Ales se filia a conselho de controle interno

Parlamento capixaba é o primeiro das regiões Sudeste e Sul a integrar Conselho Nacional de Controle Interno

Por Wanderley Araújo

Erick Musso em seu gabinete, sentado em frente a um computador
Segundo Erick Musso, adesão facilita acesso a tecnologias para o controle em gestão pública / Foto: Leonardo Duarte

A Assembleia Legislativa (Ales) acaba de dar mais um passo para incrementar o controle interno de suas contas e manter a eficiência no cumprimento de sua missão como poder público. Na última terça-feira (2), foi assinado, digitalmente, termo de adesão ao Conselho Nacional de Controle Interno (Conaci), instituição criada em 2007 e reconhecida por desenvolver sistemas eficazes de controle em gestão pública.

O presidente da Casa, deputado Erick Musso (Republicanos), disse que o Parlamento capixaba tem orgulho de ser o primeiro das regiões Sudeste e Sul a integrar o conselho. "A partir de agora poderemos dispor do acervo técnico e das tecnologias desenvolvidas pelo Conaci. Os servidores terão à disposição novas ferramentas para auxiliar e qualificar ainda mais o trabalho de auditoria e controle interno da Ales", comentou.

Além de parlamentos estaduais, o conselho conta com a adesão de diversas secretarias de controle interno de governos estaduais e municipais. No Espírito Santo, além da Ales, também são filiadas à entidade a Secretaria de Estado de Controle e Transparência (Secont-ES) e a Secretaria Municipal de Controle e Transparência de Vila Velha.

Ações do conselho

Entre suas ações, o Conaci já se reuniu com missão do Fundo Monetário Internacional (FMI) para aprofundar o entendimento de temas relacionados à política fiscal. Consolidou também parcerias com o Banco Mundial, além de realização de seminários anticorrupção, entre eles um no Espírito Santo, com apoio do governo estadual.

Outras iniciativas realizadas pelo conselho se referem a encontros nacionais para debater controle interno, com a promoção de 12 eventos anuais pelo país. Também consta, entre suas atividades, elaboração de novo formato de orçamento articulado às ações de planejamento estratégico.
 

Orçamento 2023 recebe 971 emendas
Comissão de Finanças terá até dia 7 de dezembro para acatar ou rejeitar as sugestões feitas à peça
Próximo governo: policiais reforçam demandas
Em reunião na Ales, eles disseram esperar que o governador reeleito atenda pleitos apresentados durante campanha eleitoral
Chuvas: Ales sinaliza apoio aos municípios
Legislativo coloca-se pronto para atender e ratificar situações oficiais de calamidade pública, permitindo agilidade no repasse de recursos estaduais 
Bahiense quer prevenção a novos atentados em escolas
Presidente da Comissão de Proteção à Criança e ao Adolescente propõe medidas de segurança, como botão de pânico, câmeras de monitoramento e vigilância armada
Orçamento 2023 recebe 971 emendas
Comissão de Finanças terá até dia 7 de dezembro para acatar ou rejeitar as sugestões feitas à peça
Próximo governo: policiais reforçam demandas
Em reunião na Ales, eles disseram esperar que o governador reeleito atenda pleitos apresentados durante campanha eleitoral
Chuvas: Ales sinaliza apoio aos municípios
Legislativo coloca-se pronto para atender e ratificar situações oficiais de calamidade pública, permitindo agilidade no repasse de recursos estaduais