mãos com álcool em gel.

Veja mais fotos da exposição no álbum do Flickr

A Exposição de Artesanato e Agricultura Familiar foi proposta pela presidente da Comissão de Agricultura da Ales, deputada Janete de Sá (PMN). O objetivo é estimular o empreendedorismo feminino. “Optamos por trazer poucas expositoras e cumprir todos os protocolos de prevenção contra Covid. Mesmo assim, estamos contemplando mulheres com suas diversas artes, para fortalecer esse segmento do artesanato e da agricultura familiar que precisa de mais espaço para comercialização dos produtos e valorização em nosso Estado”, pontuou a deputada.

A abertura do evento foi marcada pela apresentação do grupo Serenata Canto Coral, do Morro do Quadro, em Vitória. O projeto, coordenado por Luciene Pratti Chagas, existe há dez anos e atende crianças e adolescentes de bairros com vulnerabilidade social.

Serviço

Exposição de Artesanato e Agricultura Familiar
Data: de 2 a 4 de agosto
Horário: 9 às 17 horas
Local: Térreo da Assembleia Legislativa
Entrada aberta ao público. Obrigatório o uso de máscara.


 

Matéria veda homenagem a escravocratas
Prédios públicos também não poderão ter o nome de defensores da ditadura militar, nazistas, condenados por racismo, entre outros
Condutor de viatura pode ficar isento de pagar CNH
Proposta beneficia servidores das polícias Civil, Militar, Penal, Bombeiro Militar e do Iases responsáveis pela condução de veículos dos órgãos
Reunião debate segurança em transporte escolar
Segundo advogado, motoristas de aplicativo estariam realizando transporte de estudantes de forma irregular
Deputado alerta para uso responsável de auxílio
Majeski criticou oferta de crédito consignado para o Auxílio Brasil e lembrou os altos juros cobrados nos empréstimos
Matéria veda homenagem a escravocratas
Prédios públicos também não poderão ter o nome de defensores da ditadura militar, nazistas, condenados por racismo, entre outros
Condutor de viatura pode ficar isento de pagar CNH
Proposta beneficia servidores das polícias Civil, Militar, Penal, Bombeiro Militar e do Iases responsáveis pela condução de veículos dos órgãos
Reunião debate segurança em transporte escolar
Segundo advogado, motoristas de aplicativo estariam realizando transporte de estudantes de forma irregular