Estado quer aval para alienar 14 imóveis

Matéria altera legislação para que Executivo se desfaça de terrenos considerados inservíveis e subutilizados na Grande Vitória e interior

Por Marcos Bonn

Imagem aérea da cidade de Cariacica
Dos 14 imóveis, cinco estão localizados no município de Cariacica / Foto: Prefeitura de Cariacica

Em projeto de lei enviado à Assembleia Legislativa (Ales), o Executivo pede autorização dos deputados para se desfazer de 14 imóveis distribuídos pela Grande Vitória e interior. Segundo o governo, os terrenos são inservíveis e subutilizados e com a medida espera-se gerar recursos e reduzir os gastos. 

“Assim como a União, os Estados e Municípios também enfrentam o desafio de modernizar e alcançar eficiência na gestão do patrimônio imobiliário, em especial no que se refere à destinação de imóveis desafetados e inservíveis”, destaca o governador Renato Casagrande (PSB) na justificativa da matéria.

A medida mexe na Lei 10.748/17, que autoriza a alienação de imóveis do Estado por meio de processo licitatório (concorrência ou leilão), e inclui mais 14 propriedades com esse mesmo objetivo em Viana, Guarapari, Vargem Alta, Cariacica (cinco terrenos), Linhares, Mimoso do Sul, Vitória (dois terrenos), Alegre e Cachoeiro de Itapemrim.

Outros pontos da legislação em vigor são alterados pelo Projeto de Lei (PL) 13/2021. O artigo 6º deixa claro, por exemplo, que mesmo sem o “título hábil à transferência da propriedade”, as alienações ficam autorizadas e as despesas relativas à regularização do bem recaem sobre o adquirente. 

Já o artigo 8º-A prevê a hipótese de alienação levando-se em conta não só o valor de mercado, mas também o de venda segundo o prazo inferior à média de absorção pelo mercado (conhecido também como valor de liquidação forçada, com o objetivo de tornar o processo mais ágil).

O artigo 13 passa a descrever que, em caso de licitações desertas, ficará concedido desconto gradativo que poderá chegar a até 30% sobre o valor inicial da propriedade. Após três repetições desertas do processo licitatório, é autorizada a venda direta.

Por fim, o artigo 13-A passa a considerar a alienação de imóveis por lote desde que cumpridas algumas exigências, entre outras, se o parecer técnico atestar mais liquidez para bens cuja venda isolada seja difícil.   

Tramitação

A proposta foi lida na sessão ordinária desta segunda-feira (22) e passará por análise das comissões de Justiça, Infraestrutura e Finanças antes de ir à votação. 

Multa de R$ 39 mil a quem aplicar "vacina de vento"
Emenda substitutiva também altera projeto que prevê punições se ordem de imunização contra a Covid-19 não for seguida
Bahiense quer facilitar transplante de córneas
Proposta amplia as oportunidades de obter autorização das famílias e coletar as córneas em tempo hábil para os transplantes
Covid: PL inclui coveiros em plano de imunização
Xambinho alerta para risco de surto da doença entre profissionais que atuam em cemitérios, funerárias e limpeza urbana 
Colegiado articula rede de proteção à infância
Comissão de Proteção à Criança e ao Adolescente acolheu demandas de órgãos e entidades que atuam na defesa do público infantojuvenil
Multa de R$ 39 mil a quem aplicar "vacina de vento"
Emenda substitutiva também altera projeto que prevê punições se ordem de imunização contra a Covid-19 não for seguida
Bahiense quer facilitar transplante de córneas
Proposta amplia as oportunidades de obter autorização das famílias e coletar as córneas em tempo hábil para os transplantes
Covid: PL inclui coveiros em plano de imunização
Xambinho alerta para risco de surto da doença entre profissionais que atuam em cemitérios, funerárias e limpeza urbana