CPI apura morte de animais em Vila Velha

Comissão vai apurar morte e maus-tratos a animais, além de suposto caso de estelionato

Por Kissila Mell

Pessoas em tela reunidas virtualmente
Responsáveis por local onde animais foram encontrados devem prestar esclarecimento / Foto: Ellen Campanharo

 
Para apurar a morte de 11 animais e maus-tratos a cães e gatos resgatados em um apartamento em Vila Velha no dia 08 de janeiro, a CPI responsável pelo assunto na Assembleia Legislativa (Ales) aprovou a convocação dos responsáveis pelo Abrigo Au-Au Carente para prestar esclarecimentos acerca do assunto no dia 24 de fevereiro, às 14 horas. A decisão ocorreu durante reunião virtual realizada nesta terça-feira (9).

Foram convocados a proprietária do abrigo, Lívia Guimarães, além do marido dela, José Délio Barcellos Netto, e a filha do casal, Bianca Guimarães Barcellos. Também foram convocados as testemunhas Bruno Serafim Coelho, síndico do prédio onde foram encontrados os animais; Mariana de Moura Mello Reissenger, moradora do prédio; Nuno Caliman, Inspetor da Guarda Municipal de Vila Velha; Roberta Vidigal, subinspetora da Guarda Municipal de Vila Velha; e a auxiliar de veterinário Jaqueline Azevedo de Oliveira.

“Onze animais, entre cães e gatos, estavam trancados no apartamento em Vila Velha e morreram de fome e sede. Outros cinco foram resgatados e estavam sobrevivendo da carcaça dos animais mortos. O resgate só foi possível por conta de denúncias de moradores. Queremos ouvir essa suposta protetora sobre as condições desses animais, além de um possível caso de estelionato pelas redes sociais”, ressaltou a deputada Janete de Sá. 
 

Lei: Facas expostas à venda devem estar protegidas
Lei de autoria de Torino Marques obriga estabelecimentos a manter facas, canivetes, estiletes e facões em compartimentos protegidos por vidro ou acrílico
Presidente do Sindilegis morre vítima de Covid
Gildo Gomes estava internado desde 21 de março e faleceu na manhã desta sexta em decorrência de complicações da doença
Ales recebe 300 cestas de alimentos em 1º dia de campanha
Oferta feita por um grupo de empresas foi entregue pela Findes e será destinada a entidades que atendem a pessoas em vulnerabilidade social
Debate: papel da igreja na proteção à criança
Participantes de reunião virtual apresentaram problemas e cobraram soluções para que trabalho seja continuado
Lei: Facas expostas à venda devem estar protegidas
Lei de autoria de Torino Marques obriga estabelecimentos a manter facas, canivetes, estiletes e facões em compartimentos protegidos por vidro ou acrílico
Presidente do Sindilegis morre vítima de Covid
Gildo Gomes estava internado desde 21 de março e faleceu na manhã desta sexta em decorrência de complicações da doença
Ales recebe 300 cestas de alimentos em 1º dia de campanha
Oferta feita por um grupo de empresas foi entregue pela Findes e será destinada a entidades que atendem a pessoas em vulnerabilidade social