Deputada comemora novo serviço de denúncia

Janete de Sá exaltou serviço que possibilita envio de relatos de violações contra mulheres pelo Whatsapp

Por Luciana Wernersbach

Deputada Janete de Sá aparece no telão do plenário durante sessão híbrida
Para Janete medida encoraja mulheres a denunciar / Foto: Ellen Campanharo

O mecanismo que permite a mulheres vítimas de violência fazer denúncias 24 horas por dia, de qualquer lugar do Brasil e até de fora do país, foi exaltado pela deputada Janete de Sá (PMN), durante os pronunciamentos da sessão ordinária híbrida desta segunda-feira (9).

Clique aqui e confira mais fotos da sessão no álbum do Facebook

O novo recurso funciona por meio do envio de mensagens pelo aplicativo Whatsapp. O número é o (61) 9 9656-5008. “O serviço foi lançado pelo governo federal, uma iniciativa da ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, e merece ser elogiado por ser mais uma forma de mecanismo de defesa para as mulheres, inclusive as que estiverem fora do Brasil e forem vítimas de tráfico humano”, enalteceu.

Caso Mariana Ferrer

Ainda sobre violência contra a mulher, a deputada informou que encaminhou uma nota de repúdio ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ao Tribunal de Justiça de Santa Catarina, à Terceira Vara Criminal de Florianópolis e ao Ministério Público daquele estado sobre o caso envolvendo a influenciadora digital Mariana Ferrer. O assunto ganhou repercussão nacional devido à forma como a vítima foi tratada durante a audiência do caso em que acusa o empresário André de Camargo Aranha de estupro.

“Condenamos essa atitude covarde, hipócrita, desnecessária, desse julgamento envolvendo juiz, promotor e advogados, que culminou na absolvição de um estuprador confesso”, condenou a parlamentar. A nota de repúdio é assinada em nome da Procuradoria Especial da Mulher da Assembleia Legislativa e dos trinta deputados.

Eleições nos EUA

O deputado Theodorico Ferraço (DEM) comentou sobre como o mundo acompanhou desde o dia 3 de novembro as eleições para presidente dos EUA. “O país mais poderoso do mundo acabou elegendo o novo presidente da República, sempre sereno, mais de 30 anos de experiência na política”, avaliou.

De acordo com o parlamentar, no Brasil chegou a ser cogitada uma intranquilidade devido ao relacionamento entre os presidentes Jair Bolsonaro e Donald Trump. “Porém, com a derrota de Trump, o dólar despencou, o preço do petróleo será impactado, e agora se discute sobre uma ajuda de US$ 20 bilhões para ajudar nas queimadas da Amazônia”, observou.

Ferraço ainda deixou um recado para Joe Biden: “O Brasil deve aceitar a colaboração para acabar com o fogo na Mata Atlântica, e com os problemas que estamos passando aqui com o meio ambiente”. Também desejou sorte ao democrata. “Que ele consiga controlar o fogo na Califórnia, onde centenas de pessoas perdem suas moradias. Queremos chamar o mundo para o entendimento, a paz, a harmonia”, finalizou.

Prevenção

Os médicos Dr. Emílio Mameri (PSDB), Dr. Rafael Favatto (Patri) e Doutor Hércules (MDB) fizeram um alerta sobre a importância da prevenção de doenças. Os dois primeiros frisaram que a pandemia ainda não acabou. “Se não tivermos cuidado, o Brasil vai passar pela segunda onda, assim como está acontecendo na Europa”, advertiu Mameri. Favatto lembrou que é preciso redobrar a atenção com os cuidados. “Máscaras, álcool em gel, isolamento social e outros cuidados básicos podem evitar a doença”, frisou.

Já Doutor Hércules destacou a importância da prevenção do câncer de próstata. “Estamos no mês Novembro Azul, de conscientização sobre a doença, mas poucos homens estão procurando o médico durante a pandemia para cuidar dessa doença, que pode ser curada se diagnosticada precocemente”, alerta.

PcD: Lei isenta taxa de inscrição em concurso
Nova lei em vigor vale para a inscrição em concurso para cargos da administração direta e indireta do Estado
Autismo: luta pela inclusão é tema de reportagem
Tabus e desafios que envolvem o transtorno são abordados em reportagem que estreia nesta sexta-feira na TV Assembleia
Matéria muda nome de rota turístico-religiosa
Iniciativa denomina “Os Passos de Anchieta” percurso litorâneo de 105 quilômetros entre Vitória e Anchieta
Assembleia mantém atuação na pandemia
Segurança de servidores e parlamentares, além da aprovação de medidas emergenciais, estão entre ações prioritárias no contexto desafiador de pandemia
PcD: Lei isenta taxa de inscrição em concurso
Nova lei em vigor vale para a inscrição em concurso para cargos da administração direta e indireta do Estado
Autismo: luta pela inclusão é tema de reportagem
Tabus e desafios que envolvem o transtorno são abordados em reportagem que estreia nesta sexta-feira na TV Assembleia
Matéria muda nome de rota turístico-religiosa
Iniciativa denomina “Os Passos de Anchieta” percurso litorâneo de 105 quilômetros entre Vitória e Anchieta