Projeto institui data sobre mutismo seletivo

Transtorno psicológico traz dificuldades de comunicação em especial para crianças

Por Gabriela Zorzal

Imagem de menino tampando a boca
Transtorno psicológico é mais comum em crianças / Foto: Divulgação

Mutismo seletivo é um transtorno psicológico que aparece, em geral, nas crianças, como uma dificuldade de comunicação em determinadas situações. O transtorno, pouco conhecido, pode ganhar uma data especial no calendário comemorativo do Estado, uma maneira de colocar o tema em pauta, fortalecendo a informação, conscientização, diagnóstico e tratamento de capixabas com esse problema.

Por meio do Projeto de Lei (PL) 431/2020, o deputado Euclério Sampaio (DEM) quer instituir o Dia de Conscientização e Diagnóstico Precoce do Mutismo Seletivo, a ser celebrado em 31 de outubro. Para isso, a proposta inclui a data na Lei 10.973/2019, legislação estadual que consolida o calendário comemorativo do Estado.

Na justificativa da matéria, o autor pontua que a falta de informação sobre a doença acarreta prejuízos para a criança a partir da falta de tratamento precoce, que é feito a partir de acompanhamento psicológico. Ele explica, ainda, que muitas crianças com esse transtorno são consideradas tímidas ou relutantes para falar.

O diagnóstico precoce é essencial para que a criança consiga superar o problema e desenvolver a vida social e escolar plenamente. Na Assembleia Legislativa,o PL será analisado pela Comissão de Justiça.

Matéria veda homenagem a escravocratas
Prédios públicos também não poderão ter o nome de defensores da ditadura militar, nazistas, condenados por racismo, entre outros
Condutor de viatura pode ficar isento de pagar CNH
Proposta beneficia servidores das polícias Civil, Militar, Penal, Bombeiro Militar e do Iases responsáveis pela condução de veículos dos órgãos
Reunião debate segurança em transporte escolar
Segundo advogado, motoristas de aplicativo estariam realizando transporte de estudantes de forma irregular
Deputado alerta para uso responsável de auxílio
Majeski criticou oferta de crédito consignado para o Auxílio Brasil e lembrou os altos juros cobrados nos empréstimos
Matéria veda homenagem a escravocratas
Prédios públicos também não poderão ter o nome de defensores da ditadura militar, nazistas, condenados por racismo, entre outros
Condutor de viatura pode ficar isento de pagar CNH
Proposta beneficia servidores das polícias Civil, Militar, Penal, Bombeiro Militar e do Iases responsáveis pela condução de veículos dos órgãos
Reunião debate segurança em transporte escolar
Segundo advogado, motoristas de aplicativo estariam realizando transporte de estudantes de forma irregular