Deputados aprovam mudança em comenda

Alteração na resolução que trata da Comenda Domingos Martins garante o nome do proponente da homenagem no diploma concedido ao agraciado

Por Gleyson Tete, com edição de Nicolle Expósito

Deputada Janete de Sá fala no microfone
Janete de Sá propôs mudança em resoluções para que nome do deputado proponente conste em homenagem / Foto: Ellen Campanharo

Os deputados estaduais acataram modificações na Comenda Domingos Martins, maior honraria concedida pela Assembleia Legislativa (Ales). Agora o proponente da comenda poderá assinar o diploma que é entregue ao homenageado. Atualmente, assinam o presidente da Casa e os 1º e 2º secretários. A proposta foi acolhida durante a sessão ordinária híbrida desta terça-feira (1º).

As mudanças estavam nos Projetos de Resolução (PRs) 8 e 9/2021, ambos da deputada Janete de Sá (PMN), que alteram as Resoluções 1.390 e 1.391/1984, que tratam da criação e regulamentação da comenda. A parlamentar explicou que já ocorreu de entregar a homenagem para uma pessoa que era adversária política das pessoas que ocupavam a Mesa Diretora na ocasião, o que causava desconforto para o agraciado.

“Se o proponente assinar, além de ser justo, a pessoa também vai entender o significado daquela homenagem porque o proponente conhece a história dela. Quando coloca a Mesa a pessoa não sabe quem indicou. No Título de Cidadão Espírito-Santense e nas outras comendas já é assim”, enfatizou.

Tramitando em regime de urgência, as duas propostas foram relatadas de modo favorável pelo deputado Vandinho Leite (PSDB) em reunião conjunta das comissões de Justiça e Finanças. Os pareceres pela constitucionalidade e aprovação foram seguidos pelos demais membros dos colegiados e em seguida ratificados pelo Plenário da Casa em votação simbólica.

Veja as fotos da sessão no Facebook

Organizações Sociais

Outro PR aprovado na sessão foi o 11/2021, da Mesa Diretora, que altera a Resolução 6.934/2021, responsável pela criação do Núcleo do Terceiro Setor “Otacílio Coser”. A iniciativa muda o nome para “Núcleo Otacílio Coser de apoio às Organizações da Sociedade Civil”, substituindo a expressão “Terceiro Setor” por “Organizações da Sociedade Civil” em todo o texto e ainda retira a subordinação do setor da Comissão de Assistência Social, passando para a Mesa.

Vandinho foi o responsável por emitir o parecer oral na reunião conjunta dos colegiados de Justiça, Assistência Social e Finanças. Na sequência os pares nas demais comissões ratificaram o parecer e em seguida o conjunto dos parlamentares.

Apesar das mudanças, o objetivo do núcleo continua o mesmo: fomentar e articular políticas públicas, fazendo a interface entre as organizações que prestam serviços de assistência social e outros de interesse público à sociedade capixaba e as esferas públicas municipal, estadual e federal. O espaço ainda tem a função de planejar, coordenar e disseminar bons exemplos de termos de parceria entre o poder público e as organizações dentro da Lei Federal 13.019/2014, que trata justamente da questão das parcerias.

Para começar a valer, os três PRs precisam ser promulgados pela Presidência da Assembleia.

Demais projetos

Vários projetos de lei (PLs) de autoria dos parlamentares foram aprovados na sessão. Três deles de Carlos Von (Avante): o 89/2019 determina que no verso da carteira de identidade expedida no Estado conste o tipo sanguíneo e fator RH do nacional; o 982/2019 cria um cadastro de quem praticou crimes contra motoristas de transporte particular como taxistas e motoristas de aplicativos; e o 558/2019 obriga os estabelecimentos públicos e privados a inserirem nas placas de atendimento prioritário a fita colorida, símbolo mundial de conscientização do autismo (em anexo neste último estavam os PLs 627 e 628/2019, de Luciano Machado (PV) e Adilson Espindula (PTB)).

Também estavam na pauta projetos conclusivos, que são aqueles já previamente analisados e aprovados pelas comissões. As iniciativas tratam de declaração de utilidade pública de entidade, inclusão de evento no calendário do Estado, nome de rodovia, criação de semana de conscientização, declaração de patrimônio cultural do Espírito Santo. Como não houve apresentação de recurso, as matérias seguem para análise do Executivo.

Urgência

No Expediente sujeito à deliberação foi aprovado requerimento de urgência para o Projeto de Decreto Legislativo (PDL) 19/2021, da Mesa Diretora, que reconhece o estado de calamidade pública no município de Santa Teresa, conforme os termos da Lei Complementar Federal (LCF) 101/2000, a chamada Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). O pedido foi feito pelo líder do Executivo na Casa, Dary Pagung (PSB).

Novos projetos

Quatro novas iniciativas foram lidas no Expediente para simples despacho e começaram a tramitar na Casa. Entre elas, o PL 228/2021, de Marcelo Santos (Podemos), que proíbe as instituições financeiras de ofertar e celebrar contrato de empréstimo financeiro com aposentados e pensionistas por meio de ligação telefônica no Espírito Santo. A matéria foi encaminhada para as comissões de Justiça, Defesa do Consumidor e Finanças.

