Professor de nível técnico poderá receber auxílio

Iniciativa do Executivo estende benefício de R$ 7.520 para compra de computador e custeio de internet para 257 docentes

Por Aldo Aldesco com edição de Nicolle Expósito

Pessoa digita em teclado de computador
Quatro comissões analisarão proposta enviada pelo Executivo / Foto: Agência Brasil

Os professores da rede estadual de educação profissional de nível técnico do Espírito Santo poderão ter os mesmos benefícios alcançados pelos professores da rede pública estadual que, por meio da Lei 11.259, de 30 de abril de 2021, tiveram assegurados R$ 5 mil para compra de computador e mais R$ 70 mensais para custeio do acesso à internet, totalizando R$ R$ 2.520.

O Projeto de Lei (PL) 192/2021, enviado pelo Executivo, considera que os professores da rede estadual de educação profissional de nível técnico, por isonomia, têm os mesmos direitos dos docentes da rede pública do ensino básico. Além disso, estão sujeitos, igualmente, aos mesmos desafios trazidos pela pandemia da Covid-19, com a necessidade do ensino a distância para substituir as aulas presenciais.

O governo do Estado apresentou as despesas decorrentes da ampliação do leque de professores beneficiados. São 257 docentes, totalizando R$ 1,285 milhão para a compra de computadores, mais R$ 791,56 mil para o acesso à internet de 2021 a 2024.

As despesas sairão do orçamento da Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia, Inovação, Educação Profissional e Desenvolvimento Econômico (Sectides), órgão ao qual os professores de nível técnico estão vinculados, e não do orçamento da Secretaria da Educação (Sedu), a qual pertencem os docentes do ensino básico.

A proposição do Executivo começou a tramitar após leitura no Expediente da sessão desta segunda-feira (17) e será analisada por quatro colegiados: Justiça, Cidadania, Educação e Finanças.

Auxílio para professores

No dia 27 de abril o Plenário da Assembleia Legislativa (Ales) aprovou iniciativas na área da educação, entre elas o PL 134/2021, do governo, que tramitava apensado ao PL 433/2020, do deputado Sergio Majeski (PSB). A medida aprovada definia crédito de R$ 5 mil para cada professor da rede pública estadual para a aquisição de computador e mais R$ 2.520 (valor dividido em 36 parcelas de R$ 70) para o custeio de despesas mensais com plano de internet. A iniciativa se converteu na Lei Estadual 11.259/2021. 

Proposta homenageia escritor capixaba
Iniciativa declara Amâncio Pinto Pereira patrono da Educação no Espírito Santo e busca dar visibilidade à produção literária do capixaba
Bancos de leite amparam mulheres na amamentação
Além de prover bebês internados com o leite doado, essas instituições também orientam mães no aleitamento  
Matéria veda homenagem a escravocratas
Prédios públicos também não poderão ter o nome de defensores da ditadura militar, nazistas, condenados por racismo, entre outros
Condutor de viatura pode ficar isento de pagar CNH
Proposta beneficia servidores das polícias Civil, Militar, Penal, Bombeiro Militar e do Iases responsáveis pela condução de veículos dos órgãos
Proposta homenageia escritor capixaba
Iniciativa declara Amâncio Pinto Pereira patrono da Educação no Espírito Santo e busca dar visibilidade à produção literária do capixaba
Bancos de leite amparam mulheres na amamentação
Além de prover bebês internados com o leite doado, essas instituições também orientam mães no aleitamento  
Matéria veda homenagem a escravocratas
Prédios públicos também não poderão ter o nome de defensores da ditadura militar, nazistas, condenados por racismo, entre outros