Confira como ficou a Ordem do Dia:

  • Projeto de Lei (PL) 21/2021, de Renzo Vasconcelos (PP), que institui a Política Estadual de Valorização da Vida, a ser implementada na Rede Estadual de Ensino. Prazo em Finanças;
  • Projeto de Lei (PL) 99/2021, de Iriny Lopes (PT), que dispõe sobre a criação da Lei “Jaciara da Silva - atenção e proteção” que trata do atendimento psicológico para crianças, adolescentes e jovens cujas mães foram vítimas de feminicídio no Estado do Espírito Santo. Baixado de pauta;
  • Projeto de Lei (PL) 159/2021, de Iriny Lopes (PT), que veda a retenção de descontos no pagamento de recursos emergenciais ao setor cultural e a exigência de certidão negativa de débito com entes federativos nos editais do setor cultural, na forma que menciona. Prazo em Justiça;
  • Projeto de Lei (PL) 98/2021, do Dr. Rafael Favatto (Patri), que reconhece no Estado do Espírito Santo, a prática de atividades físicas e do exercício físico como essenciais para a população em estabelecimentos prestadores de serviços destinados a essa finalidade, bem como em espaços públicos em tempos de crises ocasionadas por moléstias contagiosas ou catástrofes naturais. Prazo em Justiça;
  • Projeto de Lei (PL) 204/2021, de Janete de Sá (PMN), que torna obrigatória a afixação de cartaz com telefones para denúncias de maus-tratos contra animais, nos locais e na forma específica. Prazo em Justiça;
  • Projeto de Lei (PL) 147/2021, de Renzo Vasconcelos (PP), que institui a Política Estadual de Agroecologia, Produção Orgânica e de Extrativismo Sustentável Orgânico. Prazo em Justiça;
  • Projeto de Resolução (PR) 09/2021, de Janete de Sá (PMN), que altera a Resolução 1.391/1984, que regulamentou a Resolução 1.390/1984, que institui a Ordem ao Mérito “Domingos Martins”. Aprovado;
  • Projeto de Resolução (PR) 08/2021, de Janete de Sá (PMN), que altera a Resolução 1.390/1984, que criou a Ordem do Mérito Domingos Martins. Aprovado;
  • Projeto de Resolução (PR) 11/2021, da Mesa Diretora, que altera a redação da Resolução 6.934/2021, que criou o Núcleo do Terceiro Setor “Otacílio Coser”. Aprovado;
  • Projeto de Lei (PL) 217/2021, de Luiz Durão (PDT), que estabelece que no Estado na cobrança de dívidas os respectivos valores deverão ser apresentados aos consumidores de forma clara e detalhada. Prazo em Justiça;
  • Projeto de Lei (PL) 89/2019, de Carlos Von (Avante), que dispõe sobre a inclusão do tipo sanguíneo e fator RH na Carteira de Identidade. Aprovado;
  • Projeto de Lei (PL) 558/2019, de Carlos Von (Avante), que obriga os estabelecimentos públicos e privados localizados no Estado a inserirem nas placas de Atendimento Prioritário o Símbolo Mundial de Conscientização do Transtorno do Espectro Autista. Aprovado;
  • Projeto de Lei (PL) 652/2019, de Adílson Espindula (PTB), que declara o Bauernmalerei Patrimônio Cultural Imaterial no Estado. Aprovado;
  • Projeto de Lei (PL) 982/2019, de Carlos Von (Avante), que dispõe sobre a criação do Cadastro Estadual de Praticantes de Crimes em face de Motoristas Profissionais no Transporte Particular de Pessoas. Aprovado;
  • Projeto de Lei (PL) 245/2019, do Coronel Alexandre Quintino (PSL), que declara de Utilidade Pública a Fundação de Apoio Cassiano Antônio de Moraes (Fucam) de Vitória. Aprovado;
  • Projeto de Lei (PL) 524/2020, da Comissão de Saúde, que institui a Semana Estadual de Prevenção e Combate à Trombose. Aprovado;
  • Projeto de Lei (PL) 531/2020, do Pr. Marcos Mansur, que acrescenta item ao Anexo I da Lei 10.973/2019, para incluir no calendário oficial de eventos do Estado o “Celebrai Festival”, realizado no Município de Marataízes. Aprovado;
  • Projeto de Lei 82/2021, de Gandini (Cidadania), que acrescenta item ao Anexo I da Lei 10.975/2019, denominando Rodovia das Paneleiras o trecho estadualizado da BR-101/ES entre os bairros Jabour/Goiabeiras e o viaduto do contorno de Vitória. Aprovado.
Proposta homenageia escritor capixaba
Iniciativa declara Amâncio Pinto Pereira patrono da Educação no Espírito Santo e busca dar visibilidade à produção literária do capixaba
Bancos de leite amparam mulheres na amamentação
Além de prover bebês internados com o leite doado, essas instituições também orientam mães no aleitamento  
Matéria veda homenagem a escravocratas
Prédios públicos também não poderão ter o nome de defensores da ditadura militar, nazistas, condenados por racismo, entre outros
Condutor de viatura pode ficar isento de pagar CNH
Proposta beneficia servidores das polícias Civil, Militar, Penal, Bombeiro Militar e do Iases responsáveis pela condução de veículos dos órgãos
Proposta homenageia escritor capixaba
Iniciativa declara Amâncio Pinto Pereira patrono da Educação no Espírito Santo e busca dar visibilidade à produção literária do capixaba
Bancos de leite amparam mulheres na amamentação
Além de prover bebês internados com o leite doado, essas instituições também orientam mães no aleitamento  
Matéria veda homenagem a escravocratas
Prédios públicos também não poderão ter o nome de defensores da ditadura militar, nazistas, condenados por racismo, entre outros